Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




O que significa empreendedorismo?

por Jorge Soares, em 22.05.12

espírito empreendedor

Retirado de aqui 

 

 

empreendedorismo 
(empreendedor + -ismo

s. m.
1. Qualidade ou caráter do que é empreendedor.

2. Atitude de quem, por iniciativa própria, realiza ações ou idealiza novos métodos com oobjetivo de desenvolver e dinamizar serviços, produtos ou quaisquer atividades de organização e administração.

(retirado do Priberam)

 

 

Hoje encontrei o seguinte vídeo:

 

Não há pior cego que quem não quer ver, eu percebo o ponto de vista do Herman, quando temos tudo à mão, quando a nossa única preocupação é arranjar mais uma piada parva (ou não) para fazer rir o povinho... acreditamos que tudo é possível, até fazer nascer as oportunidades.

 

Toda esta história do empreendedorismo fez-me lembrar outros tempos, quando eu vivia num dos países com mais recursos no mundo e onde apesar disso ( ou se calhar por isso) a crise se instalou. Como não havia Euro a solução foi proibir a venda de divisas e desvalorizar a moeda.. de um momento para o outro deixou de haver bens importados, a economia parou completamente e uma enorme franja da população viu-se sem emprego e na miséria.

 

Como era um pais em que mais de 50% da população tinha menos de 25 anos a solução foi o empreendedorismo, em pouco tempo todos os passeios das principais avenidas da capital se encheram de gente que vendia tudo e mais alguma coisa, desde roupa a cassetes piratas, passando por comida, verduras e até pequenos serviços. Em todas as esquinas e semáforos havia gente com baldes e panos que insistiam em lavar os vidros dos carros, mesmo que estes tivessem sido lavados no semáforo anterior, por entre as filas de transito havia crianças a vender pensos, pilhas, rebuçados...

 

É claro que há sempre aqueles que sonham mais alto, aqueles para quem um lugar num passeio em frente a uma loja chique ou numa esquina qualquer, não é suficiente... esses arranjaram armas e montaram outro tipo de negócios bem mais lucrativos... os sequestros expresso por exemplo.

 

De certeza que não era destes tipos de empreendedorismo que falava o nosso primeiro ministro Passos Coelho, devia ser mais do tipo Cupkakes de que fala o Herman no vídeo... mas não restam muitas dúvidas que é para ali que caminhamos... resta saber quem no meio disto tudo fará o papel do Hugo Chávez português.

 

Jorge Soares

 

PS: Por certo, no vídeo alguém falava da prostituição como saída... não sei se sabem, mas na Holanda, talvez já a pensar no futuro e numa de empreendedorismo, alguém abriu uma escola para prostitutas ... 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:31


7 comentários

Imagem de perfil

De golimix a 22.05.2012 às 18:02

Ainda ontem falávamos ao jantar sobre empreendedorismo. Ter novas ideias, lançar-nos a uma empresa que crie novos postos de trabalho é de facto aliciante mas nesta altura arriscadíssimo. E aqui para o Norte dá ideia que o risco é ainda maior.
Ideias não faltam, falta talvez coragem e talvez uma boa forma de as aplicar.

Quanto ao Herman, não sei porquê não vou muito na sua onda.
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 22.05.2012 às 22:30

Ideias não faltam?... o amiga, não as queres partilhar.. é que eu estou numa de mudar de vida....

Jorge
Imagem de perfil

De golimix a 23.05.2012 às 08:23

Se te contasse as minhas ideias tinhas de pagar isto não é assim!!

Agora a sério tenho uma ou outra ideia que envolveria a comunidade e talvez uma ou outra instituição, aproveitando os recursos que temos, no entanto parece de execução difícil, a palavra "crise" diz-te alguma coisa?

Claro que abrir um MacDonald's seria mais fácil e talvez até lucrativo, mas não vai muito com os os meus objectivos.
Sem imagem de perfil

De Portuga Sofredor a 22.05.2012 às 18:27

Como posso ir na conversa deste marau ?

Frases Célebres de Passos Coelho Para Recordar

"Estas medidas põem o país a pão e água. Não se põe um país a pão e água por precaução."
"Estamos disponíveis para soluções positivas, não para penhorar futuro tapando com impostos o que não se corta na despesa."

