Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]






... o medo foi, afinal, o mestre que mais me fez desaprender. Quando deixei a minha casa natal, uma invisível mão roubava-me a coragem de viver e a audácia de ser eu mesmo. No horizonte, vislumbravam-se mais muros do que estradas. Nessa altura, algo me sugeriu o seguinte: que há neste mundo mais medo de coisas más do que coisas más propriamente ditas....

.... há neste mundo mais medo de coisas más que coisas más propriamente ditas ....

 

... para fabricar armas é necessário fabricar inimigos, para produzir inimigos é imperioso inventar fantasmas .... 

 

... porque razão os que hoje tentam proteger os civis na Líbia são precisamente os que mais armas venderam a Kadafhi?

 

...  em pleno século XXI um de cada seis seres humanos passa fome, o custo para superar a fome mundial seria uma fracção muita pequena do que se gasta em armamento, a fome será sem dúvida a maior forma de insegurança do nosso tempo...

 

  ... há quem tenha medo que o medo acabe ...

 

Mia Couto
Um vídeo para ver até ao fim e para reflectir.

 

Jorge Soares

publicado às 21:23


10 comentários

Imagem de perfil

De stipe07 a 20.09.2011 às 17:03

Gostei de ver o vídeo... O medo, sempre o medo!
Man On The Moon também já está no FB - http://www.facebook.com/pages/Man-On-The-Moon/273691445979141 . Arriscas?!
Sem imagem de perfil

De Maria a 20.09.2011 às 23:06

Pois é ... o medo. Conclusão sábia de Mia Couto. O medo, juntamente com a ignorância são aliados fortíssimos de quem quer governar.
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 21.09.2011 às 23:03

O medo é como uma enorme corrente que nos prende ao que somos e que muitas vezes nos impede de sermos mais e melhores.... as palavras do Mia Couto deixam-nos a pensar.

Jorge

Sem imagem de perfil

De xana a 20.09.2011 às 23:58

Enquanto matar a fome, der muito menos lucro que vender armas... o medo é rei e senhor...
bjks
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 21.09.2011 às 23:03

Nem mais Xana.. o medo é a mãe de todas as guerras.

Jorge
Imagem de perfil

De sentaqui a 21.09.2011 às 12:22

Ouvi e tornei a ouvir...há pessoas que têm o dom de com um discurso simples descodificam verdades que o mundo faz questão de complicar e durante estes minutos eu pude questionar-me, parar, reflectir e concluir que afinal temos medo do medo e isso impede-nos de viver plenamente e em conformidade com a essência do ser humano.
Não prometo que vou conseguir deixar de ter medo depois de ouvir Mia Couto, mas certamente hoje fiquei mais consciente dos meus medos, talvez assim e com pequenos gestos de audácia deixe de os ter e possa apenas SER, com o objectivo de jamais ter medo que o medo acabe.
Fiquei comovida!
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 21.09.2011 às 23:04

Quantas vezes não temos medo de viver?... quantas vezes não ficamos amarrados ao que somos porque temos medo de ser mais e melhor?

O medo é um sentimento terrível.

Jorge
Sem imagem de perfil

De Leticia Oliveira Abumanssur a 27.10.2011 às 00:03

gostaria de saber onde posso achar esse texto na integra. obrigada.
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 27.10.2011 às 00:06

Olá

Eu também ando à procura e ainda não encontrei-

Jorge
Sem imagem de perfil

De Flávia nunes de almeida a 16.10.2012 às 04:01

O texto mais incrível, fantástico e magnífico que ja vi em toda minha vida!

Comentar post



Ó pra mim!

foto do autor



Queres falar comigo?

Mail: jfreitas.soares@gmail.com






Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D