Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Foi notícia na sexta feira passada, uma loja de roupa em São Paulo vende bermudas que nos bolsos ostentam o logotipo do Hospital Garcia da Horta em Almada. Feita a investigação, a policia brasileira apreendeu toneladas de tecido proveniente do lixo hospitalar do Garcia da Horta, sendo que em algum desse tecido era possível ver marcas de sangue.

 

Entretanto, mão amiga fez-me chegar uma serie de  fotografias de umas calças de ganga de uma reputada marca internacional, calças essas fabricadas em Portugal e que nos bolsos ostentam o símbolo do Hospital de Santa Maria.

 

Calças com bolsos do Hospital de Santa Maria

 

Calças com bolsos do Hospital de Santa Maria

 

Calças made in Portugal com logótipo do Hospital Santa Maria

 

 

Está à vista que anda alguém a fazer dinheiro com o lixo hospitalar português e a levar longe demais o conceito de reciclagem, o tecido que apareceu no Brasil foi importado dos Estados Unidos, mas não há dúvida que a sua origem são os nossos hospitais, não deve ser muito dificil descobrir como tudo isto pode acontecer, não sei se por cá alguém terá a preocupação de investigar o que quer que seja.

 

Não é preciso dizer que isto pode até ser um problema de saúde pública, porque não estou a ver que quem faz coisas destas se preocupe em esterilizar os tecidos antes de os revender e aquela imagem da televisão brasileira de tecidos com sangue não me sai da cabeça.... eu não sei vocês, mas eu vou ali ver os bolsos das minhas calças.

 

Update: Entretanto descobri que não é caso único, uma reportagem da TVI mostra outras calças com bolsos do mesmo tecido adquiridas por alguém de São Pedro do Sul.

 

Jorge Soares

publicado às 21:58


48 comentários

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 23.10.2011 às 23:01

Boa noite Jorge,

Também vi a primeira reportagem que emitiram na RTP na semana passada, e hoje na SIC já mostraram que por cá existe roupa nas mesmas condições, e precisamente com o logótipo do Hospital de Santa Maria, e quer na situação descrita na reportagem, quer na situação das fotos as calças já foram compradas cerca de um ano numa feira, no caso que a foto retrata já se tinham apercebido disso há mais tempo, mas não lhe tinham dado a devida importância, até agora.

Quer-me parecer que vai começar a aparecer avalanches de casos em Portugal, e que ainda vão aparecer mais logótipos de vários hospitais da região Lisboa e Vale do Tejo, esperemos é que quem de direito investigue tudo o que houver a investigar. No Brasil já existem noticias destas desde Julho/2011 e tudo começou com logótipos de hospitais americanos, e so agora apareceram de hospitais portugueses. Já me parece que os tentáculos desta rede está disseminada e implementada pelo menos mais de um ano.

À cautela vão lá mesmo conferir todos os bolsos, eu não quereria andar com tecido a roçar-me a pele sem saber que vírus ou bactérias poderão transportar. E olha que sei do que falo, pois cá em casa existe o máximo de cuidado em esterilizar as fardas da minha cara metade que precisamente mantém contacto com doentes em ambiente de urgência.

Boa semana
Sem imagem de perfil

De lagoa_azul a 23.10.2011 às 23:04

Não gosto nada de ser anónimo, o comentario anterior é meu.
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 25.10.2011 às 22:27

Estás desculpada :-)

A julgar pelos comentários ao post, a maior parte das pessoas não tem consciência dos perigos que este tipo de coisas pode representar... as pessoas preferem acreditar que tudo não passa de um exagero de nossa parte... desperdícios de tecido dizem eles... não devem ter visto as reportagens da televisão brasileira.

Jorge
Imagem de perfil

De golimix a 24.10.2011 às 12:38

Investigar parece não ser uma preocupação muito enraizada no nosso país.
Também já sabia desse caso. É que nem são espertos para tirar o logótipo! Já não basta ser estúpido e anormal, para fazer tal coisa, ainda por cima são burros como o caraças (vivo em Trás-os-Montes :))
Sem imagem de perfil

De Gena a 25.10.2011 às 07:38

Dava muito trabalho e lá tinham que pagar mais umas horitas. Mas ainda bem que veio a publico. Agora quem de direito que investigue
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 25.10.2011 às 22:38

Gena... era bom que alguém se preocupasse, e tentasse investigar, eu tenho sérias dúvidas

Jorge Soares
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 25.10.2011 às 22:37

Parece que ultimamente só se investigam as contas ... este tipo de coisas não interessa a ninguém
Imagem de perfil

De sentaqui a 24.10.2011 às 18:58

Alguém anda a encher os bolsos com o nosso lixo, pena que seja só o das calças, porque há outro tipo de lixo que de bom grado enviava para bem longe.
Essa de aparecer sangue é demais, ainda bem que não sou fã de gangas, mas que é mau, lá isso é.
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 25.10.2011 às 22:44

É isso mesmo, alguém anda a encher os bolsos com o lixo dos hospitais, porque recebe para queimar e ainda recebe por vender.. um negócio da China..sem dúvida nenhuma.


