Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Terror na Aula de Inglês

Imagem da internet

 

A minha mais velha tem definitivamente uns professores muito originais no Liceu, depois do professor de Educação física que decide fazer aulas de recuperação, agora foi a professora de inglês que decidiu inovar.

 

Não sei bem a propósito de quê, talvez não tivesse nenhuma aula preparada ou simplesmente naquele dia não lhe apetecia dar aula, combinou com os alunos que em lugar da aula, veriam um filme, que filme?... bom, um que os alunos escolhessem. Há filmes disponíveis na biblioteca da escola, alguém estaria encarregado de ir lá buscar um que todos gostassem. Ora, deixar a escolha do filme aos alunos não é lá muito inteligente, podiam por exemplo ter escolhido O crime do Padre Amaro, ou um do Almodôvar.. convenhamos que para a aula de inglês não daria muito jeito... na indecisão alguém foi a casa buscar este: SAW - Enigma Mortal.

 

Podia ser pior, em lugar de um filme de terror podiam ter escolhido um pornográfico, se calhar tinha passado, se passou um de terror para maiores de 16 anos, porque não poderia passar algo mais picante?

 

Convém dizer que estamos a falar de uma turma do sétimo ano, com crianças que andam entre os 12 e os 13 anos, a professora não só deixou a escolha do filme aos alunos, como não se deu ao trabalho de verificar se o escolhido seria apropriado ou não para a idade das crianças.

 

Eu não me lembro quando consegui ver o primeiro filme de terror, mas tenho a certeza que já andava na universidade e ainda hoje se puder evitar não vejo, ora a minha filha entre outras coisas também herdou isso de mim, mal se apercebeu o que ia passar, simplesmente saiu da sala e não voltou... a professora ou não se apercebeu... estaria atenta ao filme, ou não se deu ao trabalho de questionar, ou simplesmente não se importou com a saída da aluna.

 

Há coisas que me custam a entender, não me lembro de ir para a escola ver filmes, não consigo entender como é que se troca uma aula pelo visionamento de  um filme comercial, não entendo porque é que a professora deixa aos alunos a escolha do filme e muito menos posso entender como é que esta não verifica o tipo de filme que vai passar e se este é apropriado para a idade dos seus alunos.

 

Já fizemos seguir por escrito a reclamação para a directora de turma... vamos ver no que isto vai dar, mas uma coisa é certa, garanto que esta não vou deixar passar em claro, é que se não fazemos nada, a seguir pode vir o Garganta Funda.

 

Jorge Soares 

publicado às 22:19


41 comentários

Sem imagem de perfil

De Maria a 15.03.2012 às 23:16

Realmente, que coisa tão estranha! E é que esse filme é mesmo violento e muito forte. Vi o primeiro da série e não me apeteceu ver os outros porque me fez muita impressão...
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 18.03.2012 às 23:20

Pois... alguém devia explicar isso a esta professora.

Boa semana
Jorge
Sem imagem de perfil

De Susana Carvalho a 15.03.2012 às 23:28

Os professores estão com os cérebros atrofiados, só pode. Esse filme é extremamente violento. Nem todos os adultos o conseguem ver, quanto mais os jovens...
Bom, se calhar hoje em dia isto já é normal e as pessoas são cada vez mais insensíveis em relação a coisas que antigamente eram um choque.
Tudo bem que temos que evoluir, mas não neste sentido. Temos muito tempo para ver coisas chocantes, para quê começar a fazer isso com 11 ou 12 anos? Qualquer dia as crianças já nem têm infância; começam logo a experenciar as coisas de adulto e saltam coisas tão simples como o aprender a saltar à corda ou andar de bicicleta.
Lembro-me de ver na escola o "E.T.", de ver um filme que era violento sobre homens das cavernas, mas que a professora de história tinha tido o bom senso de cortar as cenas mais violentas ou picantes. Lembro-me de ver um daqueles filmes clássicos da Technicolor, chamado "Terra dos faraós". Filmes de terror? É que nem pensar... como as coisas mudam (e nem sempre para melhor).
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 18.03.2012 às 23:22

Olá Susana.. parece que há muitos adultos que já são insensíveis a este tipo de filmes, há quem me tenha dito que o filme não é anda demais... mas esquecem que estamos a falar de crianças e que estas reagem de forma diferente a este tipo de coisas.. aliás, basta ler os comentários para se perceber que este tipo de filmes pode ser mesmo um problema grave para algumas crianças.

Jorge
Sem imagem de perfil

De lagoa_azul a 15.03.2012 às 23:29

Olá Jorge,
Realmente há dias em que ainda nos conseguimos surpreender, mas nem sempre por bons motivos. Fazes bem, não deixes passar essa história em claro. Pelo menos estas a defender os teus filhos.

Mas a mim não me fazem nem nunca me impressionaram filmes de terror, confesso que aos meus dez anos aos sábados à noite dava uns mesmo bons, lá pela meia noite . Mas claro que era segredo se fosse apanhada era castigo na certa.

Imagem de perfil

De Jorge Soares a 18.03.2012 às 23:24

Olá

Não, isto não vai passar em claro... e menos depois de a professora ter ido reclamar com os alunos porque fomos falar do assunto à directora de turma...

