Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Discriminação e diferença

Imagem de aqui 

 

Desconfiou das saídas do filho à noite. Seguiu-o ontem de madrugada e quando o viu entrar num bar gay, no Porto, chamou as autoridades. Três horas depois, quis entregar o filho, com 15 anos, na esquadra da PSP de Valadares, acusando-o de ter más companhias. (Notícia do Jn)

 

Quando achamos que já vimos tudo, afinal,... é que nem sei bem o que dizer, que coisas como estas aconteçam no nosso país em pleno século XXI, diz muito sobre a forma como ainda nos falta evoluir como sociedade. Infelizmente este tipo de comportamentos tem por base a ignorância e o desconhecimento. Existem uma série de mentiras e estereótipos associados à diferença que as pessoas dão como verdades absolutas, como se só os heterossexuais merecessem respeito. Para eles o que é diferente, o que não segue os seus preceitos de "normalidade", não merece respeito.

 

Há muita gente que vive amarrada aos seus fantasmas, como se só elas fossem donas da verdade,  sem aceitar que existam pessoas que pensam, que agem, que vivem de forma diferente. E não é necessário ser homossexual para se ser vitima, porque esta realidade aplica-se a toda e qualquer diferença, se pensarmos bem, qualquer um de nós pode ser vitima de um destes comportamentos, porque afinal, o que é ser "normal"?

 

Quanto a mim este senhor devia ter sido preso por maltrato ao filho e tentativa de abandono, como dizia alguém hoje no Facebook: "era bom que a noticia terminasse com: "...e polícia, após o sucedido, entregou pai na instituição de ajuda mental mais perto, sendo que até ao momento não se perspectiva a saida do mesmo nos próximos anos."

 

Jorge Soares

publicado às 21:35


7 comentários

Sem imagem de perfil

De Mikas a 11.09.2011 às 21:24

DESCULPE-ME MAS SE VOCÊ TIVE-SE UM FILHO COM 15 ANOS, NÃO FALA ASSIM... TEM QUE SE TER CUIDADO COM AQUILO QUE SE ESCREVE NOS BLOGUES.... ESTE SISTEMA ESTA ACEITAR TUDO E TODOS COMO COMPORTAMENTOS NORMAIS, O LADRÃO PORQUE É DOENTE O PEDÓFILO PORQUE TEM UM PROBLEMA, ALGUÉM QUE MATA OUTRO E PORQUE TEM UMA DEPRESSÃO.... ORE A DEUS E VEJA O QUE OS OUTROS QUEREM VER...
Sem imagem de perfil

De Pedro a 11.09.2011 às 22:53

Ser-se Homo não é normal, para mim qualquer coisa que não se veja na vida selvagem da natureza não pode ser considerado normal. Está bem que o ser humano tem mais civilização (ou não) do que os outros restantes seres, mas nós, tal como eles, também comemos, também bebemos, dormimos, matamos para comer, para nos defender-mos ou até mesmo acasalamos com alguém do sexo oposto. Que eu saiba nunca vi animais pedófilos, animais matando outros sem ter uma razão óbvia (para comer, por medo ou por defesa) nem nunca vi animais com depressões ao ponto de roubar vidas á toa. O ser humano pode ter inteligência de raciocínio mas há quem abuse e a torne uma mera estupidez de provocação á insanidade dos outros.
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 11.09.2011 às 23:02

Pedro, já pensou em quantas coisas nós como humanos fazemos que mais nenhum animal faz?.. milhões de coisas, quando viu um animal cozinhar?, ou plantar? por exemplo.

O conceito de normalidade varia de pessoa para pessoa, eu sou heterossexual, mas de certeza que muitas das coisas que eu faço para si não seriam normais, assim como muitas das coisas que o Pedro faz para muita gente seriam estranhissimas.. o que é ser normal?

Pelo vistos para si o normal é o que os animais fazem.. sabe que a homossexualidade existe entre os animais?... há animais que matam os filhos à nascença.. acha isso normal? a maioria dos animais são canibais, comem os da sua própria espécie .. acha isso normal?

Jorge Soares
Sem imagem de perfil

De Pedro a 11.09.2011 às 23:21

Exacto eu compreendo perfeitamente, mas tal como eu afirmei "o ser humano tem algo que os outros animais não têm, que é ser-se consciente e ter-se raciocínio. É claro que todos nós fazemos coisas que para os outros parece ser estranho, daí as religiões , mas tudo aquilo que os animais fazem em nada podem ser condenados, pois não têm a forma de raciocínio que tem o ser humano. Não digo que o normal seja o que os animais fazem, nem sequer tem nada a ver com a legislação de um país qualquer, o que eu chamo de "normal" é sermos nós mesmos, mas sem traumatizar, incomodar nem magoar algum outro ser existente, pois todos nós temos integridade física e moral.
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 11.09.2011 às 23:25

Pedro..e explique lá, o que é que os homossexuais fazem que a si o traumatizam ou incomodam?..

Não acha que o que cada um faz com o seu corpo e a sua vida é lá com ele?, não acha que cada ser humanos deve ser livre de amar e dormir com quem quiser?.. o que temos nós a ver com isso?

Jorge Soares
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 12.09.2011 às 23:15

boas, so para responder á pergunta k faz ao Pedro se os homossexuais o incomodam, a mim infelizmente sim. eu nao tenho nada a ver com a vida deles, cada um é livre de viver como quer, mas ha um problema eles ficam no canto deles e eu fico no meu ok!!? passo a explicar sou motorista de pesados internacional e o k se passa em frança é mesmo isso. qualquer parque de noite em frança essas pessoas veem me bater a porta a perguntar se estou interessado em ter sexo com eles e fazem-me gestos como se estivessem fazer sexo oral( lamber). e com um colega meu ouve um outro k lhe apalpou mesmo o "pacote". agora eu pergunto como é k eu posso ter respeito por essas pessoas se elas nao teem por mim
Sem imagem de perfil

De Nuno a 23.02.2012 às 14:15

E as putas?? nao fazem o mesmo?? e sao heterossexuais... Nao somos todos farinha do mesmo saco. Eu sou mais respeitador do que muito hetero que para ainda. Digo-lhe mais, se todos fossem como eu, esta sociedade nao era podre! E lembre-se... um dia há-de ser um medico (gay) a salvar-lhe a vida; um bombeiro (gay) a salvar-lhe a casa; etc etc

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



Ó pra mim!

foto do autor



Queres falar comigo?

Mail: jfreitas.soares@gmail.com






Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D