Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Plano DOM suspenso

Imagem de aqui

 

Hoje à hora do almoço, ao ler o Jornal de notícias, deparei-me com duas notícias que aparentemente não têm nada a ver uma com a outra, mas que na realidade podem ter tudo a ver.

 

Na primeira falava-se de um jovem de 16 anos que foi encontrado morto numa instituição de acolhimento de Fafe, tinha sido sinalizado pela Comissão de Protecção de Crianças e Jovens (CPCJ) de Peniche e institucionalizado. A notícia, que não está online nem foi referida em mais nenhum meio de comunicação, não era clara sobre a forma como terá morrido o jovem, mas indica que terá ocorrido após ele ter tido conhecimento de um castigo que lhe iria ser aplicado na escola... que é na própria instituição.

 

A segunda notícia, fala sobre a suspensão por parte do governo do plano DOM nas instituições de acolhimento nacionais. O Plano DOM – Desafios, Oportunidades e Mudanças, tem como objectivo principal a implementação de medidas de qualificação da rede de Lares de Infância e Juventude, incentivadoras de uma melhoria contínua da promoção de direitos e protecção das crianças e jovens acolhidas, no sentido da sua educação para a cidadania e desinstitucionalização, em tempo útil.

 

Este plano foi iniciado em 2007 nas instituições que aceitaram aderir e tinha como objectivo dotar as instituições de pessoal qualificado e preparado para lidar com os jovens institucionalizados.

 

Segundo a notícia, a suspensão do plano fez com que a grande maioria das instituições ao não ter financiamento do estado para pagar os salários, optassem por não renovar os contratos com as pessoas contratadas ao abrigo do plano. Na prática o que isto significa é que tudo voltou às condições que existiam em 2007, sendo que no exemplo que davam no jornal, uma instituição para a que tinham sido contratados dois técnicos e várias auxiliares, ficou só com o pessoal que tinha antes do plano: 1 técnico e 3 auxiliares. Isto na prática significa que as crianças estão entregues a auxiliares que são em número insuficiente.

 

Não faço ideia se a instituição onde morreu o jovem é uma das que despediu os técnicos ou não, mas será que com o acompanhamento necessário e adequado o jovem teria morrido?

 

O Plano DOM foi um enorme salto em frente na institucionalização de crianças no nosso país, o último que tinha ouvido sobre o assunto é que todas as instituições seriam obrigadas a aderir ou teriam que encerrar, porque o que o plano implementava era considerado o mínimo exigível para o bem estar das crianças....a sua suspensão é um erro terrível que representa um enorme retrocesso na qualidade de vida das mais de 10000 crianças que estão institucionalizadas.

 

A crise e a Troika não podem justificar tudo, é da vida das crianças que estamos a falar

 

Jorge Soares

publicado às 22:59


19 comentários

Sem imagem de perfil

De Branca a 12.10.2011 às 23:53

Sem dúvida jorge, estamos numa época de escolhas algumas nem sempre as melhores.
Pessoalmente e profissionalmente tenho lamentavelmente uma péssima ideia do funcionamento dessas instituições que nem sempre fazem o seu trabalho e quando o fazem mtas vezes fazem-no mal.
Há excepções ....sem dúvida .... há que saber fazer escolhas e há apoios que não podem faltar
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 13.10.2011 às 23:07

Olá

É verdade, é uma época de escolhas, mas acho que isto é o pior que podiam fazer, porque a qualidade de vida de muitas crianças vai diminuir drasticamente.

Como em tudo na vida, há bons e maus centros de acolhimento, uma das coisas que este plano tinha trazido era profissionalismo, agora vamos voltar à época em que qualquer um pode estar com as crianças, na maior parte das vezes sem a mínima preparação..

Jorge
Imagem de perfil

De Kok a 13.10.2011 às 11:42

Vou-me repetir: quando é considerado mais importante o lucro do que as pessoas, a sociedade não está bem!
Do mesmo modo, quando os investimentos são cortados e/ou diminuídos a instituições que desempenham funções sociais de apoio a "desfavorecidos" (este termo é o máximo...).

1 abraço.
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 13.10.2011 às 23:08

Neste momento tenho sérias dúvidas que alguém saiba o que é realmente importante... ou que alguém do governo se importe com isso.

Abraço
Jorge
Imagem de perfil

De geriatriaaminhavida a 13.10.2011 às 14:14

Isto está difícil de viver por cá.
É corte e mais cortes. Para eles não interessa onde, interessa é cumprir o acordo. Ainda agora fiquei a saber esta noticia : http :/ www.tvi24.iol.pt /sociedade misericordias-saude-crise-tvi24 1288849-4071.html .
Acredito que não será fácil para uma misericórdia se faltar o apoio, já que os utentes pagam conforme as suas reformas. Um utente que pague 150 euros tem o mesmo tratamento que um utente que pague 800. Isto só é possível com o apoio do estado, neste caso se esse apoio não vier como será?
Assusta-me não só por o meu posto de trabalho poder estar em risco, mas ainda mais esses idosos que só nos tem a nós para tratar deles.
"Raio" de vida!
Boa semana
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 13.10.2011 às 23:09

Estamos a chegar ao vale tudo... parece que deixou de haver noção do que realmente é importante. .. é muito triste.

