Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Varela marcou o Golo da Victoria

Imagem do Público

 

Daqui a nada falo da roda dos enjeitados, mas .. dos outros enjeitados.

 

A julgar por alguns comentários ao meu post sobre o jogo contra a Alemanha, somos um povo de gente descrente,  tal como eu previa esta Dinamarca não está à nossa altura, apesar de uma vez mais  termos complicado e apesar de um Cristiano Ronaldo completamente desinspirado , conseguimos marcar três golos e ganhar. 

 

Hoje houve muito pouco Ronaldo, desinspirado, apático, perdido, falhou dois golos que para além de nos poderem ter dado a tranquilidade muito antes dos Dinamarqueses empatarem, em condições normais ele nunca falharia. Sempre achei que o maior erro do Scolari foi ter-lhe entregue a braçadeira de capitão. Havia na altura e há agora na selecção jogadores com o mesmo ou mais e autoridade e para Ronaldo era um peso a menos.

 

A juntar à pressão de ser o capitão, há que juntar a pressão normal que todos lhe colocamos em cima, porque é um dos melhores jogadores do mundo e queremos que o prove em todos os jogos,  que não tenha maus dias, que não tenha baixas de forma, exigimos que se necessário ele sozinho resolva... se a toda esta exigência juntarmos a longa época e a quantidade de jogos que ele já disputou, o resultado é o que se viu hoje. Muitas vezes parece que se exige do jogador que seja um super homem, uma máquina e esquecemos que afinal ele é humano e como tal tem direito a errar...  ok, eu sei, hoje ele abusou.

 

Mas se não há Ronaldo, há Varela, e Pepe, e Miguel Veloso, e  João Moutinho, e Nani  e todos os outros... 

 

A Holanda acaba de perder com a Alemanha, tal como eu também previ, vão jogar contra nós além de completamente desmoralizados, praticamente eliminados, o que nos pode facilitar as coisas.. mas nunca fiando.

 

A quem já dizia que não iamos a lado nenhum, que não tinhamos equipa, que era sempre a mesma coisa, tenham lá um bocadinho de paciência e deixem-nos gozar a festa até ao próximo jogo.

 

Jorge Soares

publicado às 21:37


8 comentários

Imagem de perfil

De energia-a-mais a 13.06.2012 às 22:21

boa! desta vez só não concordo contigo num ponto (também não posso facilitar não é?!) Eu não acho que o problema de Ronaldo seja a pressão que dizes que ele sente. Eu cá acho é que ele não se sente pressionado - nunca ninguém iria colocar o lugar dele em cheque, está garantido na seleção e já deu mais do que provas de que se está a marimbar para o que os adeptos (fãs ou menos fãs) dizem, ou seja, ele não se sente minimamente pressionado. Daí a apatia, o deixa andar, a desinspiração...
Já sei que me vais acusar de embirrar com o moço o que é absolutamente verdade!
Já quanto ao festejar até ao próximo jogo (pelo menos) não posso concordar mais!

Teresa
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 13.06.2012 às 22:59

O que me parece é que o CR na seleção fica sempre super inseguro. Na maior parte das vezes está em frente à baliza e atira a bola a outro para que outro faça o golo. Quando tem que encarar a baliza sozinho falha golos que à priori estariam no papo. Quando está ao serviço do Mourinho tal não acontece. Na seleção ele parece estar sempre em sofrimento, acho que quer agradar tanto aos portugueses que falha as coisas mais incríveis. E a cara dele quando os outros fazem golo é um misto de contentamento com desilusão, porque ele um dos melhores do mundo, na seleção quase nunca consegue marcar. Acho que ele está totalmente em stress coitado.
Sem imagem de perfil

De lagoa_azul a 13.06.2012 às 23:03

Olá Jorge,

Assumo desde já que considero e Cristiano Ronaldo excelente profissional e ponto.
O que sempre critiquei no menino é a sua falta de humildade e os ares de vedetismo que o assola, dai achar que ele acusa o peso de pensar que tem que carregar uma equipa, e não é bem assim, ele é bom jogador porque também lá tem os outros dez a ajudar que o seja.

E a prova do que afirmo é precisamente o jogo de hoje, uma equipa não é apenas o Ronaldo também lá tem os outros jogadores que são muito bons, e também sabem marcar golos e têm muita técnica.

Por isso é como dizes, vamos lá deixar a seleção jogar, aproveitar as vitórias e comemora-las, e aprender que os jogos também trazem derrotas.

Sem imagem de perfil

De Francisco Jarra a 13.06.2012 às 23:07

Hoje foi um dia não para o CR7. Penso que teve a haver com a pressão da comunicação social e em parte com o estado péssimo do relvado que condicionou a sua forma de jogar.

Queria aproveitar para agradecer à RTP pelo "óptimo" serviço público que tem prestado, sobretudo em relação à comunidade portuguesa e lusófona radicada no estrangeiro, pois o jogo de hoje não foi transmitido na RTP Internacional. Não é a primeira vez. Não me venham com essa dos direitos televisivos pois estamos a falar da selecção nacional e de um canal de serviço público com dinheiros do estado. Só no ano de 2011 gastou quase 300 milhões de euros, gasto este comparável à uma superprodução Hollywoodiana. Bom dia Portugal, Praça da Alergia, Portugal no Coração, 7 Maravilhas disto e daquilo.. Serviço público como este por mim pode muito bem terminar.
Viva Portugal!
Sem imagem de perfil

De António Manuel Dias a 13.06.2012 às 23:19

Eu devo ter visto outro jogo, pois naquele que eu vi o Ronaldo não jogou mal. Falhou dois golos de baliza aberta, é verdade. Mas fez duas ou três arrancadas que deixou os defesas dinamarqueses pregados ao chão, fez um passe de morte para o Hélder Postiga com o jogo ainda a zero, que este falhou inexplicavelmente, e outro passe para o mesmo jogador, minutos depois, que foi demasiado rápido para as pernas do Postiga.