"Aceitarei reduções nas deduções no dia em que o Governo anunciar que vai reduzir a carga fiscal às famílias."

"Sabemos hoje que o Governo fez de conta. Disse que ia cortar e não cortou."

"Nas despesas correntes do Estado, há 10% a 15% de despesas que podem ser reduzidas."

"O pior que pode acontecer a Portugal neste momento é que todas as situações financeiras não venham para cima da mesa."

"Aqueles que são responsáveis pelo resvalar da despesa têm de ser civil e criminalmente responsáveis pelos seus actos."

"Vamos ter de cortar em gorduras e de poupar. O Estado vai ter de fazer austeridade, basta de aplicá-la só aos cidadãos."

"Ninguém nos verá impor sacrifícios aos que mais precisam. Os que têm mais terão que ajudar os que têm menos."

"Queremos transferir parte dos sacrifícios que se exigem às famílias e às empresas para o Estado."

"Já estamos fartos de um Governo que nunca sabe o que diz e nunca sabe o que assina em nome de Portugal."

"O Governo está-se a refugiar em desculpas para não dizer como é que tenciona concretizar a baixa da TSU com que se comprometeu no memorando."

"Para salvaguardar a coesão social prefiro onerar escalões mais elevados de IRS de modo a desonerar a classe média e baixa."

"Se vier a ser necessário algum ajustamento fiscal, será canalizado para o consumo e não para o rendimento das pessoas."

"Se formos Governo, posso garantir que não será necessário despedir pessoas nem cortar mais salários para sanear o sistema português."

"A ideia que se foi gerando de que o PSD vai aumentar o IVA não tem fundamento."

"A pior coisa é ter um Governo fraco. Um Governo mais forte imporá menos sacrifícios aos contribuintes e aos cidadãos."

"Não aceitaremos chantagens de estabilidade, não aceitamos o clima emocional de que quem não está caladinho não é patriota"

"O PSD chumbou o PEC 4 porque tem de se dizer basta: a austeridade não pode incidir sempre no aumento de impostos e no corte de rendimento."

"Já ouvi o primeiro-ministro dizer que o PSD quer acabar com o 13.º mês, mas nós nunca falámos disso e é um disparate."

"Como é possível manter um governo em que um primeiro-ministro mente?"

Em lugar de emprenhar pelos ouvidos e influenciados pelos ladrões corruptos, que cada um use a sua própria capacidade de análise e tire as suas conclusões.
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 22.05.2012 às 22:32

Pois.... é o que eu ando a dizer desde que o senhor se candidatou.. pena que ninguém ouviu.

Jorge
Imagem de perfil

De DyDa/Flordeliz a 23.05.2012 às 12:53

Há meninos que fazem anos mas que se esquecem de crescer.
Podemos fazer piadas e até viver delas, mas há um tempo para tudo, até para - falar com seriedade.

Podemos ser empreendedores quando nos sentimos com o mínimo de proteção social. Não quando temos uma família para sustentar e vamos investir os parcos recursos (se existem?!) numa aventura que pode ter sucesso, ou não?!
A maioria dos desempregados ou nunca esteve empregado, logo não tem noção de mercado, ou sendo de idade superior aos 45 anos (e são numerosos) os encargos e responsabilidades familiares assumidos não se suportam com a exploração de um simples negócio de "cupkakes" pois para mais que isso é preciso capital, empréstimos, garantias…
É fácil mandar OUTROS investir, inovar, criar, quando ESSES têm segurança financeira de suporte, mas quando já se vive em limite de pobreza ou a sobreviver com migalhas que não chegam a ser de pão, ou há ajuda por parte da sociedade (governo) ou é lirismo estes discursos que não servem para encher barrigas vazias.
Não acho que devemos cruzar os braços.
Mas não aceito que nos mandem fazer omeletes se nos mataram as galinhas para venderem a carne.
Imagem de perfil

De energia-a-mais a 23.05.2012 às 20:46

não vi o vídeo Jorge, no entanto em Portugal a palavra empreendedorismo está mais relacionada com o típico desenrascanço, não? por cá os desenrascados conseguem safar-se bem melhor do que o empreendedor que seja sério...

Teresa

Comentar post



Ó pra mim!

foto do autor



Queres falar comigo?

Mail: jfreitas.soares@gmail.com






Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D