Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Projecto E.scol.A  despejado pela policia de intervenção

Imagem do Público

 

Numa escola primária abandonada há cinco anos, um grupo de jovens decide recuperar as instalações e nelas desenvolver actividades que para além de darem  nova vida a todo um bairro, retiram os jovens da rua e afastam-nos da delinquência, um projecto com evidente sucesso, muita criatividade e em prol da formação da juventude e da comunidade.

 

Numa cidade normal o projecto seria acarinhado, promovido, incentivado, apoiado e até financiado pelos responsáveis políticos. No Porto, uma cidade que tem tanto de bonita como de anormal, a câmara municipal não só não dá o mínimo apoio ao projecto, como envia a polícia para acabar com ele.

 

O projecto ES.COL.A tem como objectivos "criar um espaço autónomo, autogestionado, livre, não discriminatório, não comercial e aberto a diferentes actividades... Daí chamar-se Espaço Colectivo Autogestionado do Alto da Fontinha. Nasceu com o bairro e para o bairro, com a comunidade e para a comunidade."

 

Num momento como o que vive o nosso país, em que as prioridades do estado estão cada vez menos viradas para a vertente social, este tipo de projectos da comunidade e para a comunidade são muito importantes. A verdade é que o estado não pode,  não quer,  ou não consegue chegar a todos os que necessitam de apoio, logo, é muito dificil de entender que situações como estas aconteçam.

 

Não faço ideia quais serão as ideias de Rui Rio e da Câmara do Porto para aquele lugar, a maior parte das noticias que li ou ouvi fala de obras previstas, não diz que tipo de obras nem com que finalidade, sejam estas quais forem, de certeza que haveria outra forma de se resolver a situação, sem policia, sem confrontos e sem destruir pela base um projecto em prol da comunidade que deveria servir de exemplo não só para a cidade, como também para o país. 

 

 

Vídeo retirado do Blog do Projecto

 

Jorge Soares

publicado às 20:55


14 comentários

Sem imagem de perfil

De Cris a 19.04.2012 às 23:15

Ao estado não interessa que as pessoas tenham ideias e que consigam andar com as próprias pernas. E ainda por cima querem fazer passar as pessoas do projecto por criminosas e com segundas intenções. Já não se pode ser solidário, não se pode fazer coisas sem dinheiro, em regime de voluntariado, apenas porque se acredita em algo de bom, que lhes apontam logo o dedo a dizer que é vigarice. Eu digo (e a frase não é minha): as pessoas julgam as outras por aquilo que vêm ao espelho. E parece-me que aquilo que os senhores da câmara vêm quando se olham ao espelho é... está visto na comunicação social que continua a ser uma valente bosta, que não investiga como deve ser e não dá a informação factual, apenas a informação que as instituições lhes metem no...( não preciso de escrever pois não?)
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 22.04.2012 às 21:51

Olá Cris... pena que em lugar de tentarem ver o reflexo no espelho, os senhores da Câmara do Porto não tentem aprender com quem quer realmente fazer coisas.

Jorge
Sem imagem de perfil

De lagoa_azul a 20.04.2012 às 12:49

Olá Jorge,

Todo o lado tem duas versões, e nem todos os factos apresentados pelos lados correspondem à verdade absoluta, isto do que pesquisei sobre o assunto.

Contudo a camara tem muito mais poder que a associação, dai a prepotência na utilização da força para exercer a máxima do “quero, posso e mando, a vós restai-vos obedecer” e isso revolta, independentemente das ideologias politicas que cada lado defende, ou não.
O presidente da camara parece-me não ter sabido conduzir da melhor forma as negociações, isso é inegável.

Alegar a obrigatoriedade de pagamento de determinado valor de renda, constantes na lei, são falsos argumentos.
Na minha freguesia apoiam-se as associações precisamente na base de contratos de cedência de espaços, a título gratuito, como forma de apoiar no desenvolvimento, pois muitas vezes as camaras não tem, não querem ou mesmo não podem assumir componentes tao diversas, tais como a cultura, e tantas outras de caris social e desportivo.

Nestes casos a inexistência de rendas é uma forma de apoio, mas claro isto são formas de agir e de estar de gente séria e que encontra no diálogo formas de entendimento. Coisa que não vislumbro nesta atuação prepotente por parte da camara.

Bom fim de semana


Imagem de perfil

De Jorge Soares a 22.04.2012 às 21:54

Olá

Acredito que nem tudo sejam rosas de ambos os lados.. mas tentar ligar o despejo ao não pagamento de uma renda de 30 Euros por mês é no mínimo ridículo... que diferença podem fazer 30 Euros numa câmara como a do Porto?

É claro que a coisa foi pensada não pelos 30 Euros mas sim para se poder ter uma maneira de tirar de ali as pessoas, com um contrato mensal assinado, bastava dizer que não se renova....

A ver vamos o que fazem naquele lugar

Jorge
Sem imagem de perfil

De Portuga Sofredor a 20.04.2012 às 15:04

Só para recordar, que o povo do Porto, votou e escolheu PSD !
Sem imagem de perfil

De Cris a 20.04.2012 às 23:04

Eu faço parte desse povo e não escolhi PSD!!!!
Sem imagem de perfil

De Portuga Sofredor a 21.04.2012 às 05:35

Pois, parece que está em minoria...!
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 22.04.2012 às 21:55

Não percebi onde quer chegar... lá por alguém ter ganho as eleições não fica com mandato para a asneira e a prepotência

Jorge Soares
Imagem de perfil

De golimix a 20.04.2012 às 17:11

Ai... Jorge...
O estado a que as coisas chegam. O Estado que quer que as coisas não cheguem, ou alguns membros do Estado, sim, porque eu sou crente, crente nas pessoas e acho que ainda há muitas subaproveitadas, que ainda há muitas que querem e precisam de mudar. Só espero que esta atitude não tenha nada de discriminatório, porque sabemos o quão cruel é a discriminação.
Ouvi uma entrevista, na TSF, sobre o Bairro da Bela Vista, em que um jovem dizia que bastava dizer a um professor, na entrevista de início de ano, que era do Bairro Bela Vista para ser olhado de lado. Ele admitiu que o Bairro tem os seus problemas, mas que também não interessa olhar com olhos de se ver. Estarei enganada?
Sou crente, espero não estar redondamente enganada e só estar um bocadinho.
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 22.04.2012 às 21:57

Olá

Pois.. era bom que estivesses enganada... mas não estás, é claro que tudo isto tem a ver com discriminação... e interesses.. e política... tem a ver com tudo menos com o interesse da população

Jorge
Imagem de perfil

De Kok a 21.04.2012 às 17:48

Tão fortes com os fracos (neste caso mesmo com obra feita), e tão fracos com os fortes...
Para uns invoca-se a lei para actuar, para outros a lei tem omissões que não permitem actuar...
Diz um velho da minha rua: pqp a todos...

1 abraço!
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 22.04.2012 às 21:58

Ora nem mais.. é fácil bater no ceguinho.. complicado é bater em quem se consegue defender.

Abraço
Jorge
Sem imagem de perfil

De Mariana a 22.04.2012 às 17:14

eles nao sabem nem sonham.. ja dizia o poema. o projecto nao morre, vai continuar noutro lado
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 22.04.2012 às 21:59

Acredito e espero bem que sim... cá estaremos para o divulgar.

Jorge

Comentar post



Ó pra mim!

foto do autor



Queres falar comigo?

Mail: jfreitas.soares@gmail.com






Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D