Jorge Soares
Sem imagem de perfil

De xana a 15.03.2012 às 23:56

Não posso de todo imaginar, o que leva uma professora a deixar a escolha de um filme aos alunos, sem indicação prévia de títulos relacionados com os temas da disciplina. Nem que passasse um filme sem legendas para obrigar os miúdos a estarem atentos à língua, nunca a esolha do filme deveria ser livre. Teria sempre de ser a professora a disponibilizar dois ou três titulos, e aí é que os alunos poderiam escolher, entre eles. Não consigo perceber essa atitude da professora, quando deveria saber que poderia redundar numa situção igual à que aconteceu. Estamos a mais de meio do ano lectivo, será que a professora não conhece já a turma? Será que não está para se ralar? Caso não esteja para se ralar, passe a pasta a outra pessoa, afinal está a ser paga para trabalhar, e ter o minímo de profissionalismo é o seu dever. Tem problemas em casa? Paciência, é lá que têm de permanecer, tem de saber separar as águas. Tem problemas no trabalho? Paciência, os alunos não têm de ser descurados por causa disso. Imagino que se um aluno, resolvesse no meio da aula bater num colega ela nem ia dar por isso, se nem se ralou com a saída da tua filha... Jorge, isso é caso para que os pais, façam uma acusação ao conselho directivo, em vez de reportar o caso à directora de turma. Há situçãoes em que não se pode ser brando, esta é uma delas. A tua filha saiu, e se na turma há um jovem que não consegue enfrentar um filme desses e vai ficando a ver pelo canto do olho, a tentar arranjar coragem para sair da aula, e não consegue que as pernas o levem dali para fora, e vai acabar por ter problemas em adormcer e pesadelos durante a noite, vai fazer xixi na cama, e vai começar a ter medo de ir brincar na rua? E se quem foi a casa buscar o filme tivesse mesmo trazido um filme hard-core? É caso mesmo para o conselho directivo da escola, não se trata de um deslize.

Oh céus! Isso era coisa para eu ligar para casa a chorar, e não dormir em sossego o resto da minha vida! Quase a abartar os 40 anos, ainda não me sairam da memória, as imagens de um filme passado na televisão,nos princípios dos anos 80, e que a minha irmã viu na televisão cá de casa com uma prima minha. Como eram os anos 80, no final do filme fomos levar a minha prima a casa (logo aqui a 40 mts) e no regresso viémos a correr a tremer de medo. A minha prima, ligeiramente mais velha que eu e ligeiramente mais nova que a minha irmã, não tem medo destas coisa, como é natural, mas para "as cagarolas" como eu, ver um filme de terror é coisa para não dormir durante muito tempo, ou ficar com tarumas por muitos e longos anos. A minha irmã, encaixa no meio, entre o meu pavor e a falta de medo da minha prima.

:-)
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 18.03.2012 às 23:41

Olá Xana

A julgar pelos comentários, parece que os professores de Inglês gostam de filmes de terror...

Há uma enorme desresponsabilização na escola, muitos professores acham que vale tudo... somos nós que lhes temos que fazer ver que não, ainda não vale tudo.

Jorge
Sem imagem de perfil

De xana a 18.03.2012 às 23:53

Jorge, eu fico espantada com a leviandade que os professores usam nestes casos. No meu tempo, há 25 anos atrás, só vi filmes no secundário e sempre dentro dos temas das aulas, e sempre escolhas sérias, adequeadas às idades que consequentemente tínhamos na altura. Nem quero pensar no que espera a D. nos próximos anos, uma vez que já vai para o 5º ano no próximo ano lectivo. Lá vou eu ter de ser conselheira da minha irmã, e depois da sobrinha...
:-)
Imagem de perfil

De DyDa/Flordeliz a 16.03.2012 às 00:28

Há algo pertinente e que até demonstra bom senso (uma vez que a inteligência esteve ausente da sala de aula). A tua filha teve capacidade para resolver o que o encarregado pela sua educação na hora não foi capaz - Pôs fim à idiotice da ideia.

Valha-nos todos os espíritos sãos.
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 18.03.2012 às 23:42

É triste quando crianças de 12 anos tem mais bom senso que muitos professores... muito triste

Jorge
Imagem de perfil

De aespumadosdias a 16.03.2012 às 07:56

Fizeste bem em reclamar. Depois conta as cenas dos próximos capítulos.
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 19.03.2012 às 23:53

A primeira cena foi triste... confrontada pela directora de turma, a professora foi reclamar com os alunos, que já a tinha metido em sarilhos.. que não se pode confiar neles e que para a próxima ficam a fazer uma composição em Inglês.....

Sinceramente, não há paciência..a próxima reunião de pais vai correr mal...

