Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Como se reduzem salários de miséria?

por Jorge Soares, em 05.06.12

A troika e os salários baixos

Imagem do Henricartoon

 

 

Somos o país com os salários mais baixos da zona Euro, mesmo na Grécia, após não sei quantos planos de austeridade, o salário mínimo continua acima dos 600 Euros. Além disso, em Portugal desde o reinado de Manuela Ferreira Leite no ministério das finanças, que os salários reais tem vindo a diminuir constantemente devido a anos seguidos em que a função pública teve aumentos zero ou quando os teve, estes foram abaixo da inflação.

 

Durante a semana passada foi notícia que ao abrigo de um dos programas de incentivo ao emprego, os centros de emprego estão a oferecer empregos para licenciados em diversas áreas com salários entre os quinhentos e os setecentos Euros.

 

Hoje, foi noticia que em Coimbra O Centro de Medicina de Reabilitação Rovisco Pais está a contratar enfermeiros a recibos verdes pagando 5,63 Euros à hora... valor bruto ao que haverá depois que retirar os descontos para a segurança social e o IRS.... calculando-se que o valor final após os impostos seja de cerca 3,5 Euros hora. Estamos a falar de enfermeiros.

 

Não tenho a certeza, mas acho que a senhora que vem cá a casa ajudar nas limpezas e no tratamento da roupa, recebe mais que 5,63 á hora... limpos, e com direito a férias, a décimo terceiro e décimo quarto mês.

 

Ou seja, vivemos num país em que as empregadas da limpeza ganham mais que os enfermeiros que tem um curso superior, especializações e até mestrados.

 

O mais incrível é que mesmo ante este cenário, há dias no intervalo das noticias sobre o futebol e a selecção, foi possível ouvir um senhor dizer que "a diminuição de salários não é uma política, é uma urgência, uma emergência".  Gostava de perguntar ao António Borges, como é que se consegue reduzir ainda mais os salários?.. será que ele acha que justo mesmo era estes enfermeiros trabalharem à borla?

 

Haveria que perguntar ao António Borges, ao governo e aos senhores da Troika, como se reduzem salários de miséria?

 

Jorge Soares

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:45


20 comentários

Imagem de perfil

De Dona das Chaves a 06.06.2012 às 00:43

Aiiiiiiiiiiiii!!!!
Aumento não sei o que é, desde 2009... aumento de ordenado diga-se... retrocesso de funções? Sei melhor que qualquer pessoa... ser enfermeira? Não tenho qualificações, faço-o nas urgências familiares, e com grande sucesso!!! Ser empregada de limpezas? faço-o por não ter alternativa! Parece que não são precisas qualificações, para tal tarefa... Não sei onde enfiar a escolaridade toda, e os curso todos que tenho... No entanto, eu gostava de saber quanto ganham e que qualificações têm algumas pessoas que utilizam os espaços que eu tenho de limpar... porque fico a pensar se é necessário estudar muito para se ser porco....
Jorge, desculpa a franqueza (não é por me tocar a mim, porque já antes eu pensava assim) as empregadas de limpeza, os homens que trabalham na recolha do lixo, e todas as pessoas que trabalham em funções similares, deviam ganhar muito mais. Lá porque não vão à universidade, na maior parte das vezes, são pessoas mais educadas e mais íntegras que muito licenciado que por aí anda... Não é nada fácil limpar o que os outros sujam. Não é fácil limpar sanitas cagadas, urinóis mijados, e pias vomitadas... Se para limpar isto, não são precisas qualificações, parece que muitas vezes quem deixa este rasto para limpar, tem as qualificações que tem um 1º Ministro por exemplo... Então quem devia ganhar mais? Não é fácil ir almoçar depois de fazer serviço deste tipo... eu já emagreci 5 kgs... e olha que em mim, é muito mesmo.
Concordo plenamente que os salários são demasiados baixos, para qualquer pessoa, licenciada ou não. As coisas não estão fáceis. Uma pessoa nas minhas condições, não pode fazer mais nada além da vida de casa-trabalho-casa. O ordenado, é apenas para a renda da casa, despesas e alimentação. Não posso, mesmo ter mais nada... a internet vou deixar de ter, quando eu desaparecer dos comentários ou do Facebook, é só porque estou mesmo off... roupa??? Se o carro se aguentar, quem sabe eu substituo as calças de ganga que já estão com remendos...
Tenho imensa pena, de todos os licenciados que têm que se sujeitar ao que descreves, mas a vida também não é fácil para as classes mais baixas. Viver só para trabalhar, é uma m-r--. Nesta idade, é assim que terei de viver, mas a conjuntura a isso obriga. Se quero continuar a ter a minha casa, terei de me adaptar, prescindir de coisas supérfluas, como internet, um livro muito de vez em quando, um copo com as amigas numa esplanada, uma ida ao cinema uma vez quando o rei faz anos! Não fiques preocupado, eu sobrevivo, como sempre que tenho de enfrentar dramas desta vida.

