Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Como se educam crianças com fome?

por Jorge Soares, em 16.10.12

um país que dá isenção de impostos à igreja e não aos colégios e faculdades quer formar crentes e não estudiosos!

Imagem de aqui 

 

É mais uma daquelas noticias que se enquadrará naquele Custe o que custar de Passos Coelho, segundo o Correio da Manhã na escola EB1 número 2 da Quarteira, uma criança foi impedida de almoçar na cantina escolar porque os seus pais ainda não tinham pago os cerca de 30 euros da mensalidade da alimentação.

 

A criança de 5 anos terá ficado sentada a ver os colegas almoçar,  tendo a direcção da escola impedido uma das funcionárias de pagar a refeição da criança do seu própiro bolso.

 

Eu juro que tento, mas não consigo entender qual a lógica de uma medida destas, haverá de certeza outras formas de obrigar os pais a pagar as refeições sem exercer uma violência deste tipo sobre uma criança. Como é que alguém que consegue deixar uma criança de 5 anos a passar fome na escola pode ser responsável pela gestão de uma escola? Se fossem os pais a deixar a criança sem almoçar em casa o caso seria motivo de queixa á comissão de protecção de menores, sendo a directora de uma escola ficará simplesmente impune?

 

É a pessoas destas que entregamos todos os dias os nossos filhos?  Já há neste momento na Internet uma petição a exigir o afastamento de Conceição Bernardes directora do agrupamento de escolas Dr.ª Laura Ayres, em Loulé... mas é mesmo necessária uma petição, será que não há alguém no ministério da educação que olhe para estes casos e veja que isto não pode acontecer?

 

Será que deixar crianças a passar fome faz parte das novas regras da Troika, como se educam crianças com fome?

 

Jorge Soares

 

Update: Parece que há muita gente com dúvidas sobre a veracidade da notícia,   a versão da directora do agrupamento pode ser vista aqui. Não é suficiente para eu mudar de opinião sobre a atitude tomada: não deixar que uma criança de 5 anos coma junto das outras crianças como forma de represália aos pais por estes não pagarem a dívida é imoral e incompreensível. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:03


38 comentários

Sem imagem de perfil

De Mini_Saia a 16.10.2012 às 22:47

De facto isso é de uma violência extrema.
Assinei a petição, vou divulgá-la! Essa mulher não é digna de estar à frente de uma escola.
Sem imagem de perfil

De Zé carlos a 17.10.2012 às 19:06

http://www.esla.edu.pt/joomla17/images/comunicacaoescolafamilian5.pdf
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 18.10.2012 às 22:38

Tal como já disse, isto não muda a minha opinião, nada justifica que se castigue uma criança por uma asneira dos seus pais, haveria de certeza outra forma de obrigar os pais a pagarem

Jorge Soares
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 18.10.2012 às 22:34

Olá

Concordo, quem toma decisões destas, quem utiliza as crianças desta forma, não pode estar à frente de uma escola.
Imagem de perfil

De sueamado a 19.10.2012 às 09:39

Também assinei a petição, sobretudo porque sou mãe e porque sendo a diretora uma mulher, ainda se torna mais incompreensível. Que falta de sensibilidade e de respeito pelas crianças, as mesmas que lhe permitem um trabalho que pelos vistos desempenha muito mal!
Sem imagem de perfil

De José A a 16.10.2012 às 23:02

Isto é mentira... só pode ser mentira. Não acredito que alguém faça um CRIME desta natureza.
Só pode ser mentira...
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 18.10.2012 às 22:39

A noticia não era exacta, mas não era mentira,a criança ficou sem o almoço e comeu uma sandes ... não deixa de ser um castigo para ela que não tem culpa nenhuma.

