Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




BMW destruído por Angélico Vieira

  .. uma morreu; outra, uma jovem de 17 anos, está também nos Cuidados Intensivos do Santo António, igualmente com “prognóstico muito reservado”; o terceiro sofreu apenas ferimentos ligeiros. ... curiosamente a noticia é sobre um quarto acidentado,  tem 28 anos e estará com prognóstico reservado..  eufemismo para entre a vida e a morte. Faltou dizer que o terceiro, o que sofreu apenas ferimentos ligeiros era o único que ia com cinto de segurança .... segurança, a palavra mágica que lhe poderá ter salvo a vida.

 

Foi este fim de semana, numa longa recta de uma auto-estrada com 3 faixas, com piso e marcações novas, o carro era um topo de gama de mais de 100000 Euros. Normalmente a culpa é da estrada ou do governo que não as constrói com qualidade, do parque automóvel de baixo valor e envelhecido... das leis que não são adequadas... tudo desculpas que não se aplicam neste caso... então? aqui a culpa será de quem?

 

Todos os anos morrem nas estradas portuguesas mais de 800 pessoas, 800 vidas  que se perdem, mais que em muitas das guerras e revoluções que se fazem por esse mundo fora. Dizem as estatísticas que a grande maioria dos acidentes é causada por jovens, jovens que deixam muitas famílias, muitas mães, muitos pais, muitos filhos em sofrimento...e tudo isto porquê?

 

O Angélico é só mais uma cara da irresponsabilidade com que a grande maioria dos portugueses se comporta na estrada, sentamo-nos ao volante e passamos de cidadãos de brandos costumes a bestas encartadas ... donos do mundo e da estrada..

Se somos multados não é porque não cumprimos as leis, é porque o estado faz leis estúpidas e a autoridade anda na caça à multa... a culpa nunca é nossa. E é algo transversal a toda a sociedade, não importa o grau de instrução, a idade ou o poder económico, sentamo-nos ao volante e viramos combatentes numa guerra sem quartel... uma guerra em que nunca há vitórias, só derrotas...  800 vidas ceifadas de modo estúpido por ano ... porque nos achamos donos do mundo e acima das leis.

 

A Suspeita chama-lhe guerra civil eu prefiro chamar-lhe o genocídio da estupidez tuga .... 

 

Jorge Soares

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:28


14 comentários

Imagem de perfil

De sentaqui a 27.06.2011 às 23:16

Genocídio, guerra civil, penso que quando se trata de inconsciência e irresponsabilidade, não há palavras que qualifiquem verdadeiramente casos destes.
Tudo era perfeito...o carro topo de gama com todos os requisitos de segurança, a estrada em bom estado, pouco tráfego, enfim as condições ideais para que o bom senso prevalecesse e se evitassem tragédias que nos deixam a pensar que anda meio mundo à procura da morte e pior, por vezes não querem ir sozinhos e arrastam tanta gente inocente.
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 29.06.2011 às 23:13

O pior é mesmo que muitas vezes a estupidez leva consigo a vida de outros, que alguém se queira espetar contra uma parede..desde que a parede não seja minha eu não tenho nada com isso, mas normalmente eles espetam-se é contra outros carros, onde vão inocentes.... raio de gente estúpida
Sem imagem de perfil

De Vítor Magalhães a 27.06.2011 às 23:50

Finalmente alguém que diz umas verdades relacionadas com toda esta "novela jornalística".

Mundo Real 1 - Geração "Morangos com açúcar" 0

Se fosse um Zé qualquer como eu e muitos a "ficha" já tinha sido desligada...
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 29.06.2011 às 23:36

Aliás, no mesmo acidente morreu outra pessoa e ninguém ouve falar dela... é muito triste
Imagem de perfil

De Fátima Bento a 01.07.2011 às 16:18

Porque a familia pediu que assim se fizesse.
Imagem de perfil

De Rosinda a 28.06.2011 às 14:22

Tristes realidades, infelizmente...
Este chega até nós por todos os meios de comunicação, mas são muitos os casos, como diz no post 800 mortes por ano... dá que pensar.
Um abraço
Rosinda
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 29.06.2011 às 23:38

800 mortos por ano é um autêntico horror.. uma autêntica guerra..e parece que não há forma de que se tome consciência.

