Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Pobre, hoje sinto-me ainda mais pobre

por Jorge Soares, em 15.01.13

O roubo do IRS

 

Imagem do Henricartoon

 

 

Hoje saíram finalmente as tabelas do IRS, de repente senti-me pobre, para o meu escalão, casado, dois titulares, três filhos, o aumento é de 3%, mais 3,5 da sobretaxa, dá um total de 6,5... somos um país pobre, que tem rendimentos de país pobre mas que paga impostos como se fosse um dos países nórdicos da Europa.

 

Havia tanta gente que queria ser como eles, que queria ter a educação da Finlândia, os serviços públicos da Suécia, os serviços sociais da Noruega... parece que o governo decidiu fazer-lhes a vontade... só que começou pelo lado errado da coisa e depois da entrada do orçamento de estado de 2013, vamos passar a ter o nível de vida de um qualquer país do Norte de África... 

 

Há pouco no Telejornal a noticia era que em Ponta Delgada já se cancelam cirurgias porque no hospital já não há material suficiente para garantir o funcionamento... a isto chamo eu viver no terceiro mundo.... acho que o Passos Coelho lhe chamou "custe o que custar"....

 

Quem estiver interessado, as novas tabelas podem ser consultadas aqui ... e aqui há um simulador onde podem verificar quanto vão receber e qual a diferença para o que recebiam em 2012... mas só lá vão se não querem estragar o resto do dia...

 

Jorge Soares

publicado às 22:10


2 comentários

Sem imagem de perfil

De Sandra Cunha a 16.01.2013 às 02:28

Passei no simulador mas é só para os privados. Para os trabalhadores públicos é um bocado pior. Para além de em 2012 não ter havido nem subsídio de férias nem de Natal e para além da redução de 5 a 10% no salário no final de 2011, este ano continuam a não receber um dos subsídios.

Para quem recebesse, por exemplo, 1.500,€ limpos, passou a receber, no final de 2011 cerca de 1.350€, passando de um rendimento anual de 21.000€ para 18.900,€. Em 2012 passou de 18.900,€ de rendimento anual para 16.200,€. Em 2013, apesar da reposição de um dos subsídios, por via dos novos escalões de IRS e da taxa extraordinária de 3,5%, fica sensivelmente na mesma.

Ou seja, passou de um rendimento de 21.000,€ anuais para 16.200,€. Perdeu, de 2011 para 2013 praticamente 5.000,€/ano. Sem contar com aumentos de transportes, luz, água, telecomunicações, serviços, comida, IMI's e sem contar com os novos tectos para as despesas com saúde, educação e habitação em sede de IRS.

Feitas as contas todas, um funcionários público que em 2011 ganhava 1.500,€ líquidos, perde em 2013, 6.000,€ a 7.000,€. E estão nestas condições funcionários das finanças, segurança social, escolhas, hospitais, centros de saúde, jardins, de infância, Ministérios, Secretarias, militares, polícias, etc, etc, etc.

Os privados são agora igualmente brindados. Mas não pensem que isto acaba aqui. Estão na forja mais e mais e mais medidas e é já para o mês que vem.

Dia 2 de Março é o dia.
Imagem de perfil

De golimix a 16.01.2013 às 08:51

E como fica sensivelmente na mesma, relativamente ao ano passado, com a reposição do que nos tiraram inconstitucionalmente, as pessoas acham que afinal estamos na mesma e isto não era assim tão mal como se pintava. E "atão" ficamos assim e melhores dias virão.

Merecemos!!! Só temos o que merecemos! Raios!!

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



Ó pra mim!

foto do autor


Queres falar comigo?

Mail: jfreitas.soares@gmail.com






Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D