A vida está dificil! Se nos reduzirem os salários, morreremos de fome.

Xana
Sem imagem de perfil

De Cris a 06.06.2012 às 07:23

Ponto 1: As pessoas são de facto porcas. Às vezes pergunto-me se fazem o mesmo em suas casas. Se assim é, espero que nunca me convidem para lá ir. E tem razão: são as pessoas com mais habilitações que são mais porcas, se calhar porque nunca limpam e não sabem o que custa!

Ponto 2: Relativamente a livros, eu dizia para ir a uma biblioteca que desse para os trazer para casa, mas já percebi que não lhe sobra tempo para lá ir. Bom, eu não tenho muitos livros mas posso sempre oferecer algum, se lhe interessar, claro. Os livros são para ler e circular.
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 07.06.2012 às 22:59

Faço minhas as palavras da Cris, eu sei que a tua timidez te impede de te acercares... mas não deixo de fazer a oferta, cá em casa há muitos livros... que tenho todo o gosto em emprestar... deixa lá a timidez de lado.

Jorge
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 07.06.2012 às 22:54

Xana, todas as pessoas merecem o mesmo respeito, a comparação que eu fiz tem a ver com trabalhos mais ou menos qualificados..aliás, o termo que eu queria utilizar era Mulher a dias.

De resto, tu sabes que eu concordo contigo... e é pena que as pessoas não tenham o mínimo respeito pelo seu local de trabalho e pelos colegas que se encarregam de o manter apresentável.. as pessoas são porcas sim... a falta de civismo também faz parte dos motivos que levaram este país ao fundo..

Jorge
Imagem de perfil

De DyDa/Flordeliz a 06.06.2012 às 00:57



Se estiveres mesmo com ele, lembra-te de perguntar como é possível as empresas aliciarem jovens licenciados a custo zero, sem contrato, sem estágio, sem vínculo, sem nada de nada.

Para os ensinar e posteriormente fazerem parte dos quadros? Não! Não!
A trabalhar mesmo em tarefas de recuperação de dados e depois: rua.
As deslocações (gasolina, portagens e viatura) são a cargo do contratado, o almoço também e no fim do mês ZERO ordenado.

E agora perguntas: Porque aceitam os jovens?
Porque nas entrevistas pedem aos recém-licenciados, experiência.

Limpar o pó e cozinhar em casa não faz um Curriculum "de valor, e ficar entre 4 paredes pode ser uma tentação a um dia saltar da janela rumo ao infinito.

Vivemos neste momento num país de oportunismo puro e sem meios para retaliar, porque o que não aceita, vê o vizinho aceitar.

Antes estar ocupado e adquirir conhecimento, que ficar em casa a enlouquecer, mesmo sentindo a injustiça da situação.

E quem continua a pagar até para os filhos trabalharem de borla?
- Claro. Nós pais!
Sem imagem de perfil

De Cris a 06.06.2012 às 07:29

Isso é aviltante! Mas o problema é que não me parece que esse tipo de raciocínio se passe só no nosso país. Valores? Ética? Que é lá isso? Como diz a minha mãe: "a partir do momento em que surgiu a ética como matéria de estudo, ela deixou de existir...".
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 07.06.2012 às 23:01

Há coisas que não tem nome.... na empresa em que eu trabalho até os miúdos de 16 anos filhos dos empregados, que vão lá ajudar a arrumar a papelada no verão recebem o salário mínimo... mas há muita gente neste país que se aproveita da situação...

Jorge
Sem imagem de perfil

De Susana Carvalho a 06.06.2012 às 17:24

Acho que qualquer dia não haverá descontos feitos pelos patrões para efeitos de IVA, Segurança Social, etc... o ordenado passa a ir inteira e directamente para o Estado e pronto.
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 07.06.2012 às 23:02

Já faltou mais.

Jorge
Sem imagem de perfil

De Portuga Sofredor a 06.06.2012 às 18:20

http://www.youtube.com/watch?v=PU7Aajs3sTQ

A não perder .
Imagem de perfil

De golimix a 06.06.2012 às 18:48

De facto a não perder, e a não perder foram as eleições há poucos meses em que o senhor continuou a aquecer a cadeira e a dar-nos temas para blogues.
Alguém me explica, como? Como é que não se faz nada? Como se deixa esta mistelada do BPN ficar assim? Essa e outras mistelas mal explicadas e que abundam e fedem por aí...

Imagem de perfil

De Jorge Soares a 07.06.2012 às 23:06

Perguntas bem... quando encontrares as respostas não te esqueças de as partilhares
Imagem de perfil

De golimix a 08.06.2012 às 12:49

Respostas queríamos nós... mas o que me admira é sermos poucos a querê-las e procurá-las!
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 07.06.2012 às 23:04

Mas tudo isto saiu antes das eleições..e o senhor ganhou na mesma..e à primeira volta ... todo o mundo sabe que eu não gosto do gajo...deve haver umas dezenas de posts a denunciar estas e outras coisas.... infelizmente o povo é cego, surdo e mudo...

