Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




A austeridade é uma pescadinha de rabo na boca

por Jorge Soares, em 09.09.12

Basta de austeridade

 

 

Li algures por aí que depois daquela comunicação ao país o Primeiro ministro disse no seu facebook que "os sacrifícios ainda não terminaram", ou seja, para além de ter conseguido a proeza de pela primeira vez desde o 25 de Abril fazer descer o salário mínimo nacional, Passos Coelho mostra que não aprendeu nada nos últimos dois anos.

 

A justificação para a necessidade destas medidas vem do decréscimo das receitas de impostos que aconteceram pela diminuição do poder de compra dos portugueses afectados pelas medidas de austeridade implementadas por este governo. Evidentemente (quase) qualquer palerma percebe que não é com mais austeridade que isso vai mudar, bem pelo contrário, se a economia já estava retraída devido aos cortes nos salários e subsídios, mais cortes só vão fazer que a economia se retraia ainda mais, o que por sua vez fará com que as receitas recaudadas em impostos diminuam ainda mais .. o que pela lógica deste governo levará inevitavelmente a mais austeridade, que por sua vez levará a mais diminuição, que por sua vez... 

 

Ou seja, as medidas de austeridade aplicadas por este governo são uma pescadinha de rabo na boca que em lugar de nos tirarem da crise, nos levam a todos os portugueses por um caminho que inevitavelmente nos levará à miséria.

 

Diz o Primeiro ministro que estas medidas servirão para aumentar a produtividade das empresas, a questão que se coloca é, tendo os trabalhadores portugueses uma diminuição real dos seus salários em mais 10% a somar ao seu já baixo poder de compra, quem irá ter dinheiro para comprar esse excesso de produtos que as empresas terão capacidade de produzir?

 

De que serve às empresas serem mais competitivas se não haverá no mercado quem tenha dinheiro para comprar os seu produtos... é claro que as empresas que se dedicam à exportação serão mais competitivas, mas qual é a percentagem de empresas portuguesas que produz para exportação?

 

No inicio da semana alguém do CDS dizia que na reunião com a  Troika iria deixar claro que o país não aguentava mais impostos.. onde andam esses senhores do CDS neste momento? Onde anda o Passos Coelho que justificou o veto ao governo do PS porque a austeridade não podia ser o caminho?

 

Quando diremos basta a todo este desastre? ... 

 

 

Jorge Soares

publicado às 22:16


17 comentários

Imagem de perfil

De poetazarolho a 09.09.2012 às 22:42

“Amigos”

Amigos os sacrifícios
Ainda não terminaram
Amigos dos sete ofícios
Por onde é que andaram

Amigos de Portugal
Eu sou apenas um amigo
Não faço isto por mal
Só me preocupo contigo

Amigos esta lição
Que a aprendam também
Antes de irem à dispensa

Amigos do coração
Isto é p’ro vosso bem
A austeridade compensa.

http://profetablognot.blogs.sapo.pt/
Imagem de perfil

De miilay a 09.09.2012 às 23:52

Amigo ,eu subscrevo o que escreveste e digo mais ,fico angustiada quando penso nos meus filhos, netos e nos jovens! O que ainda estará para vir? O Presidente da República não estará cá???'
Um abraço
miilay
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 12.09.2012 às 23:19

Angustia.. é mesmo isso, muita angustia..

O presidente da República? pois, acho que emigrou.. pelo menos não tenho ouvido falar que continue por cá.... deve estar a contar os tostões da reforma.

Jorge
Imagem de perfil

De poetazarolho a 10.09.2012 às 00:26

“Inferno fiscal”

Já que brincam c’o fogo
Uma coisa eu vos direi
Antevejo um só epílogo
Bem quente p’lo que sei

A equidade é no inferno
Onde todos possam arder
Pois chegado o inverno
Não haverá o que comer

Fala-vos a voz da razão
A fome por conselheira
Não é bom instrumento

Falta o gás para o fogão
Acende-se uma fogueira
É chegado o momento.
Imagem de perfil

De DyDa/Flordeliz a 10.09.2012 às 02:29

Não há muito tempo lembrávamos que os casamentos diminuíam e davam lugar a uniões de facto.
Hoje meu caro, nem isso, nem isso conseguem fazer os jovens.
Vivem de favor em casa dos pais. Sem emprego, sem perspectivas, sem coragem para se aventurarem numa união, seja ela de facto, casamento, ou partilha de despesas pois cada mês que passa, a passada é à retaguarda.
Filhos? Só por acidente!...