Jorge
Sem imagem de perfil

De José A a 18.10.2012 às 23:22

Tenho de pedir desculpa pelo meu comentário irónico. É claro que sabia da veracidade da notícia e nunca me passou pela cabeça lançar dúvidas sobre este ou outro post deste blog. A minha ironia foi muito simplesmente perante a trágica e desumana atitude de alguém que deveria proteger uma criança e não o fez. O meu comentário foi apenas de revolta e de nem querer acreditar que existem pessoas destas...
Mais uma vez, as minhas desculpas.
Um abraço.
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 18.10.2012 às 23:31



A minha resposta fez-te pensar que eu tinha ficado chateado com o teu comentário?

Não fiquei, palavra de honra, é verdade que não percebi a ironia, mas de modo algum fiquei chateado, simplesmente pensei que não acreditavas mesmo.

Não tens que pedir desculpa.. eu é que peço se a minha resposta foi rispida

Abraço
Jorge Soares

Sem imagem de perfil

De p.a. a 17.10.2012 às 10:09

Agora estou a tentar relacionar o post com a imagem que o acompanha e não encontro o fio da meada...
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 18.10.2012 às 22:41

Tem razão.. na altura foi a que me encontrei... mas não deixa de ser motivo para se pensar.

Se calhar com todo o dinheiro que o estado dá à igreja, nenhum pai teria que pagar nenhuma refeição e este caso não teria acontecido... serve?


Jorge
Sem imagem de perfil

De Cristina M. a 17.10.2012 às 11:02

Parece-me mais uma história mal contada.
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 18.10.2012 às 22:41

Era mesmo... mas não deixa de ser grave que se castigue uma criança pelo que fizeram os pais.. eu continuo a achar errado.
Sem imagem de perfil

De DH a 17.10.2012 às 11:23

Olá Jorge.
Eu hoje não devia ter vindo à internet. A minha irmã publicou no facebook (eu partilhei) a história de uma adolescente vítima de ciberbullying. Agora isto.
Não consigo acreditar que seja possível deixar uma criança de 5 anos a ver os amiguinhos almoçar e ela ser impedida de o fazer. Não consigo acreditar...
Estou
Beijinhos
Dulce
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 18.10.2012 às 22:42

Olá

Pois, parece que não foi bem isso, mas quase.

Jorge
Sem imagem de perfil

De Gonçalo a 17.10.2012 às 11:54

Tudo isto é uma treta.
Se se abrir sequer a possibilidade de não haver consequências quando alguém não paga o serviço (seja ele qual for), quantos restarão a pagar?
E se não houver receitas por essa razão, acaba o serviço. Aí, não será um a sofrer consequências. Serão todos.
O procedimento aparentemente seguido é o correto. As crianças/alunos cujos pais foram negligentes são mantidos à parte e é-lhes dado uma sandes e fruta. Nada de fome. Nessa noite os pais têm conhecimento do facto e no dia seguinte exercem as suas responsabilidades.
Note-se que o custo das refeições são proporcionais aos escalões sociais. Sendo até gratuita para uns.
A responsável Conceição Bernardes procedeu bem e em conformidade. O meu voto na petição para louvar o seu procedimento. Só assim salvaremos uma sociedade que, para dar tem de ter...
Sem imagem de perfil

De DH a 17.10.2012 às 16:08

Caro Gonçalo,
Percebo o que quer dizer. Mas negar o almoço (uma refeição quente a meio do dia) a uma criança de 5 anos cujo entendimento sobre o que se está a passar é quase nulo é de uma desumanidade intolerável.
Tem que haver outro tipo de procedimentos que não passem pela humilhação de uma menina de 5 anos frente a todos os colegas (o que a mim me parece ainda mais grave do que a falta do almoço).
Dulce
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 18.10.2012 às 22:43

Ora nem mais.. é isso mesmo, 100% de acordo.

