Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Portugal continua a desperdiçar milhares de unidades do plasma separado do sangue colhido junto dos dadores, apesar de, em Outubro do ano passado, ter sido garantido que isso tinha deixado de acontecer.

Imagem do Público

 

Eu continuo a pasmar com estas coisas, sou dador de sangue e tinha ideia que o país não aproveitava completamente as dávidas porque não tínhamos a tecnologia que o possibilitava... hoje de manhã fiquei incrédulo quando nas noticias da Antena 1 se referiam a esta notícia do Público e diziam:

 

 "....veio a público a notícia de que, apesar de o IPS dispor, em Lisboa, de câmaras de frio para conservar o plasma desde 2002, estas estavam a ser usadas como armazém para guardar, por exemplo, papéis, e este componente do sangue ia para o lixo,.."

 

Ou seja, em 2002 o país gastou uma pipa de massa para comprar as câmaras e alguém achou que aquilo era jeitoso era para arquivar pastas... assim de repente, não podiam ter ido ao Ikea?... de certeza que encontravam uns arquivadores mais em conta.

 

Entretanto todos os anos se inutilizam perto de 350000 unidades de plasma porque não há forma de as transportar e armazenar, plasma que se exportado poderia ter um valor de mercado de perto de seis milhões de Euros, seis milhões por ano, já viram a quantidade de arquivadores e unidades de transporte que se poderia comprar com este dinheiro?

 

Por vezes perguntamo-nos como chegou o país a este ponto? depois de ler noticias como esta não é difícil de entender, porque imagino que exemplos como este haverá aos milhares em todas as áreas... Cabe na cabeça de alguém utilizar para arquivo câmaras frigoríficas que é suposto servirem para preservar plasma humano?..  e durante 10 anos as diversas administrações da saúde e do Instituto Português do Sangue viram esta situação e não mexeram um dedo para a resolver? porquê?

 

O problema é que não há veículos para transporte em condições?..e são necessários 10 anos para comprar uns veículos de transporte? por favor, isto é de uma incompetência e desleixo atroz, é inacreditável.

 

O senhor secretário de estado Leal da Costa, diz que vai tomar medidas, e que tal começar por identificar os culpados de que esta situação se tenha arrastado por 10 anos e os fazer pagar pela incúria e pelos prejuízos que causaram ao estado e aos portugueses?

 

Jorge Soares

 

publicado às 22:00


68 comentários

Imagem de perfil

De sentaqui a 06.02.2012 às 23:28

Quando ouvi esta notícia fiquei chocada e pensei naquelas pessoas que como tu são dadoras assíduas.
Será que agora continuarão a fazê-lo?
Mais uma a acrescentar a tanta incompetência que há no nosso país.
O que é que virá a seguir? É que por este andar qualquer dia nada me surpreende
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 08.02.2012 às 12:46

Fui Dadora de sangue 20 anos (agora não posso por ser uma doente oncológica) Fico Revoltada ao ver tanta imcompetência neste País, por isso estamos nesta Crise medonha.
Os responsáveis por isto têem de ser julgados, enquanto não se JULGAREM OS GRANDES GESTORES pelos seus actos não vamos a lado nenhum e nunca mais saímos desta Crise.
QUE DEUS NOS AJUDE COM PESSOAS HONESTAS E... RESPONSÁVEIS.!!!!!!!!!!!!!

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 08.02.2012 às 12:55

Vergonhoso...isto é um País conduzido por sanguessugas e ladrões.
Sem imagem de perfil

De José Carvalho a 08.02.2012 às 15:06

Quando ninguém der sangue em lado nenhum, vão entender que o sangue não se transacciona como qualquer bem ou serviço, porque não é fabricado artificialmente em nenhum laboratório. Cá ou lá, dependem do altruísmo de quem é dador. Acho mais do que merecido esta classe dadora de sangue ter isenções de taxas moderadores, afinal como já disse, o sangue tem valor, apesar de não ser fabricado. Se não querem isentar a malta, o melhor vai ser pagar cá pelo sangue, em vez de mandar o nosso rico dinheiro para fora do país, pelo que se consegue constatar.
Sem imagem de perfil

De vitor gonçalves a 08.02.2012 às 21:41

assim se vê a cambada de incompetentes que temos no governo e organismos à sua volta. emigrem.
Sem imagem de perfil

De H. Victor a 08.02.2012 às 20:16

sou dador... ou era, visto que neste País nada se aproveita... Faltam me as palavras... Vergonhoso...
Imagem de perfil

De Kok a 06.02.2012 às 23:41

Mediocridade e incompetência já são insuficientes para adjectivar esta gente; há que adicionar: irresponsabilidade!
E é mais grave ainda porque não é de agora; é uma situação que já tem anos!
Como disse: cada cavadela...