Isto não é governar. É delapidar.

- Sinceramente: assim, até nós seríamos capazes de roubar dinheiro para encher caixas. Não é preciso ser inteligente. O que é preciso é não ter um pingo de respeito. E eles não têm!

Governar: é fazer gestão. É ponderar. É inovar. Orientar. Apontar soluções.

O que estão a fazer é esconder a mão atrás das costas enquanto nos obrigam a despojar-nos até da dignidade e fiquemos à mercê.
Não tarda, mandam-nos como rebanhos de ovelhas monte acima para depois de nos encontrarmos num ponto bem alto nos empurremos uns aos outros na luta por um naco de pão.

BASTA dizes TU.
BASTA dizemos NÓS

É hora de dizer BASTA e bater o pé, mais não seja, no cú desta cambada de vendilhões que nos apregoaram o céu e nos atiraram sobre as costas com a cruz dos pecados que ELES cometeram.

Dida

Imagem de perfil

De Jorge Soares a 12.09.2012 às 23:21

Infelizmente amiga, quer-me parecer que ainda não aprendemos nada... porque para além de muitas palavras no facebook, não vejo mais que resignação em quem nos rodeia....

Isto vai continuar... infelizmente

Jorge
Imagem de perfil

De Kok a 10.09.2012 às 12:11

Dizes (e bem) que qualquer palerma percebe...
Conclui-se então que ele é palerma mas não um qualquer!
Não sei se vão mesmo ser aprovadas estas medidas; não é que tenha dúvidas mas tenho uma réstia de esperança...

Dizer basta já não chega. Mas de entre as perspectivas que se vêem eu não distingo qual a menos má, porque todas me parecem pouco credíveis!
Precisarei de ou mudar de óculos ou mudar de cabeça!

1 abraço!
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 12.09.2012 às 23:23

achas que não vão ser aprovadas?... amigo, eles tem maioria..e o Cavaco é um ser ausente que diz amém a tudo o que lhe chega.. como queres que seja chumbado?

Jorge
Sem imagem de perfil

De Ricardo a 10.09.2012 às 13:50

Basta não. Têm que pagar o que o Sócrates roubou. Em 2008 a magrita bem avisou que isto ia acabar mal, mas chamaram-lhe "a profecta da desgraça" e ninguém lhe deu ouvidos, Uma vez entregues nas mãos dos credores, agora aguentem. Os credores não brincam em serviço e têm que, primeiro pagar os desvarios socialistas, e só depois é que volta a haver festa.
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 12.09.2012 às 23:24

O Sócrates?.. por acaso o PSD não foi governo antes?.. explique-me lá em que é que os governos do PSD foram diferentes do do PS?
Sem imagem de perfil

De Sandra Cunha a 11.09.2012 às 01:50

Tendo consciência que uma manifestação não vai resolver o problema e que é o início de um processo e não um fim, eu vou gritar Basta! já no próximo sábado dia 15 de Setembro:

http://www.facebook.com/events/402643499798144/?ref=ts
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 12.09.2012 às 23:25

Veremos quantas pessoas estarão na manifestação...esperemos que muitas, aver se alguém acorda para a realidade.

Jorge
Sem imagem de perfil

De Sandra Cunha a 12.09.2012 às 23:33

pois...
Sem imagem de perfil

De Linda a 11.09.2012 às 15:56

:(
Aqui entre nós; Até me custa aceitar que aquele "anormaloide" é meu conterrâneo, meu comtemprêneo... Enfim, estamos etregues aos bichos.
Beijinho
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 12.09.2012 às 23:26

Olá amiga

O anormalidade é um político, um dos piores que eu já vi... e eu fartei-me de avisar antes das eleições, infelizmente a minha voz é baixinha.

Jorge
Imagem de perfil

De golimix a 12.09.2012 às 17:28

Parece que anda pouca gente com vontade de dizer basta! Afinal nós é que se calhar andamos a ver mal...


Raios!!! Raios!!
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 12.09.2012 às 23:27

Pois.. eu já começo a achar que devo estar a ver coisas, porque não vejo ninguém muito ralado..

Comentar post



Ó pra mim!

foto do autor



Queres falar comigo?

Mail: jfreitas.soares@gmail.com






Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D