Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Não há justiça para a violência doméstica

por Jorge Soares, em 30.09.11

Violência doméstica

Imagem do Público

 

A 06 de Junho de 2008, o arguido, agricultor, agrediu a mulher com uma cadeira, dando-lhe uma pancada no peito e provocando-lhe uma contusão da parede torácica, um hematoma na região frontal e na mama e escoriações nos lábios e cotovelo.

Segundo a Relação, esta agressão “não foi suficientemente intensa” para justificar a qualificação do crime como violência doméstica.
 

 

Não foi suficientemente intensa?????!!!!!! .... não faço ideia quem terá sido o iluminado ou os iluminados que chegaram a esta brilhante conclusão, acertar com uma cadeira em alguém não é suficientemente intenso para ser considerado violência doméstica, isto depois de um historial de violência que se prolongou por anos. O que é que seria suficientemente intenso?  

 

Neste país o que é necessário para que alguém seja condenado por violência doméstica?, que existam mortos??, aí o senhor ou senhores juizes já consideram que foi suficientemente intenso? Deve ser por isso que o número de mulheres mortas devido à violência doméstica aumenta de ano para ano, porque há juizes como estes que tentam medir a intensidade com a que um energúmeno destes acerta com a cadeira na sua mulher.

 

De que servem as campanhas?, a sensibilização?, de que serve tudo isso se depois há uns idiotas, sim, porque isto não pode ser de pessoas normais, que acham que a agressão não foi o suficientemente intensa e mandam o agressor para casa. 

 

Então e se amanhã o mesmo agressor utilizar a intensidade suficiente e matar alguém?, podemos condenar os iluminados que o mandaram para casa por cumplicidade?

 

Desculpem lá, mas esta justiça é uma merda. 

 

Jorge Soares

publicado às 20:55


16 comentários

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 30.09.2011 às 02:47

Por causa da justiça que temos é que a maior parte delas se cala e não faz nada contra os maridos. Pudera! Arriscarem-se a represálias e não terem ninguém que as defenda!
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 02.10.2011 às 22:09

Por causa da falta de justiça... é verdade

Jorge
Imagem de perfil

De Rosinda a 30.09.2011 às 11:58

Este assunto que muita gente pensa que está já bastante ultrapassado, faz parte do dia a dia de muitas mulheres, infelizmente. E que não se pense que acontece só nos meios rurais ou em gente de baixos recursos e educação, pois há muito escondido e situações de acomodação das próprias mulheres que, para manterem o nível de vida social, vivem em silêncio grande sofrimento.
Sabes Jorge, gostava de ver este teu post com tantos ou mais comentários que tens em posts que falam de futebol... curioso que nos assuntos mais sérios e delicados, as pessoas não se revelam...
Um abraço
Rosinda
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 02.10.2011 às 22:13

Olá Rosinda

Concordo..era bom que fossem estes os posts em destaque no SAPO e não os do futebol.. mas não sou eu que escolho..e era bom que todos os que por cá passem pensassem no assunto... e falassem nele... quantos mais formos a chamar a atenção mais consciências podemos mexer.

Jorge
Sem imagem de perfil

De lagoa_azul a 30.09.2011 às 18:21

Não Jorge, o que queriam dizer com o “ não foi suficientemente intensa” è que não lhe mandava a cadeira todos os dias, por isso não enquadraram em violência doméstica, só em agressão.

Bem fico-me por aqui, este assunto é-me muito caro…muito mesmo. O testemunho fica para um outro momento num tempo mais distante, porque esses cobardes nem merecem o chão que pisam. E as vitimas, também não merecem ler esses acórdãos da relação, que tantas vezes são emitidos por burros de palas nos olhos.

Bom fim de semana.

Imagem de perfil

De Jorge Soares a 02.10.2011 às 22:15

Olá

Talvez fosse isso... mas continua a ser uma estupidez do tamanho do mundo.

Ninguém merece passar por estas coisas... e nenhum dos agressores merece perdão.

