Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




BMW destruído por Angélico Vieira

  .. uma morreu; outra, uma jovem de 17 anos, está também nos Cuidados Intensivos do Santo António, igualmente com “prognóstico muito reservado”; o terceiro sofreu apenas ferimentos ligeiros. ... curiosamente a noticia é sobre um quarto acidentado,  tem 28 anos e estará com prognóstico reservado..  eufemismo para entre a vida e a morte. Faltou dizer que o terceiro, o que sofreu apenas ferimentos ligeiros era o único que ia com cinto de segurança .... segurança, a palavra mágica que lhe poderá ter salvo a vida.

 

Foi este fim de semana, numa longa recta de uma auto-estrada com 3 faixas, com piso e marcações novas, o carro era um topo de gama de mais de 100000 Euros. Normalmente a culpa é da estrada ou do governo que não as constrói com qualidade, do parque automóvel de baixo valor e envelhecido... das leis que não são adequadas... tudo desculpas que não se aplicam neste caso... então? aqui a culpa será de quem?

 

Todos os anos morrem nas estradas portuguesas mais de 800 pessoas, 800 vidas  que se perdem, mais que em muitas das guerras e revoluções que se fazem por esse mundo fora. Dizem as estatísticas que a grande maioria dos acidentes é causada por jovens, jovens que deixam muitas famílias, muitas mães, muitos pais, muitos filhos em sofrimento...e tudo isto porquê?

 

O Angélico é só mais uma cara da irresponsabilidade com que a grande maioria dos portugueses se comporta na estrada, sentamo-nos ao volante e passamos de cidadãos de brandos costumes a bestas encartadas ... donos do mundo e da estrada..

Se somos multados não é porque não cumprimos as leis, é porque o estado faz leis estúpidas e a autoridade anda na caça à multa... a culpa nunca é nossa. E é algo transversal a toda a sociedade, não importa o grau de instrução, a idade ou o poder económico, sentamo-nos ao volante e viramos combatentes numa guerra sem quartel... uma guerra em que nunca há vitórias, só derrotas...  800 vidas ceifadas de modo estúpido por ano ... porque nos achamos donos do mundo e acima das leis.

 

A Suspeita chama-lhe guerra civil eu prefiro chamar-lhe o genocídio da estupidez tuga .... 

 

Jorge Soares

publicado às 22:28


14 comentários

Imagem de perfil

De Rosinda a 28.06.2011 às 14:22

Tristes realidades, infelizmente...
Este chega até nós por todos os meios de comunicação, mas são muitos os casos, como diz no post 800 mortes por ano... dá que pensar.
Um abraço
Rosinda
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 29.06.2011 às 23:38

800 mortos por ano é um autêntico horror.. uma autêntica guerra..e parece que não há forma de que se tome consciência.

Jorge

Comentar post



Ó pra mim!

foto do autor



Queres falar comigo?

Mail: jfreitas.soares@gmail.com






Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2008
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2007
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D