Já agora, não se pense que estou a crucificar o Postiga -- o que até seria difícil, depois daquele excelente golo que marcou. O que quero dizer é que todos os jogadores falham, e todos acabam por acertar. A defesa também falhou nos dois golos da Dinamarca, como falhou no golo da Alemanha, e o Varela também falhou com a Alemanha e teve a sorte de falhar hoje, pois se tivesse acertado o primeiro remate provavelmente não teria feito o golo que desempatou o jogo. É isto o futebol e é por isto que é tão interessante -- o melhor jogador falha grandes penalidades e o pior marca golos de levantar o estádio, a melhor equipa tem maus dias e a mais fraca, num dia inspirado, ganha campeonatos (a Dinamarca é a prova disso). Se não houvesse falhas e os melhores ganhassem sempre, qual seria a piada do jogo?

Acham que o Ronaldo joga mal? Será que fariam melhor? E que tal apreciar o jogo, torcendo por Portugal e pelos nossos jogadores (se quiserem), mas com a noção de que é apenas um jogo, que no fim o mundo está igual e que para haver um vencedor alguém tem que perder?
Imagem de perfil

De DyDa/Flordeliz a 14.06.2012 às 02:08


Li o que escreveste. Li também alguns comentários aqui, e noutros espaços.

Se há gente a crucificar o CR, a verdade é que também há quem continue a levar o "menino" ao colo.

Falham todos os jogadores, é mais que certo e só quem é cego não vê. É normal. Afinal os da equipa adversária não foram passear durante 90 minutos ao parque de diversões.

Quem faz promessas ao vento, ou corre atrás dele, ou as faça em silêncio.

"Mas se não há Ronaldo, há Varela, e Pepe, e Miguel Veloso, e João Moutinho, e Nani e todos os outros"

VIVA A SELEÇÃO DE PORTUGAL!


P.S.: Quanto a exigir de um jogador que seja como uma máquina. Vi um programa em que alguém fez uns testes comparativos e parecia feliz com os resultados.
Só que ...lá está...não era num jogo a SÉRIO, a DOER e com seres pensantes a correr atrás dos seus calcanhares.



Imagem de perfil

De numadeletra a 14.06.2012 às 11:48

Só tenho um comentário a fazer:

VIVA!!!!
Sem imagem de perfil

De Marão a 14.06.2012 às 14:51

Peço desculapa , mas apetece-me recordar o que já tinha escrito aqui antes:

De Marão a 3 de Junho de 2012 às 08:48
Sem prejuízo de considerar que adoptamos e valorizamos demasiado o jogo da bola como bem de todos os males e receita de roleta para todas as curas, mantenho o que pensava antes da choradeira com Turquia, e que agora, fugindo a generalizado encharcar de lenços assumo aqui por escrito. Ao cair no bicudo grupo que lhe calhou em sorte, e pretendendo Portugal passar á fase seguinte, tem que se assumir desde já forte candidato á vitória final, que tendo equipa para se bater com toda a gente, deixar feras do próprio grupo pelo caminho pode ser meio caminho andado.
A este propósito recupero as minhas muito pontapeadas SEGUNDAS Bolas, escrito antigo que já tinha posto em qualquer lado:
Comentadores profissionais do jogo da bola, afinal não passam de primeiros especialistas em prognósticos no fim dos jogos. Dão-se ao luxo de antecipadamente descascar ao milímetro uma partida que ainda não foi, e depois, em cada lance ou canelada vão apalpando fragilidades e estatutos superiores virtuais, que acabando por ruir logo os faz mudar de discurso como quem passa a outro cigarro. Esquecem pacoviamente que é durante os 90 minutos que o pau vai e vem, mas nem se coçam com os disparos de rajada que lhes vão saindo pela culatra. A fazer fé em tais artes feiticeiras, até o tempo de jogo seria dispensável dada a ciência exacta que em profusão não se cansam de debitar.
No mundo dos futebóis, o topo do mérito vai inteirinho para o raio a bola, e o fundo pantanoso para a chusma palradora que se despista e atropela a cada apitadela. É vê-los durante uma partida a despejar sábias cuspidelas, onde não faltam sentenças de morte para quem lhes caia na parcial alçada, e quando o sentenciado e precoce moribundo se ergue para ganhar, sacam bruxarias da cartola com a destreza de carteirista, mudando num ápice o discurso sem avermelhar de vergonha.
Apanha bolas verdes de raiva, humilhem-se. Acrescentaria agora que já não há pachorra para aturar essa gente, que não sai de um discurso indigente do tipo, o que é que falhou para termos sofrido tanto e porque é que Ronaldo falhou por 2 vezes na cara do golo. Não há jogos fáceis e o importante é valorizar a vitória do colectivo, digo eu. Espero bem que depois de a custo terem engolido Postiga , levem com o Ronaldo nas trombas no jogo com a Holanda.

Comentar post



Ó pra mim!

foto do autor


Queres falar comigo?

Mail: jfreitas.soares@gmail.com






Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D