Boa semana
Jorge
Sem imagem de perfil

De Cris a 30.09.2011 às 21:08

É a coutada do macho ibérico, Jorge! E não duvidava nada que o juiz fosse uma juíza! Só quando os próprios juízes levarem com cadeiras no focinho, forem violados e coisas assim é que poderão começar a pensar que se calhar...
Justiça é palavra que não assiste neste país!!!
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 02.10.2011 às 22:17

OLá Cris

Pois... eu não quis ser tão duro no post... mas foi o que pensei..e se alguém pegasse na cadeira e ....

Jorge
Imagem de perfil

De Kok a 30.09.2011 às 21:30

Não é, definitivamente, um assunto para rir.
Mas sinceramente isto não é uma cena caricata?
Então um ser humano apanha com uma cadeira pelos costados abaixo, fica todo amolgado e no fim dizem-lhe:
-"isso" não foi suficientemente intenso!
Òh Jorge, isto não dá vontade de rir? Por incredulidade?
Não deveria ser divulgado o nome (os nomes) de quem assumiu uma decisão destas?
Já não digo que lhe "afinfassem" com uma cadeira pelos cor... (desculpa) pela cabeça abaixo, mas ao menos que lhe publicassem a fronha com endereço e telefone em anexo.
Era o mínimo de intensidade requerida.

1 abraço!
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 02.10.2011 às 22:19

Rir para não chorar... há coisas que de tão estranhas só podem dar vontade de rir.

Deveriam divulgar sim, de este e outros casos, para sabermos quem são os iluminados e ir-lhes perguntar que lhes vai na cabeça.

Jorge
Sem imagem de perfil

De xana a 30.09.2011 às 23:00

Ultimamente o meu ponto de referência tem sido este: Portugal, caminha em sentido inverso... os outros países, andam em frente, por cá caminha-se para as trevas. Condena-se um desgraçado que rouba um pacote de leite para matar a fome ao filho, mas deixam-se à solta ladrões de milhões, que obrigam a que mais gente venha a precisar um pão ou um pacote de leite e não o tenha... mete-se na cadeia alguém que furou os pneus ao presidente da câmara, mas deixa-se na rua o gajo que bateu na mulher, na cunhada, no sogro de 80 anos, e ainda no GNR, que lá apareceu para acudir... Dizem que os governos comunistas, são governos ditatoriais, e aquilo a que estamos a assistir é o quê, senão o princípio do caminho para uma ditadura (neo-libaralista), muito semelhante a algumas que vigoraram em tempos idos nesta Europa?
Quando as pessoas se começarem a revoltar, e a fazerem justiça pelas próprias mãos, quem sabe, este país acorda...
Está tudo doido, é o que é...
Bom fim de semama
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 02.10.2011 às 22:20

Como sempre Xana, tu tocas no ponto certo, está tudo doido.. parece que se perdeu a noção do normal...

Jorge
Imagem de perfil

De DyDa/Flordeliz a 01.10.2011 às 02:29

http://sol.sapo.pt/inicio/Sociedade/Interior.aspx?content_id=19026
Depois de ler a notícia do médico que viola paciente grávida, ainda ficas escandalizado????
Achas a justiça de merda?

Eu não!
Eu por acaso até acho que é mais: UMA MERDA DE JUSTIÇA.

Abrem-se processos e é como no carrossel: mais uma voltinha - menina bonita não chora mas também não anda...e vai rodar...
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 02.10.2011 às 22:21

Pois... parece que entramos no domínio do incrível,... e cada vez há menos coisas que nos chocam... o que é muito mau sinal.

Jorge
Imagem de perfil

De linuska a 28.02.2012 às 09:16

Os Portugueses são grandes hipócritas de grande escala! os assuntos mais sérios e delicados não dão muita importância são só de momento.
Sem imagem de perfil

De Marta a 06.02.2013 às 18:06

isso fui uma injustiça para essa mulher esse homem devia de ir preso durante muitos amos

Comentar post



Ó pra mim!

foto do autor



Queres falar comigo?

Mail: jfreitas.soares@gmail.com






Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D