Jorge
Imagem de perfil

De Kok a 28.06.2011 às 17:00

De facto não importa qual seja o Angélico/a em causa!
Todos os que, infelizmente, vão aumentando essa lista de mortes e/ou incapacitados todos os anos, todos os dias, são um tormento.
Não se trata somente de civismo; a ausência de bom senso também tem grande parte da culpa!
É a minha ideia.
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 29.06.2011 às 23:39

Civismo, sentimento de impunidade, falta de bom senso, falta de consciência cívica, falta de educação .. tudo contribui .... alguém deveria fazer algo.
Sem imagem de perfil

De xana a 28.06.2011 às 23:31

Houve uma passageira que não entrou na viatura, a Responsabilidade, ficou do lado de fora quando as portas se fecharam e a ignição foi ligada. Em seu lugar seguiu a sua irmã gémea... a Irresponsabilidade, que se sentou ao volante e tomou conta da situação. O resto é o que soubemos pelos noticiários, e tudo o que nunca saberemos, mas certamente até imaginamos como foi. Um carro pontente, uma estrada com boas condições, a calada da noite com pouco trânsito, entre outros predicados, foram suficientes para ceifar duas vidas, e uma outra que ainda não se sabe se recupera, e em que condições. Estes acidentes com pessoas ditas famosas, deveriam servir de exemplo, tal como tantos outros que vão acontecendo todos os dias, mas que nunca chegamos a dar por eles, porque não têm todo o aparato de jornais, revistas e televisões a massacrar tudo e todos, família das vitímas incluidas.
Neste momento o mais importante deveria ser deixar a família em Paz com a sua dor, porque já nada há a fazer e porque de agora em diante, muito se vai escrever e dizer, muito se vai "escarafunchar" em nome da informação...
Foi apenas mais um acidente, que ceifou vidas, de alguém famoso, e de alguém que nem sabemos quem era, mas que não era famoso, logo não vende jornais, nem revistas, e em que apesar das circunstâncias em nada servirá de exemplo, porque tal como dizes "sentamo-nos ao volante e passamos de cidadãos de brandos costumes a bestas encartadas ... donos do mundo e da estrada.." e não há campanha rodoviária que resulte, nem multas que cheguem, e nem viaturas com limitadores de velocidade que evitem estes execssos. É o chamado, "chover no molhado..."
bjks
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 29.06.2011 às 23:41

Nem mais Xana ... não podia estar mais de acordo, com tudo.

Algo haverá que fazer.. porque não podemos seguir nesta sangria de vidas.

Jorge
Sem imagem de perfil

De Inês Isidoro a 28.06.2011 às 23:32

Boa noite...

Seja quem fora pessoa, a sua partida custa sempre, seja ela famosa ou não. Pelos vistos a fama não salva vidas nem as livra dos perigos existentes no mundo.
Ao Angélico e os seus amigos aconteceu aquilo que acontece a milhares diariamente, a diferença, é que no telejornal só se faz referência ao n.º de mortes e de vitimas, quem são, não interessa.
A comunicação social, as instituições escolares e as famílias devem aproveitar desta situação para chamar atenção aos mais novos e velhos condutores sobre os perigos e a necessidade de cumprir com as normas de segurança. O Angélico era uma rapaz novo, bonito, inteligente, alegre, idolo para muitos jovens e amado por muitos e infelizmente não estava "impedido" de sofrer um acidente fatal, logo, o mal não acontece só aos outros, mas a nós também. E é possível verificar que o Angélico poderia estar vivo agora, mesmo sofrendo aquele acidente se ele tivesse usado o cinto de segurança como o seu amigo o fez. O cinto de segurança pode ser "chato" e "incomodo", mas se ele existe é para alguma razão e não para ficar bonito no carro.
Tanto este acidente como muitos que acontecem diariamente, deveriam de ser um "abra olhos" para a população em geral, mas tal não acontece. Os jovens aventuram-se nas estradas sem cinto e com excesso de velocidade pois o seu objectivo é chegar ao destino sem ser apanhado pela brigada, como se a vida tratasse de um jogo. Infelizmente, é a nossa realidade.
O perigo não está só naqueles que se aventurem, mas também naqueles que diariamente tem cuidados em chegar ao seu destino.

Desejo que, tanto o Angélico como muitos que morrem diariamente nas estradas, sejam elas portuguesas ou não, que descansem em paz...
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 29.06.2011 às 23:42

Bem Vinda Inês... gostei do comentário.. ponderado e muito acertado.

Obrigado
Jorge Soares
Imagem de perfil

De poetazarolho a 29.06.2011 às 00:16

“Powerade”

Língua fora diga trinta e três
Serão secretários de estado?
Eu não sei, não fui convidado
Mas dizei lá, vossas mercês

Eram onze, mais estes todos
Quarenta e quatro são agora
Mas não perdem pl’a demora
Pois vão ter trabalho a rodos

Há umas dezenas d’assessores
E chefes de gabinete também
São todos muito trabalhadores

E este povo já vibra de alegria
Pois trabalharão pr’a nosso bem
São jovens e têm imensa energia.

Comentar post



Ó pra mim!

foto do autor



Queres falar comigo?

Mail: jfreitas.soares@gmail.com






Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D