Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




e quem se importa com os alunos?

 

Imagem de aqui

 

A Noticia é do DN, em apenas 4 meses, de Outubro a Janeiro passados, terão sido passados 70031 atestados médicos a professores.  O fenómeno é transversal a todo o país e há inclusive noticia de uma médica que passou atestados a professores de lugares tão distantes como Moura ou Mafra... médica esta que ela própria estava de licença prolongada.

 

Todos sabemos que a vida de professor não é fácil, as crianças estão cada vez mais difíceis, os pais não querem saber e as escolas são cada vez mais depósitos de crianças, 70000 atestados num universo de 350000 professores representam 1 quinto, 20% dos professores.

 

Para além do mal que se estão a fazer às crianças, que em muitos casos tem 3 ou 4 professores diferentes durante o ano, toda esta gente que se candidata para depois apresentar atestado médico, está a ocupar um lugar no concurso de alguém que realmente se interessa por ensinar.

 

Este ano os concursos foi o que se viu, há mais de 30000 professores por colocar, quantos destes foram preteridos porque alguém se candidatou só para depois apresentar um atestado médico? Já repararam que se estes 70000 não fossem a concurso, em lugar de sobrarem 30000, faltavam 40000 professores?

 

Entretanto ... "até agora foram instaurados 19 processos disciplinares pelo Ministério da Educação e um caso vai ser apreciado pela Ordem dos Médicos..." fantástico, agora só falta ver o que se passou com os restantes 70012 professores e com os outros milhares de médicos que andaram a brincar às baixas... bem que podiam brincar aos médicos, as nossas crianças e os nossos impostos agradeciam

 

Desculpem lá. mas isto é um escândalo e uma falta de vergonha de médicos e professores, é caso para perguntar: Quem se importa com os alunos?

 

Jorge Soares

publicado às 21:39


2 comentários

Imagem de perfil

De sentaqui a 28.09.2011 às 16:32

70 000 baixas é muita baixa para apenas um sector..agora imagino o que não vai por aí noutros sítios. A ser assim pouca gente anda a dar no duro.
Dos professores sei que estão descontentes, deprimidos, sem entusiasmo e não vêem luz ao fundo do túnel, de maneira que é fácil arranjar um depressãozita, umas noites sem dormir, lágrimas que se soltam por tudo e por nada, são motivos mais que suficientes para impressionar um psiquiatra e sai um atestado que até dá hipótese a que os professores andem na rua porque o que precisam é de arejar.
Aqui tão culpados são os docentes como os médicos que passam atestados por dá cá aquela palha.
Quanto ao que dizes sobre começarem a dar aulas já a fazer conta de ir embora uns dias depois, é que assim não perdem certas regalias.
Quantos aos alunos, pois há ainda 30 000 professores à espera de os receberem...como? não interessa, aliás pouca coisa é importante no sector da educação, a não ser poupar uns milhões.
Quanto ao futuro?..pois na altura arranjam-se umas estatísticas manhosas que digam que somos um país
com baixa taxa de insucesso escolar, como já aconteceu no passado.
O melhor mesmo é serem os pais a gerirem o ensino dos filhos, sobretudo os que têm hipótese de o fazer, pelo menos enquanto continuar esta rebaldaria.
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 29.09.2011 às 22:52

Amiga, que anda muito pouca gente a dar no duro a malta já sabe, é por isso que estamos assim... mas este tipo de coisas não deixa de me chocar, até porque os professores são dos que mais reclamam, pelas colocações, pelas deslocações, pela avaliação, pelas crianças... deviam reclamar por isto, principalmente os que não estão colocados... mas não, com isto ninguém reclama.

Mas somos o país das estatísticas... normalmente das que nos colocam no vagão de trás do comboio... é claro que coisas como esta nunca nos levarão ao vagão da frente

Jorge

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



Ó pra mim!

foto do autor


Queres falar comigo?

Mail: jfreitas.soares@gmail.com






Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2008
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2007
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D