Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Ainda a Isabel Jonet ... Por que no te callas?

por Jorge Soares, em 04.12.12

Isabel Jonet e o pequeno almoço dos pobres

 

Imagem do Aventar

 

Isabel Jonet em entrevista ao CM


CM - Como é que analisa os casos das crianças que chegam à escola com fome?


Isabel Jonet - É inexplicável. Deve-se, em parte, à não responsabilização e falta de tempo dos pais. Sem o pequeno-almoço, os alunos não podem ter rendimento escolar.


Pois, está-se mesmo a ver que é por isso... os pais são uns irresponsáveis que deixam acabar o dinheiro que não ganham porque estão desempregados ou tem salários de miséria.

 

Realmente a pobreza está perto... mas acho que neste caso o que está mesmo perto é a pobreza de espirito, um comentário como este não tem nome. 

 

Mas esta senhora não se cala?

 

Jorge Soares

publicado às 19:41


17 comentários

Imagem de perfil

De sentaqui a 04.12.2012 às 19:55

Aqui já não se trata de uma maneira infeliz de utilizar as palavras, como se desculpou ou tentaram desculpar da última vez que abriu a boca, desta vez trata-se pura e simplesmente de ignorância e falta de lucidez sobre o estado actual do país e dos pais que não têm como sustentar os filhos.
Lamentável que notícias e declarações destas aparecem assim de uma forma tão cruel.
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 04.12.2012 às 22:51

Parece que há gente que ainda vive noutros tempos, nos tempos em que em lugar da solidariedade existia a caridadezinha...

quero ver como é que a vão defender esta vez.

Jorge
Imagem de perfil

De Rosinda a 04.12.2012 às 21:33

Essa criatura, NÃO TEM NOÇÃO! Qualquer dia alguem se vai passar dos carretos e fazer com que se cale!
Quando se vive de perto com alguns problemas bem reais, é muito frustrante ouvir disparates destes.

Rosinda
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 04.12.2012 às 22:52

É mesmo isso, não tem noção do que realmente passam as pessoas... só isso pode explicar afirmações como estas.

Jorge
Sem imagem de perfil

De Mini_Saia a 05.12.2012 às 09:59

Bom dia Jorge!
Estou a ver que continuas a atacar a Jonet...

«Isabel Jonet - É inexplicável. Deve-se, em parte, à não responsabilização e falta de tempo dos pais. Sem o pequeno-almoço, os alunos não podem ter rendimento escolar.»

Ok, vamos a isso.
Ela não nega as dificuldades que as famílias enfrentam. Ela apenas diz que "em parte" se deve blá blá o resto já sabemos.
E sabes que mais? Concordo. Faço voluntariado numa instituição de solidariedade social. Damos roupas, mobílias e cabazes (alimentos) a muita gente. Vi lá uma mulher que levou os filhos (menores) e que os deixou lá a marcar lugar enquanto foi para o café. Deu uma sandes aos dois filhos e foi comer o prato do dia. Essa criatura tinha o cabelo muito bem penteado e as unhas muito bem arranjadas.
Aquelas crianças comeram uma sandes, a culpa é de quem? Do Sócrates? Não. Tal como diz a Jonet, é a falta de responsabilização dos pais.
Atenção, não estou com isto a negar a fome em casa de pessoas que se matam a trabalhar para conseguirem ganhar uns trocos. Mas penso que a Isabel Jonet não se referia a esses.

Imagem de perfil

De Jorge Soares a 05.12.2012 às 10:18

Bom dia

Vamos lá por partes, eu não estou a atacar ninguém, eu estou a comentar sobre uma afirmação da senhora, não, não é a mesma coisa.

O ser figura pública tem algumas vantagens, mas também tem desvantagens, e uma das desvantagens é que aquilo que se diz está sujeito ao escrutínio público. Se ela e quem a defende não quer que eu comente o que ela diz, o que tem a fazer é dizer à senhora para manter a boca fechada.

Sobre o teu comentário, eu não tenho duvidas que existam casos em que seja verdade e as crianças não comem por irresponsabilidade dos pais, mas não é de certeza o caso geral... a realidade é que na grande maioria dos casos o que acontece é que as crianças não comem porque os pais simplesmente não tem dinheiro para comprar alimentos.

O problema é que seja lá pelo que for, ela generaliza de uma forma que pode até ser ofensiva.

Imagina que eras uma mãe desempregada e desesperada porque não consegues alimentar os teus filhos, como reagirias a uma afirmação daquelas?

O problema é que não somos nós quem tem que pensar sobre a quem se estaria ela a referir, é ela que tem que pensar no que diz antes de dizer coisas como estas..

E o Problema maior é que eu acho que a senhora vê mesmo as coisas por um prisma diferente.. e tu e outras pessoas insistem em olhar para a obra dela e não para o que ela diz.

E com isto eu não retiro nenhum valor ao trabalho dela.. simplesmente comento o que ela diz...

Jorge Soares
Sem imagem de perfil

De Mini_Saia a 05.12.2012 às 11:02

Sim, Isabel Jonet é muito fraca na expressão oral. Sim, ela enterra-se cada vez que abre a boca. É a tal história, nunca será bem sucedida na política.
Nós, cidadãos, temos de ter a capacidade de interpretar as palavras dos outros. Não somos limitados ao ponto de absorver tudo o que nos impõem.