Triste é que muita gente prefira acreditar que não passa de desperdícios, restos de tecido.. e esqueça que pode ser inclusivamente um problema de saúde pública
Sem imagem de perfil

De B Sousa a 24.10.2011 às 19:21

É o fim do mundo em cuecas!
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 24.10.2011 às 21:41

De cuecas não ouvi falar, só de calças e bermudas.
Sem imagem de perfil

De fernando costa a 24.10.2011 às 19:52

claro que nao vai acontecer nada,o que é pena .alem de ser uma vergonha nacional (portugal no seu melhor) nota-se fabricas com exploraçao laboral no minimo soluçao cadeia para todos os envolvidos fabricante incluso,claro que nao vai aconteçer nada,a menos que fosse alguem a roubar para comer isso sim era gravissimo de resto nunca se podia por postos de trabalho em causa muito menos de tailandeses e outros que nao chegam a receber 400 euros eh eh eh
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 24.10.2011 às 21:41

Está a esquecer uma parte importante, há empresas que se dedicam ao tratamento do lixo hospitalar, é por aí que se tem que começar, alguém está a vender em vez de queimar o lixo.

Jorge Soares
Sem imagem de perfil

De fernando costa a 24.10.2011 às 21:55

bom nem tenho que esqueçer as empresas que tratam do lixo hospitalar nao podem,ou seja nao deviam.vender-emprestar-dar-impingir,ou lá o que queiram chamar qualquer tipo de lixo hospitalar e as empresas de confeçao, nao deviam.comprar-receber-roubar-receptar,ou lá o que lhe queiram chamar,quanto ao resto tudo bem eh eh eh
Sem imagem de perfil

De Allan a 24.10.2011 às 20:24

que raios quer dizer a palavra ganga
que acordo ortografico e este
Sem imagem de perfil

De jonas a 24.10.2011 às 21:30

Não sabes o que é ganga? Segundo os dicionários de língua portuguesa da Porto Editora, ganga é um: "tecido de algodão, muito resistente e bastante usado em vestuário informal, geralmente em tons de azul". Em inglês, diz-se jeans ".
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 24.10.2011 às 21:40

Estava eu a preparar a resposta, ,,, Obrigado Jonas
Sem imagem de perfil

De kreolina a 24.10.2011 às 21:34

E qual é a marca das referidas calças? o povo merece saber. Uso pouco as Gangas, mas gostava de ter em atenção antes de comprar!....mais uma vergonha para Portugal....é o país que temos...
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 24.10.2011 às 21:39

Eu não tenho a certeza sobre a origem das calças, podem ser contrafacção, pelo que não vou a estar aqui a dizer marcas, o meu post é uma chamada de atenção para que este tipo de coisas se investigue, aliás, segundo sei, só há uma empresa que trata os lixos dos hospitais da zona de Lisboa... não é muito difícil seguir o fio à meada.

Jorge Soares
Sem imagem de perfil

De Dioguinho a 24.10.2011 às 23:08

Para os griffter's, eis uma excelente oportunidade de para juntar À sua colecção, mais uma grande marca.
Sem imagem de perfil

De Pincel a 24.10.2011 às 23:13

Lá vamos ter mais uma investigação, gastando rios de dinheiro para ficar arquivada, devido à "mãe" ser solteira.
Vai uma aposta!
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 24.10.2011 às 23:23

Desculpe mas não percebi, acha que isto deve passar impune e sem sequer ser investigado?
Sem imagem de perfil

De Rosa Maria a 24.10.2011 às 23:24

Pode acontecer que não seja lixo hospitalar, mas que a firma que fabrica este vestuário para os hospitais ponha à venda peças que ficam com algum defeito.
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 24.10.2011 às 23:27

Rosa, não viu a reportagem da televisão brasileira, havia tecidos com restos de sangue... não me parece que os lençóis venham da fábrica já sujos.

Jorge
Sem imagem de perfil

De susana catarino a 25.10.2011 às 11:55

Eu vi a notícia e acho que se deve tentar perceber se a origem do tecido é efectivamente lixo hospitalar,ou restos de tecido vendidos a terceiros.Conheço uma empresa têxtil que estampava estes tecidos para os hospitais e é normal que algum do tecido estampado seja rejeitado,ou porque a cor não está correcta,ou por problemas de acerto,etc.Esse tecido rejeitado,pode ser vendido em retalhos e posteriormente utilizado para outros fins.Acho que valia a pena investigar todas as hipóteses.
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 25.10.2011 às 22:51

Susana, à primeira vista teria sido o que teria pensado caso não tivesse visto os contentores com fardos e fardos de tecido do Garcia da Horta ... fardos que eram importados dos Estados Unidos, olhe que aquilo não aprecia nada restos de tecido.

Jorge Soares

Comentar post


Pág. 1/3



Ó pra mim!

foto do autor



Queres falar comigo?

Mail: jfreitas.soares@gmail.com






Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D