Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




... a dizer eu amo-te!   

 

Kimi o ai shiteru

 

Noticia do Portugal diário:

 

A Associação dos Maridos Devotados do Japão nasceu em 2004 e tem 150 homens de meia-idade como sócios. O principal objectivo é ensinar os maridos japoneses a dizerem «amo-te» às suas mulheres. E também há algumas regras básicas a seguir em casa. O sucesso é garantido.

 

Esta associação, que diz estar a «colaborar para a paz mundial» e a «conservar o meio ambiente», organiza eventos, para que os maridos possam expressar a sua devoção em público.

 

«Na época dos samurais, o homem que tinha mais sucesso com as mulheres era o que não dizia «Eu amo-te», conta o fundador da associação, Kiyotaka Yamana . Por isso, «o japonês acha que há mais valor em não dizer «Eu amo-te» do que expressar este sentimento. Só que, na prática, isso não funciona porque as mulheres querem ouvir a frase."

 

Bom, a cultura japonesa não tem nada a ver com a nossa,... mas há coisas que não são assim tão diferentes..... por cá, não há samurais mas acho que os homens que tem mais sucesso com as mulheres  são aqueles que não dizem "Eu amo-te"... principalmente se estivermos a falar de mulheres solteiras.......  ou não?

 

A mo te

 

Falando disso, hoje fiz o jantar, frango salteado com cerveja!... ficou uma delicia... mas eu ontem disse que ia dar a receita do costado de porco que fiz no domingo.

 

Costado de Porco ao vinho tinto.

 

Ingredientes

 

2 costados de porco pequenos

1 copo  de vinho tinto

Alhos

Pimentão doce

cominhos

Ervas aromáticas

1 Laranja

Batatas

1 folha de Loureiro

Azeite

Sal

Pimenta

 

Pique os alhos e o loureiro. Num recipiente coloque o azeite, os alhos e o louro picados, os cominhos, as ervas aromáticas, a pimenta e bastante  pimentão. Misture bem.

 

Unte os costados com a mistura, coloque-os  num pirex , junte o vinho tinto e o que restou da mistura. Esprema a laranja e regue a carne com o sumo. Junte sal ao gosto.

 

Junte as batatas previamente descascadas e cortadas em rodelas.

 

Leve ao Forno durante 1 hora e meia a duas horas a 180 Graus, vá vigiando, se necessário junte mais vinho tinto. Se reparar que as batatas estão a ficar secas, coloque os costados por cima.

 

Estava uma verdadeira delicia.

 

Jorge

PS:Imagem retirada da internte.

PS2:Mamã, Eu amo-te!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:12


1 comentário

Sem imagem de perfil

De xana a 26.02.2008 às 23:55

Quanto ao costado de porco, não me pronuncio, que eu de porco gosto pouco.
Já do inicio do post, é um assunto com muito que se lhe diga. Eu não fui habituada a expressar sentimentos, e carinho foi algo que só recebi em criança. Fui crescendo e quando me deparei numa relação de namoro era carente e não sabia expressar sentimentos. O ... nem sei que nome lhe atribuir sinceramente... bom, o dito cujo, disse-me por várias vezes a palavra amo-te, e muitas vezes me perguntou se eu o amava. A minha resposta nunca foi a que ele queria ouvir, porque eu nunca lhe perguntei nada, e porque se eu me apetecesse dizer dizia de livre vontade, não como resposta a uma pergunta dele. Talvez fosse o meu sub-consciente a evitar que eu dissesse algo que não sentia na realidade. A coisa durou mais do que deveria, teve algumas consequencias a nivel psicologico, mas no rescaldo da situação, cheguei á conclusão que apenas gostei dele, nunca o amei, talvez por isso nunca tenha sentido vontade de dizer amo-te. Bastante tempo mais tarde, inesperadamente conheci alguém, e iniciei algo muito diferente do que tinha vivido antes, amor de verdade, mas como as coisas eram recentes nunca lhe disse Amo-te, por receio de estar a precipitar-me embora tantas vezes a palavra tivesse morrido silenciosa nos meus lábios mesmo antes de ser dita.
Por razões que a vida impõe, a relação acabou, e aí percebi que nunca deveria ter calado o que sentia, não que isso fizesse a relação continuar, mas porque os sentimentos não devem ser calados. Quando amamos de verdade devemos dizer, sim, não a troco de uma pergunta, mas porque é isso que queremos realmente expressar. Há pessoas que tem dificuldade em expressar sentimentos, quer por questões de educação, ou porque já sairam magoadas e receiam magoar-se novamente, no entanto há outras como o dito cujo que a dizem sem realmente a sentirem. Deve ser dita, quando o sentimento é real, e aí não deverá nunca ser calada, sob pena de ficarmos a remoer porque é que não o fizémos, e como diz a teia de aranha, virmos depois lamentar-nos porque não o fizémos enquanto foi tempo ( culpada, 100% culpada eu), até porque a vida nem sempre é justa e podemos perder quem amamos de diversas formas e pelo menos o outra saberá sempre que o amámos.
Eu aprendi uma grande lição...
Bjks

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



Ó pra mim!

foto do autor



Queres falar comigo?

Mail: jfreitas.soares@gmail.com






Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D