Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




O perfume daquela rosa... again!

por Jorge Soares, em 10.04.08

Rosa


Há coisas na vida que nos marcam, às vezes basta uma palavra, um sorriso, um silêncio, há uns tempos atrás, uma amiga muito querida fez um comentário aqui no blog, que acendeu uma chama, no dia a seguir, o post foi este... .. enviei este post para a RDP,.. foi escolhido para leitura e vai ser publicado .. na revista do publico..... este blog... começa a fazer sentido.

O perfume daquela rosa.


Tínhamos ido ao cinema, deviam ser umas 20 horas quando deixamos o autocarro na avenida e nos dispusemos a subir os trezentos metros da rua até a tua casa. Era uma rua estreita com casas antigas alinhadas de ambos os lados. Em algumas das casas havia um pequeno jardim entre o passeio e a porta de entrada, como tantas vezes, paramos em frente da casa da roseira.

 

O meu instinto apurado fez-me reparar nos dois homens que se dispunham a subir a rua pelo mesmo passeio donde estávamos, estavam longe, quase na avenida de donde vínhamos. Era a ultima vez que estávamos juntos, rapidamente me centrei naquela flor, uma rosa perfeita e com um aroma tão intenso que o podíamos sentir desde o passeio, subi ao muro e dispus-me a cortar a flor. Como de todas as outras vezes disseste que eu estava louco e quiseste deter-me, mas desta vez não te dei ouvidos, era a ultima vez que estávamos juntos e eu queria roubar aquela flor para ti.

 

Desci do muro, tentavas parecer chateada, ....... o brilho dos teus olhos ao receber a flor denunciou-te......de repente lembrei-me, os dois homens, quando me voltei para ver donde estavam,  correram.....e ouvimos aquele grito:

 

-Não se mexam!

 

Pela minha mente passaram muitas coisas, correr, gritar, de certeza que os vigiliantes do predio donde vivias nos ouviam se gritássemos, mas aquela arma apontada para nós foi muito mais forte que tudo isso.

 

-Não se mexam!....e dêem-nos tudo o que tenham!

 

Entreguei o meu relógio - Não tenho mais nada!

 

- A carteira, dá-me a carteira!, -gritou o outro homem.

 

Entreguei a minha carteira e quando ia dizer - Deixem-me os documentos Já eles tinha arrancado a correr em direcção ao bairro.

 

Era o último dia que estávamos juntos e ali estávamos os dois  a olhar para o sítio por donde eles tinham desaparecido, eu com ar de embasbacado e tu com um ar muito assustado e rosa esquecida na mão.

 

Quando finalmente te passou a impressão, desataste a falar, ....que a culpa era daquela rosa, que não devíamos ter parado para roubar a flor, que éramos um par de tontos e por isso aquilo tinha acontecido.........

 

A verdade é que dei por bem empregue o susto e o pouco que eles tinham levado, o brilho dos teus olhos ao receberes aquela flor valeu por tudo isso e muito mais.

 

No Sábado seguinte apanhei aquele avião e não nos voltamos a ver, 20 anos depois não me consigo lembrar de absolutamente nada dos assaltantes, mas consigo ver perfeitamente aquela flor, consigo recordar o seu aroma intenso, e nunca esquecerei o brilho dos teus olhos naquele momento.


 

Amiga, obrigado!

 

Jorge

PS:imagem retirada da internet


Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 23:10


14 comentários

Sem imagem de perfil

De xana a 11.04.2008 às 00:07

Huuuum, tenho um mail de uma editora à caça de novos talentos ;)... vou-te enviar, acho que te deve interessar!
beijinho ;)
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 11.04.2008 às 20:24

Olá

Engraçadinha.... ouve lá..que eu saiba, quem costuma publicar trechos de um livro.... não sou eu!

Beijinhos olhos lindos
:-)
Jorge
Imagem de perfil

De Teia d´Aranha a 11.04.2008 às 09:43

Muitos parabéns! Mais uma conquista! Tu chegas lá... :-) O texto merece esse destaque todo, pois é mesmo lindo!

Passa no meu blog... há lá presentes ao pontapé... perdi a cabeça!

Bjo
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 11.04.2008 às 20:25

Olá dona Teia

Obrigado por tão simpáticas palavras.

Já lá fui :-)

Beijinho
Jorge
Imagem de perfil

De Júlia a 11.04.2008 às 10:37

Olá Jorge.
Escreves de forma tal que consegues preencher a minha alma. Lindo.
Que bom que é recordar os bons momentos da vida.

Bjs.
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 11.04.2008 às 20:27

Olá

.......... o que dizer?

Obrigado.... muito obrigado por tão simpáticas palavras.... fiquei sem jeito :-)

Recordar é viver.

Beijinho
Jorge
Sem imagem de perfil

De S@rit@ a 11.04.2008 às 12:18

Jorge,
Só tenho uma palavra... LINDO! Confesso que fiquei arrepiada, e enquanto lia estava a visualizar a cena... ADOREI!
Bjs
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 11.04.2008 às 20:29

Olá

Bom...... acho que vou ter um sorriso de orelha a orelha durante uns dias......

Obrigadoooooooooooooooooooooooooo.., obrigado por tão simpáticas palavras.

Beijinho
Jorge
Sem imagem de perfil

De Crisálida a 11.04.2008 às 13:01

Esse é maravilhoso e merecia mesmo BIS! :-)

beijos
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 11.04.2008 às 20:30

Olá Lu.

Obrigado amiga..... :-)

Beijinho
jorge
Imagem de perfil

De Sofia a 11.04.2008 às 13:08

Olá!!

Está muito, muito bonito. De uma sensibilidade fantástica.

Parabéns pela conquista e continua...quero ver mais textos destes por aqui ;)

Beijinho*
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 11.04.2008 às 20:34

Olá romântica

Olha que vindo de ti...isso é um elogio e peras...

Queres?... hum..... vou pensar no assunto.... já volto ;-)

Beijinho princesa.

Jorge
Sem imagem de perfil

De Paulinha a 12.04.2008 às 21:50

Ainda bem que alguém acendeu a chama que andava apagada, valeu a pena!

beijs
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 12.04.2008 às 22:30

Olá amiguinha

:-))))))))))))

Pois, se tu achas... tá dito!

Beijinho
Jorge

Comentar post



Ó pra mim!

foto do autor



Queres falar comigo?

Mail: jfreitas.soares@gmail.com






Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D