Jorge
Imagem de perfil

De Marta M a 13.10.2011 às 14:49

Jorge:
Esses desinvestimentos no futuro -as crianças - há de pagar-se de forma acentuada num futuro que já nem é longínquo .
Estou cansada de ver cortar no essencial.
E começo a sentir uma certa revolta que, a ser ampliada, há de resultar numa acção de cidadania.
É impossível que este país continue nesta letargia por muito tempo...
Abraço e parabéns pelo destaque :)
Marta M
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 13.10.2011 às 23:13

Olá Marta

A sensação que eu tenho é que a maioria das pessoas ou ainda não percebeu o que aí vem.. ou pouco se importa.. é triste que assim seja, porque quem governa está a contar com a apatia das pessoas para poder pôr e dispor.

Obrigado pela simpatia e visitas constantes.

Jorge
Imagem de perfil

De miilay a 13.10.2011 às 15:51

Jorge, tive conhecimento da morte do jovem pelo teu post, e lamento imenso.
Mas, se foi por má actuação da Instituição então estamos ,duplamente mal.
Primeiro as pessoas têm que ser tratadas como isso, com respeito e Amor , principalmente, nestes casos. Por outro a retirada de subsídios estatais para estas Instituições que , quero acreditar tentam fazer o seu melhor.
A maioria das Instituições, foram criadas para dar resposta a quem não tinha quem os acolhesse, e amasse.
Mas, por este andar, vão aumentar os sem Abrigo.
Jorge estou a exceder-me, por isso ficamos por aqui ,sem antes eu te dar os Parabéns pelo destaque, mais que merecido.
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 13.10.2011 às 23:18

Olá

Eu lia aquele jornal por acaso, era o que estava disponível, a noticia não saiu em mais nenhum e não explicava os motivos da morte... mas o que se lia nas entrelinhas era mais ou menos claro.

A maioria das instituições nasceram noutro tempo, numa altura em que se olhava para a ajuda às crianças de outra forma, elas tem que evoluir com o mundo, não podem continuar a viver de boas vontades, as crianças precisam de apoio profissional, muitas delas foram maltratadas, abandonadas, não podem ser entregues a qualquer um.

Obrigado pela visita e pela simpatia.

Jorge
Sem imagem de perfil

De essência a 13.10.2011 às 17:17

Olá Jorge,

Ler os nossos blogs preferidos pelo Google reader, dá nisto, não me tinha apercebido que estavas de cara lavada. Muito giro sim senhor, gostei. Já agora parabéns por mais um destaque :)
Paula
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 13.10.2011 às 23:21

Olá

Pois, acontece-me muitas vezes

Obrigado

Jorge
Imagem de perfil

De a menina das bolhas de sabão a 13.10.2011 às 17:23

Infelizmente, vivemos num Estado doente, onde se valoriza o lucro à vida humana e evolução e qualidade dos cidadãos. Um Estado que corta nos mais diversos sectores da sectores da vida social. Mais tarde ou mais cedo, como li num comentário, todos estes cortes e falhas deste (e de outros) Estado serão pagas com consequência mais ou menos previsíveis aos olhos do povo e cego para quem nos governa.
É de lamentar a morte deste jovem, bem como, a falta de interesse dos meios de comunicação (como meio de alerta para estes e outros possíveis casos)... que descanse em paz.
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 13.10.2011 às 23:23

Olá

Infelizmente tens razão, parece que o nosso estado perdeu a noção do que é importante e corta a direito.

Todas as mortes são lamentáveis, mas esta nestas circunstâncias ....

Jorge
Imagem de perfil

De naterradosplatanos a 13.10.2011 às 18:55

Jorge, este layout do teu blog é muito, muito mais apelativo, gosto daquela espinha!
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 13.10.2011 às 23:23

Olá

É mesmo..e fica tudo muito mais legível.

Jorge
Imagem de perfil

De energia-a-mais a 13.10.2011 às 22:55

humm...parece que afinal existem alguns «indigandos» de verdade! olha tambem comentei isto lá no meu canto...
abraço
Imagem de perfil

De energia-a-mais a 13.10.2011 às 22:57

ui...fico danada quando vejo que um erro de ortografia estraga tudo o que se quer dizer...pronto, a ver se sai direito «indignados» ok?
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 13.10.2011 às 23:25

Estas coisas indignam-me sempre..sempre

Já tinha lido o teu post... leio sempre.

Jorge

Comentar post



Ó pra mim!

foto do autor



Queres falar comigo?

Mail: jfreitas.soares@gmail.com






Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D