Jorge
Imagem de perfil

De aespumadosdias a 20.03.2012 às 12:18

Fazer 1 composição talvez fosse uma boa ideia para treinar o vocabulário. Como em todas as profissões há bons e maus profissionais.
Sem imagem de perfil

De carmenconde a 02.03.2015 às 15:29

Também sou professora e nunca cogitei algo assim. Subscrevo que tal como ha maus professores também existem maus pais!
Imagem de perfil

De C.M. a 16.03.2012 às 08:30

LOL
Antes de mais, acho que essa professora deve estar louca. E não há mais a dizer porque ja dizes tudo. Acho que um filme (inteiro)dá para ser muito explorado numa aula, mas não de 7º , nível 3, nem sequer esse tipo de filmes. Lá onde trabalho temos muito cuidado com isso. Ou porque o filme até é adequado mas há uma cena menos politicamente correta , ou vê-se o que não se deve, ou sai uma ou outra asneira lá pelo meio. Agora, um filme de terror!!!! (Já agora gostava de saber por que há esse filme lá disponível na escola...)
Numa hora que tenho de lazer com os miudos costumo passar musicas do youtube com letras para cantarmos, mas os vídeos é um terror porque na canção mais simples aparece o que não deve. No outro dia eles queriam por "Lazy song" do Bruno Mars e então eu fui ver se era adequado, achando que não teria nada de mal. Ora o tipo e os macacos a meterem indecentemente a mão nas calças não me apreceu lá mt bem.... Ficaram indignados por eu não o passar: Ó stora, estamos fartos de ver isso em casa................
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 19.03.2012 às 23:55

Olá

Eu acredito que há muitos alunos que já terão visto o filme e piores... mas tal como a minha filha, haverá muitos outros que não viram e não querem ver..e não tem que ser obrigados a ver...

Mas olha que a julgar pelos comentários... há problema qualquer com as tuas colegas ... ´que pelos vistos é comum que isto aconteça..e sempre com filmes de terror.

Jorge
Imagem de perfil

De golimix a 16.03.2012 às 08:56

No meio disto tenho que te pedir que dês um beijo bem grande na bochecha da tua filhota que está de parabéns pela atitude sensata!

Eu pensava que isto de "inovação" era só por cá. Era para escrever isto num post mas passou, agora conto aqui. Há cerca de 15 dias o meu filho fez uma visita de estudo, no caminho para cá o inteligente do motorista resolveu passar um filme de Gangters com muito sangue a espichar, e claro como é conveniente para um filme do género com muita violência à mistura, não me lembro agora do raio do nome do filme. Tudo isto foi feito com os professores dentro do autocarro, que incluía a diretora de turma!!! O meu filho não podia sair do autocarro o que fez foi tapar os olhos tentar não ouvir... e ter pesadelos à noite!! Então eu escolho criteriosamente o que acho que ele pode ou não ver, por exemplo acho que telejornal não é para a sua idade, e ele vai num viagem de estudo e os senhores professores pura e simplesmente esquecem que levam crianças de 10 anos?

Sabes que te digo, alguns professores não andam bem da pinha!
Como é lógico também não vamos deixar passar o caso em claro!

Um bom fim de semana para vós
Imagem de perfil

De golimix a 16.03.2012 às 19:05

Lembrei do título do filme era "Perigo em Bangkok". Eu não o veria muito menos deixaria que crianças de 10 anos o vissem.
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 19.03.2012 às 23:57

Pelos vistos..e a julgar pelos comentários... é normal... eu é que não acho isto normal... isto não pode ser normal.

Jorge
Imagem de perfil

De golimix a 21.03.2012 às 08:32

Não; Jorge não é nada normal...
Anda tudo alucinado! E não me venham com a desculpa da crise!!!

Bjs
Imagem de perfil

De Alice Alfazema a 16.03.2012 às 09:06

Eu também não entendo, essa e outras atitudes, que agora parecem ser "normais" no dia-a-dia do ensino escolar.
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 19.03.2012 às 23:57

Há um conceito muito alargado do que é "normal".. é uma tristeza.

Jorge
Imagem de perfil

De Abigai a 16.03.2012 às 10:31

Curiosamente, aconteceu algo muito semelhante no final do ano lectivo passado com o meu G., a professora de Inglês decidiu passar um filme na última aula, para descontrairem... The Hole - O buraco do Medo -, também de terror! O G. passou uma semana com pesadelos, o psicólogo andou mais de um mês a ajudá-lo a ultrapassar o trauma e só com a ajuda dele e que percebi o que se passou, pois ficou tão chocado com o filme que ficou completamente atónico, incapaz de nos contar o que tinha acontecido na aula! E como entretanto entrou de férias, só quando iniciou este ano é que pude queixar-me à directora de turma mas a dita professora já tinha deixado a escola!
Enfim... parece que ver filmes de terror aos 10 anos já é perfeitmente normal e banal...
O G., sempre preocupado com a reacção dos professores e com manter um comportamento "adequado", não se queixou, não saiu da sala... pelo menos a tua filha foi sensata, muito mais do que a professora, supostamente a adulta presente na sala e que tem po obrigação, dar educação!
Abraço, Anabela
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 19.03.2012 às 23:58

Pois... é uma tristeza... e o pior é que estas coisas ficam impunes...

Jorge

Comentar post


Pág. 1/2



Ó pra mim!

foto do autor



Queres falar comigo?

Mail: jfreitas.soares@gmail.com






Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D