«Imagina que eras uma mãe desempregada e desesperada porque não consegues alimentar os teus filhos, como reagirias a uma afirmação daquelas?»
Se eu estivesse nessa situação não ligaria sequer à conversa da Jonet e sabes porquê? Porque estaria demasiado ocupada a tentar dar algum conforto aos meus.
Se reparares Jorge, os que se insurgem contra Isabel Jonet não são os que mais precisam. São os que gostam do tempo de antena a que têm direito enquanto falam mal da desgraçada, cujo mal é não saber falar. (não estou a falar de ti!)
Quem precisa mesmo não organiza boicotes ao BA no Facebook, pois precisa dessa comida; quem precisa não critica as palavras da Isabel Jonet, pois sabe que apesar da senhora ser uma desgraça a falar é ela que ajuda a pôr comida na mesa. Quem precisa, está grato a Isabel Jonet, não se deixa influenciar por meia dúzia de palavras.
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 05.12.2012 às 13:52

Pois, mas o facto de haver muita gente com mais que fazer que ouvir o que a senhora diz, não impede que exista quem a ouça e tal como ela tem direito a expressar as suas ideias e pensamentos, também nós temos direito a gostar ou não do que ela diz... e eu não gosto... Dirás tu.. e nem tens que gostar... pois, mas tenho direito a expressar as minhas opiniões.

De resto, ao contrário do que parece que acontece com a maioria das pessoas que lhe desculpa tudo e mais alguma coisa, eu não confundo a pessoa Isabel Jonet com a instituição Banco Alimentar.

Por acaso até sou dos que não dou para o Banco... mas não dou há muito tempo, desde uma altura em que nem sequer tinha ouvido falar da Isabel Jonet

Um destes dias conto aqui a historia... lá para depois do natal.

Jorge
Sem imagem de perfil

De P.A. a 05.12.2012 às 11:51

Mais do mesmo: uma diz a verdade (nua e crua), outros, melindram-se por nada...
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 05.12.2012 às 13:11

A verdade nua e crua é que todas as crianças que vão com fome para a escola é por desleixo e irresponsabilidade dos pais... tem a certeza?

Jorge Soares
Sem imagem de perfil

De DH a 05.12.2012 às 13:31

Olá Jorge.
Vejo que continuas a atacar a Isabel Jonet. Tenho pena. Até porque a entrevista continua noutra página e não sei o que é que ela diz a seguir. Por isso não comento as palavras dela.

Criticar é fácil, fazer é difícil, e ela veste bem a camisola para que cheguem alimentos a muitas casas e instituições, que de outra forma não teriam como os conseguir.

Se houvesse só mal a dizer... mas tal não é o caso.

Lamento esta contra-propaganda, que só prejudica o BA. (Já pensaste nisso?)

Um beijinho
Dulce
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 05.12.2012 às 13:43

Dulce, eu não estou a atacar ninguém, peço-te que leias as minhas respostas aos comentários anteriores.

O facto de alguém ter obra feita não torna essa pessoa um santo nem lhe dá direito a dizer e a fazer o que lhe apetece. Repara que em nenhum dos meus posts eu falo do banco alimentar, falo sim da pessoa e das suas palavras... eu não confundo a instituição com a pessoa.. mas entendo que exista quem o faça.

Por acaso eu até sou dos que não dou para o banco alimentar... mas não tem nada a ver com a Isabel Jonet... um destes dias, lá para depois do natal que é para não ferir mais susceptibilidades, eu explico aqui porquê.

Beijinho
Jorge Soares
Imagem de perfil

De Anjos a 05.12.2012 às 13:46

Jorge, permite que discorde de ti, sim , é verdade o que Srª diz, há muitos pais sem noção, nem fazes ideia do que se passa....
Imagem de perfil

De Anjos a 05.12.2012 às 13:47

Ah e ela não diz que são TODAS
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 05.12.2012 às 13:54

Olá

Ela não diz todas... mas generaliza de uma forma em que parece que diz... sim, eu sei que também há casos desses... mas não é de certeza o caso geral

Jorge
Sem imagem de perfil

De madalena a 05.12.2012 às 23:52

À pergunta feita "COMO É QUE ANALISA OS CASOS....", a resposta foi clara e sucinta "É INEXPLICÁVEL". Será que nem passou pela cabeça desta mulher que o explicável para a fome é a falta de alimento e o explicável para a falta de alimento é a falta de dinheiro para o obter? Não; mais uma vez ela pretende demonstrar que "os pobrezinhos tão engraçados" não têm emprego porque não querem trabalhar ou não sabem administrar os míseros euros que ganham de modo a terem uma mesa farta. E todas as tentativas para branquear o pensamento expresso e reexpresso de I J, não passam disso mesmo, de meras tentativas. Mas, infelicidade das infelicidades é que a fome grassa por aí e não olha à falta de tempo de ninguém.
Imagem de perfil

De golimix a 06.12.2012 às 11:02

Para mim é inexplicável a razão pela qual ainda ninguém lhe ensinou que é uma figura pública e que depois da polémica que deu deveria ter conselhos de como falar em público e o que não deveria dizer. Já percebi que a senhora é um "anjo" mas talvez seja melhor ser um anjo mudo, só por uns tempos...

Comentar post



Ó pra mim!

foto do autor



Queres falar comigo?

Mail: jfreitas.soares@gmail.com






Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D