jorge
Imagem de perfil

De sueamado a 19.10.2012 às 09:44

Caro Gonçalo, é homem já percebi, jovem também provavelmente. terá filhos? espero que não, porque essa rispidez não se aplica a crianças, que até poderão ser filhos de quem os não cuida convenientemente, é verdade sim que haja quem não assuma os seus compromissos financeiros para ir a cafés... blá,blá,blá, mas por acaso já reparou no dinheiro que se esbanja país fora, que se dá aos que menos precisam? 30 euros?? e não haveria outra forma de penalizar os pais? teve que ser ao elo mais fraco?? É uma criança, for goodness sake!
Sem imagem de perfil

De Zé carlos a 17.10.2012 às 19:07

http://www.esla.edu.pt/joomla17/images/comunicacaoescolafamilian5.pdf
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 17.10.2012 às 23:51

A NEGLIGENCIA DOS PAIS É RESPONSAVEL POR ATOS COMETIDOS, COMO ESTES.É PENA SEREM AS CRIANÇAS AS VÍTIMAS. A MÃE É QUE MERECE SEM DUVÍDA SER PUNIDA . COITADINHA DA DESMASELADA ACURDOU AGORA!. ONDE ESTAVAS CARACOL QUANDO RECEBESTE OS AVISOS? A DORMIR? REALMENTE POBRE CRIANÇA.
Sem imagem de perfil

De JotaB a 17.10.2012 às 23:39

Há quem continue a querer ver os portugueses a mendigar uma malga de sopa, para ter o supremo despotismo de a recusar.
Para esses, essa “educação”, deverá começar bem cedo, na escola.

http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=R_BWnhGK1wc

Isto não é um país, é um esgoto!
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 18.10.2012 às 22:43

Ainda não, mas para lá caminha a passos largos
Imagem de perfil

De energia-a-mais a 18.10.2012 às 00:00

Não tem justificação. Ainda que fosse mais dinheiro em dívida e não uns 30€ haveriam por certo outras formas de obrigar os pais a pagar. Na escola do meu mais velho, falando de crianças mais velhas portanto, (EB2/3) sempre que uma criança apresenta dificuldades na compra da senha da refeição as funcionarias tentam logo saber o porquê e se sabem que a questão é financeira, a criança pode comer sem pagar, os pais são chamados e tenta-se resolver as coisas de modo a que nunca nenhuma criança fique sem almoço completo! além disso, para TODAS as crianças existe um lanche de leite gratuito e pão com manteiga (0,15€) a meio da manhã e a meio da tarde. Mas suponho que isso tenha a ver com a gestão de quem está à frente das escolas e portanto a única coisa que se me oferece dizer sobre a tal diretora é que se demita se não é capaz de gerir nem as refeições escolares

Teresa
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 18.10.2012 às 22:45

Nem mais... quem utiliza as crianças como forma de gestão não pode ser responsável.

Jorge
Imagem de perfil

De sueamado a 19.10.2012 às 09:46

Num qualquer país civilizado, já estava na rua. Aqui?? Vai dar em nada...
Imagem de perfil

De golimix a 18.10.2012 às 18:36

E teria sido necessário a dívida chegar a este extremo?

Há uns anos ameaçaram por uma lista na entrada da Escola com o nome dos pais devedores (numa Escola que conheço), e era ver como as dívidas foram sendo pagas!

Imagem de perfil

De Jorge Soares a 18.10.2012 às 22:46

É claro que não, a mãe é tão culpada como a escola.. mas o que está em causa aqui é a utilização e o castigo à criança pela irresponsabilidade dos pais.

Jorge
Imagem de perfil

De golimix a 19.10.2012 às 08:35

Nós ouvimos a notícia dada de forma diferente, a minha meia maça ouviu na TSF, tal como descreves aqui, eu ouvi na TV a dizer que a criança não tinha passado fome e que lhe tinha sido dado pão e leite, só não tinha sido permitida a entrada no refeitório (?)

Seja como for, talvez se conseguisse resolver o caso sem ele tomar estas proporções. O limite é sempre um rico a evitar

Comentar post


Pág. 1/2



Ó pra mim!

foto do autor



Queres falar comigo?

Mail: jfreitas.soares@gmail.com






Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D