Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]





Ricardo Carvalho, um ídolo com pés de barro

Imagem do Público

 

"...convém que o Ricardo Carvalho explique a sua versão dos factos, a fazer fé no treinador não se passou nada e a imagem do jogador, da pessoa e do profissional, foi-se pelo esgoto abaixo."

 

Eram estas as minhas palavras no post da passada quinta feira, depois de todo o barulho e discussão à volta da "deserção" do jogador, depois dos quatro a zero ao Chipre naquele que porventura terá sido um dos jogos mais aborrecidos da era Paulo Bento, o Ricardo achou por bem aparecer para tentar dar a sua versão dos factos. 

 

Do que podemos ver na entrevista o que se conclui é que o Ricardo anda um pouco baralhado das ideias, para além de não trazer nada de novo, de confirmar que o seu abandono do estágio não passou de uma birra de puto mimado ao sentir que não iria ser a primeira escolha do treinador, ainda lançou mais achas para uma fogueira que claramente o está a queimar, ao chamar mercenário a Paulo Bento e tecer comentários sobre as respostas deste aos jornalistas. 

 

Eu vi a entrevista de Paulo Bento, acho que este se limitou a responder às questões dos jornalistas com a verdade dos factos, não me parece que ignorar o assunto deixasse o que quer que fosse de positivo naquele momento.

 

O Ricardo acha que o Paulo Bento é um mercenário porque lhe pagam por exercer a sua profissão de treinador, convenientemente ele esquece que como um dos capitães é um dos jogadores que ao inicio de cada novo ciclo se apressam a discutir com a federação o sistema de prémios e contrapartidas pela sua participação nos jogos da selecção. Fala de representar o país por amor à camisola, mas esquece que por exemplo antes do passado mundial, os convocados, ele incluído,  utilizaram a comunicação social para manifestar o seu descontentamento porque ainda não tinham acertado os valores a receber por cada um.

 

Acho que o Ricardo Carvalho é sem dúvida um dos melhores jogadores do mundo no seu lugar, agora ficamos a saber que também é um ídolo com pés de barro. Ao contrário do que eu achava, sofre dos mesmos problemas de muitos dos seus mediáticos colegas de profissão: falta de humildade, de profissionalismo, de respeito pelos colegas e pelo seleccionador, que é quem tem que analisar em cada momento e face a cada adversário, quem serão os jogadores mais adequados para entrar em jogo.

 

Na Quinta feira, ele ou alguém por ele, fez chegar à comunicação social um comunicado em que afirmava não estar mais disponível para jogar pela selecção nacional, agora aparentemente mudou de ideias e já diz que se precisarem ele estará disponível. Eu mantenho o que disse no outro post, do meu ponto de vista este senhor não pode voltar a representar o país.

 

Jorge Soares

publicado às 21:42


1 comentário

Imagem de perfil

De sentaqui a 05.09.2011 às 13:05

Não tenho ligado muito às notícias porque estou cansada de ouvir e saber de tanta barbaridade, mas li o teu artigo de quinta feira e coincidência ou não ouvi a entrevista do menino, ainda na esperança de saber se teria havido algo de muito grave por detrás de uma atitude que a todos espantou.
Fiquei desiludida, afinal ali estava um menino mimado que fez uma birrinha.
Acho que a estes craques da actualidade, a estes pobres meninos ricos, lhes falta uma coisa chamada humildade, Eusébios já não há, nesse aspecto.

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



Ó pra mim!

foto do autor



Queres falar comigo?

Mail: jfreitas.soares@gmail.com






Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D