Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Enfermeiras trabalham por casa, comida e roupa lavada

 

Imagem do Público

 

Há uns dias numa conversa noite dentro numa pequena aldeia Alentejana discutíamos alternativas ao sistema económico em que vivemos, de um lado quem achava que mal por mal o sistema actual ainda é aquele que melhor garante que quem se esforça é recompensado, do outro quem achava que o sistema ideal é aquele em que não há a cultura do prémio e a produtividade é assegurada pelo interesse comunitário em que todos os indivíduos vejam satisfeitos os seus desejos e necessidades.

 

A coisa terminou em impasse quando o Paulo disse que o seu desejo era ter um Ferrari, que tinha direito a ter esse desejo e a trabalhar para ele... e do outro lado não nos conseguiram convencer de que a comunidade ia fazer o esforço para satisfazer o desejo do Paulo sem criar desigualdades.

 

Hoje lembrei-me dessa conversa quando li no Público que já há em Portugal quem se aventure país adentro a trabalhar a troco de casa, comida e roupa lavada.

 

É preciso ler a noticia para percebermos que na verdade as coisas não são bem assim, as duas enfermeiras idearam durante três meses um projecto de voluntariado que aproveita o abandono a que foi votado o o interior de um país que cada vez mais aposta no litoral,  para numa pequena aldeia de Miranda do Douro mostrar os seus serviços com a esperança de no fim serem recompensadas com um contrato que lhes garanta o tão desejado emprego.

 

Não sei se era a isto que se referia Passos Coelho quando falava nas oportunidades do desemprego, mas é de facto uma forma original de enfrentar a situação. Resta saber se as medidas a colocar em prática pela junta de freguesia de Atenor, assim se chama o lugar onde as duas senhoras decidiram assentar arraiais, serão suficientes para cobrir os salários das duas enfermeiras.... 

 

Acho a iniciativa de louvar, mas tenho sérias duvidas que ela sirva de exemplo para muita mais gente,.. é que com uma população cada vez mais envelhecida, médicos e enfermeiros terão sempre trabalho, mas duvido que isso seja válido para o resto dos milhares de jovens profissionais desempregados... 

 

Jorge Soares

 

PS: Gosta de boa Música?, experimente a First Class Radio ali na banda lateral do Blog

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:59


Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



Ó pra mim!

foto do autor



Queres falar comigo?

Mail: jfreitas.soares@gmail.com






Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D