Jorge
Imagem de perfil

De golimix a 06.06.2012 às 18:38

Os enfermeiros que saem do país, e neste momento já não foram poucos, são os que fazem melhor. São bem pagos e valorizados, pelos vistos até são os mais procurados lá por fora uma vez que o ensino de enfermagem cá em Portugal, ao que parece, é dos melhores.

Sabes, passei por essa imagem do Henricartoon e achei uma excelente caricatura que ilustra a realidade, só que não é só da Troika que estamos a levar, é também de todos os senhores políticos promíscuos que circulam por aí.
Mas que faz o povo? Nix, népias, nadix, nicles picles... queixa-se, debate-se contra a vida e não luta por ela...
E é assim, este nosso país em que já não estamos virados para o abismo, demos finalmente o passo em frente!! E agora é ver o que se passa cá por baixo, bem no fundinho. E eu acho que só agora é que começaram a doer....
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 07.06.2012 às 23:07

O povo...sabes uma coisa, acho que a caricatura tem um defeito, o zé povinho devia estar com cara de prazer ...

Jorge
Imagem de perfil

De golimix a 08.06.2012 às 12:50

Começo a achar que sim...
Sem imagem de perfil

De Portuga Sofredor a 07.06.2012 às 15:14

Dec. Lei n.º496/80 de 20 Outubro

Os nossos governantes e a Troika desconhecem isto!!!!

Não tiveram tempo para consultar este decreto-lei uma vez que data de 1980.....

Como pode o Governo Central retirar os subsídios de férias e de Natal se o Decreto Lei nº. 496/80,o qual não foi revogado, no seu artº.17, diz que os mesmos são inalienáveis e impenhoráveis?

Faz a tua parte e divulga o máximo que te for possível.

*D. Lei n.º496/80 de 20 Outubro*

*Para que conste os subsídios de natal e de férias são inalianáveis e impenhoráveis.*

*É o que diz o decreto lei, e que eu saiba até ao momento a lei ainda não foi alterada.* *Divulguem pelos vossos contactos para ver se chega a quem deve.*

*Divulga o dl n.º496/80 de 20 de Outubro*

ESTES SENHORES COM ESTAS MEDIDAS ANDAM A APALPAR A NOSSA REACÇÃO. JÁ VIMOS QUE SÃO FRACOS COM OS FORTES E FORTES COM OS FRACOS, SE SENTIREM QUE OS FRACOS SÃO MESMO FRACOS, ENTÃO MEUS AMIGOS, ESTAMOS FEITOS E DEPOIS NÃO SE QUEIXEM.
É UM DIREITO INSCRITO NA CONSTITUIÇÃO QUE NOS ESTÃO A TIRAR E NO FUTURO AOS NOSSOS FILHOS.

POR ISSO: PASSEM E REPASSEM, VAMOS FAZER UM MOVIMENTO NACIONAL ANTES QUE NOS CORTEM ESTES SUBSÍDIOS PARA SEMPRE!!!!!!!!!!

Desculpem as letras grandes, mas foi assim da cópia !

Imagem de perfil

De Ssssstress a 07.06.2012 às 17:57

Há coisas que um simples mortal não tem capacidade para entender.
E não me estou a referir ao que o Sr. António Borges disse sobre os salários.
Nem ao facto de o Sr. Miguel Relvas dizer que fica contentíssimo porque encontra portugueses com grande sucesso fora de Portugal, e -pasme-se- porque nem não são futebolistas.
Nem ao facto de o Primeiro Ministro estar agradado com o facto de os portugueses serem um povo com muita paciência.
Estou a referir-me é ao facto de pessoas assim fazerem parte de um governo democrático.
E também ao facto de serem capazes de dizer as bacoradas que dizem e terem a lata de se justificarem com novas bacoradas e ainda por se sentirem muito ofendidos quando são postas em causa as suas decisões e desmandos!
E porque, apesar dos pesares não são responsabilizados pelos erros que cometem e continuam em funções, não percebo!
Talvez se eu fosse Deus, percebesse. Mas se até "o corpo de Deus" está em vias de acabar...
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 07.06.2012 às 23:12

É fácil de perceber... temos um povo ignorante, um povo que vota pela cor da camisola e não pelas ideias ou projectos... quem está no governo sabe que no fim não se passa anda, se não ganhar as próximas eleições ganham as seguintes e há sempre tachos para todos... é por isso que fazem o que querem

Jorge

Comentar post



Ó pra mim!

foto do autor



Queres falar comigo?

Mail: jfreitas.soares@gmail.com






Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D