Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Damos um bigode

Imagem do Sapo 

 

Eu não gosto de me repetir, mas parece que vai ter que ser, tal como eu tinha dito aqui a seguir ao jogo com a Holanda, nós somos muito superiores aos checos.

 

Hoje demos um banho de futebol e mesmo com uma bola que teimava em não entrar, mesmo com um Cristiano Ronaldo que teima em acertar nos posts, 4 vezes em dois jogos, mesmo com um dos melhores guarda redes do mundo numa noite sim, mesmo com tudo isto, conseguimos ganhar e mandar a República Checa para casa.

 

Basta ver os comentários aos meus posts para perceber como havia tanta gente que desconfiava destes jogadores, deste treinador e desta equipa, acho que neste momento não restarão duvidas a ninguém, aconteça o que acontecer Portugal já está entre as 4 melhores equipas da Europa.

 

A seguir virá o vencedor entre a Espanha e a França, vi dois jogos da Espanha e um da França em que esta foi derrotada sem apelo nem agravo por uma equipa da Suécia que até já estava eliminada. Ao contrário do resto do mundo, eu não gosto do futebol desta Espanha, que quanto a mim se parece mais a uma equipa de Andebol que a uma de futebol, mas eles são campeões do mundo e campeões da Europa.

 

Se não acontecer nenhuma surpresa o próximo jogo de Portugal será com a Espanha, eu acho que temos futebol para eles, e sinceramente acho que todos os sonhos são possíveis....

 

A quem não gosta de futebol,  quem não gosta da atenção que se dá ao Euro, a quem não gosta que Portugal ganhe, tenham lá mais um bocadinho de paciência, mas vão ter que aguentar mais uns dias.

 

Jorge Soares

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:38


1 comentário

Sem imagem de perfil

De Marão a 23.06.2012 às 08:35

VAMOS ENTÃO REPETIR (Desculpem o lençol)

O burro até posso ser eu, mas não se percebe como é que a comunicação social dá voz a discursos azedos por razões que nesta ocasião a razão desconhece. Scolaris , Queirozes e Manueis Josés (ainda falta alguém?) são apresentados com receitas de veneno ou remédio quando deveria imperar a tranquilidade que se deseja. Eles não têm culpa quando lhes atiram com o microfone para a frente á procura de efeitos complicadores. Apesar de tudo mais suportável que o desfile de autocarros e aviões para alimentar o que esses pasquins fazem de nós. Parolos.

Ao cair no bicudo grupo que lhe calhou em sorte, e sendo legítima a pretensão Portuguesa de passar á fase seguinte, não é despropositado assumir a pretensão, que não o favoritismo, de se constituir como artilhado candidato á vitória final. Tendo equipa para se bater com qualquer um, deixar feras do próprio grupo para trás pode ser meio caminho andado. Os críticos doridos não tem culpa de lhe porem o microfone á frente para debitar muito fel acumulado, que nesta ocasião só pode ser por intencional má fé para agitar e entornar corrosivos venenos, tendo Humberto Coelho feito mal em responder alimentando a corrente. Havendo todo o tempo do mundo para formular reparos e críticas, é destemperado e nocivo arremessá-las quando é tempo de ir a jogo.

Após um desempenho Português digno de registo perante uns Alemães em sentido, e a que só faltou a tal estrelinha, de lamentar que praticamente em todos os canais e recantos de maldizer os comentadeiros especialistas do costume tenham entrado de imediato na coutada preferida da caça ás bruxas. Com régua, esquadro e lupa de catar piolhos. Piolhosos .

Deixem-me pregar um rodapé. Não houve bicho careta de entre os especialistas da bola falada que não pretendesse fazer de Paulo Bento saco de pancada e pião das nicas , com Ronaldo pescado á primeira para aconchegar as febres da má língua A fazer fé nesses labirínticos defensores da livre crítica, que em empurrada autodefesa confundem com reles baboseiras, só Paulo Bento e seus rapazes tinham que encaixar todo o rol de calinadas e delírios mentais sem reagir e sem poder criticar também. Queiram os cientistas cúbicos fazer o favor de não exigir á nossa gente que principalmente tem que jogar futebol, que seja exímio no jogo das palavras, que até por aí mesmo correm o risco de levar um bigode. O Seleccionador até teve a hombridade de referir que só falaria sobre o que lhe vai na alma no final da prova, tendo-se até agora limitado a uns encontros de ombro e umas bolas para canto. Quando tinha toda a legitimidade para saltar em cima de muita gente á pura sarrafada.

O que o futebol não pode ser, é tanto uma nuvem que apague a nossa consciência cívica, um turbilhão que afogue tudo á sua volta, nem uma desculpa para toda as maleitas que nos afligem e que não ousamos enfrentar.
O mal está quando perante a miséria alheia fazemos chalaça, se aproveitamos para bater em alguém quando está caído, ou quando com a mesma facilidade encobrimos um vigarista, ou ajudamos a perseguir um inocente.
Não menos chocante se cobardemente nos perfilamos obedientes perante os poderosos.
Há gente que para estar feliz não precisa que a vida lhe corra bem, basta que corra mal ao próximo. Continuamos a andar por cá, sorrateiramente culpados de nada.
O futebol como a bebida não prejudicam a saúde se não virarem bebedeira mórbida.
Não havia por exemplo necessidade de ter passado quase despercebida a vitória de um Português na volta civilística de outro país, tanto mais que nunca tal tinha acontecido.

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



Ó pra mim!

foto do autor



Queres falar comigo?

Mail: jfreitas.soares@gmail.com






Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D