Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Francisco Loução

 

Imagem do Público 

 

"Mas também vos digo, para que não me perguntem nunca mais nestes tempos cinzentos, que saio exactamente como entrei, com a minha profissão, sem qualquer subsídio e sem qualquer reforma".


A primeira imagem que tenho de Francisco Louçã tem a ver com um cartaz que dizia qualquer coisa como "mais vale um deputado barulhento que muitos calados" Uma frase que deu o mote ao que seria desde aquele momento e até hoje a forma de estar dele e do bloco de esquerda no parlamento.

 

Não ouvi nem li as declarações em que explica a sua saída neste momento, não faço ideia de o que o terá levado a tomar esta decisão numa altura em que se discute na assembleia da República o mais pesado e penalizador orçamento de estado da história da democracia. Uma altura em que fazem falta no parlamento todas as vozes.

 

Para mim que desde há muito me identifico com as ideias e políticas do Bloco de esquerda esta saída de Louçã neste momento é uma enorme surpresa e até desilusão, imagino que ele terá as suas razões e que se calhar até faz parte das estratégias do Bloco de forma a garantir o futuro, mas não deixa de ser estranho que o coordenador e principal voz do partido deixe o parlamento numa altura destas.

 

Não concordo, tal como não concordei quando o Bloco se recusou a ir falar com a Troika antes da assinatura do memorando, mas eu nem sequer sou militante do partido, sou simplesmente um simpatizante, resta-me portanto respeitar e agradecer a Francisco Louçã a forma e a dignidade como durante todos estes anos exerceu os cargos para os que foi eleito

 

Até na forma como saiu, sem se agarrar ao poder e á situação, ele é o exemplo de que afinal os políticos não são todos iguais, há quem escolha a política para se servir do país e quem a escolha para o servir.

 

Jorge Soares

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:07


6 comentários

Sem imagem de perfil

De Andre a 26.10.2012 às 23:41

Jorge, conheço as tuas posições sobre imensas coisas da política e da sociedade . E como tal digo com confiança que tu tens pouco em comum com o FL. Diria que apenas na parte social (liberal) é que tu acompanhas as ideias dele. De resto, na parte económica, tu estás no espectro oposto.
Sem imagem de perfil

De Marão a 27.10.2012 às 08:48

"Para mim que desde há muito NÃO me identifico com MUITAS das ideias e políticas do Bloco de Esquerda, esta saída de Louçã" constitui neste momento uma baixa irreparável num parlamento que se deseja vivo e controverso.
Concorde-se ou não com a sua visão de como a sociedade deveria ser, arrisco sem grandes reservas que foi dos melhores parlamentares da nossa democracia. Em exercício espontâneo lembro a nível semelhante a rara qualidade de Francisco Lucas Pires. Para um parlamento pobre e carente de deputados interventivos e polémicos é sempre com pena que se vê o abandono dos melhores. Ainda para dizer que gente de protesto que incomode faz mais falta que os eternos amorfos, vergados e submissos.
Imagem de perfil

De aespumadosdias a 27.10.2012 às 10:38

Nunca votei nele. Sempre o achei ortodoxo demais. Pode ser que agora o Bloco de Esquerda se aproxime mais do PS e se torne em algo parecido com os Verdes alemães que já estiveram num governo de coligação do SPD.
Imagem de perfil

De Marta M a 27.10.2012 às 15:58

Jorge:
Não são todos iguais, nem pensar -sempre defendi isso também.
Este senhor, pelo excelente exemplo (concordemos ou não com a sua ideologia)merece a nossa vénia.
E total respeito.

Abraço
Marta M
Sem imagem de perfil

De António Manuel Dias a 28.10.2012 às 00:45

Em diversos momentos Francisco Louçã defendeu que os cargos políticos devem estar limitados no tempo. Acho que o motivo para renunciar ao seu mandato está relacionado com essa visão, tendo aproveitado a data em que perfez 13 anos de deputado para sair.
Mas há mais bons deputados no BE e, de qualquer forma, penso que ainda não é desta que nos livramos dele -- a sua opinião continuará provavelmente a fazer-se ouvir ;^)
Sem imagem de perfil

De Susana Carvalho a 30.10.2012 às 17:03

Respeito muito este senhor e o "camarada" Jerónimo de Sousa. O facto de sair como entrou, demonstra o seu carácter. De facto, é um homem que faz o que diz.
O momento da sua saída pode não ser oportuno, mas já estava na altura de mudar a liderança.

Comentar post



Ó pra mim!

foto do autor



Queres falar comigo?

Mail: jfreitas.soares@gmail.com






Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D