Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Educar com cruzinhas

por Jorge Soares, em 20.01.13

Educar com cruzinhas

Imagem de aqui

 

Não percebo bem porquê, mas imagino, mais de metade dos colegas da R. no liceu são filhos de professores, deve haver uma regra qualquer não escrita na cidade em que os filhos dos professores vão parar ao liceu e todos à mesma turma.

 

Seria portanto de esperar que com tanto encarregado de educação professor, a turma fosse quase exemplar, nada mais errado, o ano passado a coisa deu para o torto com encarregados de educação e directora de turma de candeias às avessas e abaixo assinados contra a professora de matemática.

 

Este ano a Directora de turma é alguém muito mais sensato, mas isso não quer dizer que as coisas corram melhor, a turma está catalogada como uma das duas piores da escola e é engraçado ouvir encarregados de educação, que recorde-se, na sua maioria são professores,  dizerem a olhar para os outros pais: " A educação começa em casa".. eu não digo, mas penso sempre naquele ditado popular que a minha avó tanto usava: "Em casa de ferreiro espeto de pau"

 

Para verem o mal que a coisa corre, a meio de Dezembro foi convocada pelas representantes dos pais, ambas professoras ainda que não na mesma escola dos filhos como o ano passado, uma reunião só de pais para se tentar perceber como se dava a volta ao assunto, isto porque a escola estava a utilizar a força bruta para tentar dominar as criancinhas... pedir uma borracha à colega do lado dava direito a expulsão da sala e falta disciplinar.... é claro que com a banalização dos castigos a coisa deixou de ter efeito e a balbúrdia continuava.

 

Há duas semanas na reunião com os pais a DT disse que tinham encontrado a solução, solução esta que vem em forma de cruzinhas. Há uma folha de presenças com uma coluna para cada aula, no fim da aula a professora coloca uma cruzinha à frente dos nomes dos que não se comportaram como deve ser na sala de aula... no fim de cada semana a DT envia o relatório para os encarregados de educação que são os que devem tomar medidas.

 

Segundo ela desde que o sistema foi instituído a turma, toda a turma, virou outra, deixou de haver conversa em todas as aulas e a maioria dos professores diz que agora é uma turma exemplar... veremos por quanto tempo.

 

Podemos concluir duas coisas: ainda há algum respeito pelos pais e claramente falta comunicação entre a escola e os encarregados de educação. Antes as criancinhas portavam-se mal porque se sabiam impunes, como os pais na maior parte das vezes não eram informados a coisa ficava impune, agora portam-se bem porque tem a certeza que os pais vão saber e alguma consequência haverá.

 

Por minha parte estou a pensar adoptar o método cá em casa, com dois adolescentes a quererem ter sempre a última palavra, nem sempre é fácil manter a  ordem e a calma, já disse à minha meia laranja, não há mais gritos  e reclamações, quando se portam mal, ou são desarrumados, ou não cumprem ordens e/ou instruções, marca-se uma cruzinha, no fim de semana faz-se o apanhado e marcam-se os castigos.

 

Jorge Soares

 

PS:a DT envia mesmo o mail todas as semanas e até agora a minha educanda não teve nada a assinalar {#emotions_dlg.happy}

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:04


6 comentários

Imagem de perfil

De Universo de Paralelos a 20.01.2013 às 22:56

Mesmo.
Sabedoria popular. Casa de ferreiro, espeto de pau.
Imagem de perfil

De sentaqui a 21.01.2013 às 00:05

Lembro-me que por mais incrível que pareça as crianças reagem muito bem a este tipo de estímulos, se é assim que se pode chamar...uma cruz, uma cor diferente numa cartolina, uma estrela...depende da imaginação de cada professora, acho que que o espiríto competitivo fica mais em evidência e a maior parte das vezes resulta e olha que falo por experiência.
O facto dos pais serem professores não quer dizer melhor comportamento, lembro-me duma turma que ninguém queria, porque os meninos eram umas pestes apesar dos pais serem todos licenciados e excelentes pessoas, vá-se lá explicar isto
Imagem de perfil

De naterradosplatanos a 21.01.2013 às 18:20

Jorge, embora já soubesse da história das XXXX, não consegui deixar de sorrir ao ler o teu post!
O modelo já foi implementado aí em casa? Estou curiosa dos resultados!
Imagem de perfil

De golimix a 21.01.2013 às 21:46

Sabes muitas vezes culpa-se os pais com demasiada leveza. Esqucemos que as crianças passam algum tempo no infantário e os exemplos que aí recebem também contam, para não falar no "efeito grupo"! Todos temos responsabilidades quando se trata de educação, esquecemos isso muitas vezes! Embora os exemplos e as conversas em casa tenham um peso considerável, como é lógico.

Boa semana :-)
Imagem de perfil

De energia-a-mais a 21.01.2013 às 22:23

Sim, há que ter cartas na manga e estudar novos recursos...se as cruzinhas resultam, pelo menos por enquanto, então que seja esse o meio utilizado!
Mas sem querer deixar um certo ar de «desmancha prazeres», esse sistema é muito semelhante ao das bolinhas da sala do Quico...e se o impacto inicial teve mérito, logo após o efeito desvaneceu-se e mesmo sendo os pais a marcarem os castigos a coisa perdeu força...
mas acredito que resulte em alguns casos!

Teresa
Imagem de perfil

De DyDa/Flordeliz a 22.01.2013 às 01:03

Gostei de te ler. Consegues brincar com asssuntos sérios mantendo a critica velada e sempre propositada.

Comentar post



Ó pra mim!

foto do autor



Queres falar comigo?

Mail: jfreitas.soares@gmail.com






Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D