1 abraço!
Imagem de perfil

De energia-a-mais a 07.02.2012 às 11:08

bem, eu também sou dadora (ou tenho sido...) e isto realmente choca pela estupidez a que chega o desgoverno deste país! e quando o senhor secretário de estado diz que «é verdade mas não tem a importância que lhe querem atribuir» a mim parece-me que nada vai mudar...

Teresa
Sem imagem de perfil

De cris a 07.02.2012 às 12:08

Como bem o afirmas, é uma coisa mal aqui, outra coisa mal ali e é uma bola de neve desgovernada! Os senhores andam muito preocupados com o macro, mas esquecem que o micro deve funcionar bem para ter o impacto positivo sobre o macro. Assim não chegamos lá. Tudo tem que começar na economia doméstica. É por isso que eu sempre digo que pessoa que não sabe gerir a sua própria casa não tem competência para gerir um país.
Imagem de perfil

De Sofia a 07.02.2012 às 14:41

Eu sinceramente já não sei o que dizer...
Este país cada vez me surpreende mais negativamente. Como é possível esta incompetência toda, como?!
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 08.02.2012 às 23:32

Olá Sofia

E como é possível que estas coisas passem incólumes.. pouco passem de notícias de pé de página?.. infelizmente é o país que temos...
Sem imagem de perfil

De Maria a 07.02.2012 às 17:00

Pois ... não me surpreende! Infelizmente já nada me surpreende. É surrealista em qualquer país. Criminoso mesmo. Em Portugal ... está dentro do modus operandi!

Sem imagem de perfil

De Susana Carvalho a 07.02.2012 às 18:02

O meu pai sempre foi dador de sangue e sempre foi meu desejo de lhe seguir o exemplo. Infelizmente sou muito baixinha e o meu peso anda à volta dos 50Kg, o que significa que nem sempre tenho o peso mínimo exigido para doar sangue, mas vendo esta notícia, não posso ficar com pena de não dar sangue. Pelos vistos, se desse sangue ia acabar no lixo. Como é possível acontecer uma coisa destas no nosso país. Parecemos um país de terceiro mundo.
Sem imagem de perfil

De AN a 08.02.2012 às 14:04

Somos um país do 3º mundo, não duvide !
Sem imagem de perfil

De me a 07.02.2012 às 19:08

é por estas e por outras que não sou dador....
Sem imagem de perfil

De ana a 07.02.2012 às 22:38

Não me parece que esta seja uma razão para não ser dador de sangue, é tão somente uma desculpa...
Sem imagem de perfil

De Marc a 07.02.2012 às 19:11


É um escândalo e uma desumanidade mas se quiser compreender um pouco porque é que estas coisas acontecem eu tenho a minha teoria.
Veja o perfil do nosso primeiro ministro e como é que gente desta chega ao governo de uma nação. Se no topo estão pessoas com este perfil de certeza que de lá para baixo só poderá piorar na esmagadora maioria dos casos.
É claro que já há muitos anos que este país funciona com o agora mandas tu e agora mado eu e neste giro os compadres vai girando e dançando nas cadeiras do poder.
Competência é relegada para terceiro plano ou até nem sei se é uma exigência neste país.


Nome: Pedro Passos Coelho

Data de nascimento: 24 de Julho de 1964

Formação Académica: Licenciatura em Economia - *Universidade Lusíada* (concluída em 2001, com 37 anos de idade)

Per****rso profissional: Até 2004, apenas atividade partidária na JSD e PSD; a partir de 2004 (com 40 anos de idade)
passou a desempenhar vários cargos em empresas do amigo e companheiro de Partido, Eng.º Ângelo Correia, de
quem foi diligente e dedicado 'moço-de-fretes', tais como:

(2007-2009) Administrador Exe****tivo da Fomentinvest, SGPS, SA;

(2007-2009) Presidente da HLC Tejo,SA;

(2007-2009) Administrador Exe****tivo da Fomentinvest;

(2007-2009) Administrador Não Exe****tivo da Ecoambiente,SA;

(2005-2009) Presidente da Ribtejo, SA;

(2005-2007) Administrador Não Exe****tivo da Tecnidata SGPS;

(2005-2007) Administrador Não Exe****tivo da Adtech, SA;

(2004-2006) Director Financeiro da Fomentinvest,SGPS,SA;

(2004-2009) Administrador Delegado da Tejo Ambiente, SA;

Este é o "magnífico" CV do homem que *teoricamente* governa este País! Um homem que nunca soube o que era
trabalhar até aos 37 anos de idade! Um homem que, mesmo sem o****pação profissional, só conseguiu terminar a
Licenciatura (numa Universidade privada) com 37 anos de idade!

Mais: um homem que, mesmo sem experiência de vida e de trabalho, conseguiu logo obter emprego como
*ADMINISTRADOR.* nas empresas de *Ângelo Correia*, "barão do PSD e seu tutor e patrão político!... E que nesse
universo continua a exercer funções!...

É ESTE O HOMEM* QUE FALA DE *ESFORÇO* NA VIDA E DE *MÉRITO*!

É ESTE O HOMEM QUE PRETENDE DAR LIÇÕES DE VIDA A MILHARES DE TRABALHADORES DESTE PAÍS QUE NUNCA
CHEGARÃO A ADMINISTRADORES DE EMPRESA ALGUNS QUE LABUTAM ARDUAMENTE HÁ MUITOS E MUITOS ANOS
NAS SUAS EMPRESAS,GANHANDO ORDENADOS DE MISÉRIA!

*É ESTE O HOMEM* QUE, EM TOM MORALISTA, FALA DE *BOYS* E DE *COMPADRIOS*

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 07.02.2012 às 21:04

É claro que o problema vem de há muitos anos; está no nosso ADN. O que me admira é que estas situações ainda façam confusão a tanta gente. Quem não se lembra daquele episódio, a seguir ao 25 de Abril, que foi o terem encontrado num hospital Publico de referencia um conjunto enorme de equipamentos hospitalares, (ultimo grito à data), encaixotados, tal como tinham chegado, e fechados a sete chaves.
Motivo: não havia pessoal com formação para operar com os equipamentos!!! E o que fizeram os "cérebros "de então? Deram formação às pessoas?
Claro que não. Fecharam-nos à chave até que lei do tempo lhes desse fim. Até porque, a fazer fé no que foi noticiado, os ditos equipamentos teriam sido oferecidos por um País Nórdico e nas oferta é muito dificil haver comissões. Acham que hoje, com outros politicos, com outra politica, seria diferente? JAMAIS.
È por issso que eu digo e repito que já nada me espanta, a não ser que haja tanta gente espantada.
Verdadeiramente aberrante é terem anunciado como grande sucesso a venda de 40% da REN por 597 milhões e a seguir entregar 600 milhõs ao BPN que foi vendido o ano passado por 40 milhões à mesma família política que o levou à falencia e que por aí andam a pavonear-se como se nada fosse. Eu que não fui, nem sou admirador do Otelo, chego a interrogar-me como seria este País se ele tivesse cumprido o que disse. Montar o cavalo do poder e encher o Campo Pequeno de certa gente que nunca se farta de estar bem na vida.
Como isto não mudou, não muda e jamais mudará só nos resta, no próximo acto eleitoral ANULAR O BOLETIM DE VOTO, Já pensaram o que seria se os chamados partidos do poder fossem eleitos com 5 ou 10% dos votos, que são os seus militantes?
Sem imagem de perfil

De "Mãos desesperadas" a 07.02.2012 às 22:52

Anónimo, está tudo dito aqui, pena é, as pessoas não compreenderem isto. estão todos anestesiados. Esses jornalistas de meia tijela lacaios e parasitas agora estão todos calados que nem ratos.
Sem imagem de perfil

De Carlos a 08.02.2012 às 22:59

Acha mesmo que se fossem eleitos por 5 ou 10% dos votos os enjeitariam? Nem que fosse 1%. Se não concordam têm de votar noutros para que se possa de facto ter alternância no poder e não votar nos anteriores.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 07.02.2012 às 19:15

eu sou ou melhor vou deixar de ser e de lamentar ao que este pais chegou e relembro que andam a comprar lotes ao estrangeiro este pais esta a precisar de ser actualizado para não dizer outra coisa
Sem imagem de perfil

De vitor gonçalves a 08.02.2012 às 21:48

cambada de incompetentes: mas com os ministros que temos como podemos ter alguém competente,nunca fizeram nada mais a não ser ser politico,aonde está a experiencia profissional; tenham vergonha emigrem; mas não digam que são portugueses.

Comentar post


Pág. 1/5



Ó pra mim!

foto do autor



Queres falar comigo?

Mail: jfreitas.soares@gmail.com






Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D