Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Recordações de outras Páscoas

por Jorge Soares, em 31.03.13

Coelho de páscoa

 

Quando eu era pequeno a Páscoa tinha dois dias, Domingo e Segunda-feira, nos  tempos da outra senhora trabalhava-se na sexta e era feriado na segunda, isto porque em Palmaz o padre visitava todas as casas da aldeia, no Domingo ia às que estão a norte do rio Caima e na segunda-feira às que estão a sul. A minha casa era a norte, a dos meus avós paternos era a sul, eu tinha Páscoa no Domingo e na segunda.

 

Nesse tempo a Páscoa era feita do almoço de Domingo, um dos poucos dias do ano em que se via carne de vaca na nossa mesa, de pão de ló e de amêndoas. As minhas preferidas eram as pequeninas que o meu avô me trazia, mais pequeninas e redondas que as outras, eu gostava porque eram as únicas que em lugar de uma amêndoa amarga que eu detestava, tinham um amendoim no centro.. que eu adorava.

 

Com 10 anos o meu mundo mudou, a Páscoa na Venezuela era bastante diferente, era feita de coelhinhos que por alguma estranha razão trazem ovos coloridos às crianças, não havia visitas de compasso pascoal nem padres a recolher envelopes com dinheiro, em contrapartida havia um passeio a pé pelo centro da cidade na tradicional e concorrida visita a sete igrejas.

 

Com 20 anos o meu mundo voltou a mudar, mas a Páscoa na aldeia também tinha mudado, o feriado agora era à sexta, continuava a haver compasso pascoal, mas agora raramente víamos o padre, quem transportava a cruz era algum dos vizinhos.. é claro que o envelope com o dinheiro continuava a ser recolhido..  há coisas que não mudam. E claro, continua a haver amêndoas, muitas mais e de muitos mais tipos, não há muitos coelhos, mas em contrapartida há muitos e muito maiores, ovos de chocolate.

 

As origens da Páscoa remontam à antiguidade, era a festa das flores e da fertilidade, com o cristianismo tornou-se a festa da morte e da ressurreição, agora é a festa do fim de semana prolongado e dos ovos de chocolate. Alguém me explica o que se passou entretanto? O que tem a ver coelhos com ovos de chocolate coloridos e o que tem tudo isto a ver com a pascoa?


Jorge Soares

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:06


6 comentários

Sem imagem de perfil

De Joana a 01.04.2013 às 00:17

O coelho e os ovos são símbolos da fertilidade, precisamente, imagino que venha daí. E, do que conheço, é nos países protestantes que mais se celebra com essa simbologia, e as pessoas não vão à igreja, mas ficam em família a comer ovos, o que imagino que também não seja uma coincidência! Agora, alguns hábitos estão espalhados pelo mundo, mas terão a sua origem. Eu que cresci da cidade, não sabia das visitas do padre, nem do envelope :) Boa Páscoa!
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 02.04.2013 às 23:00

Sim, acho que a tradição dos ovos e dos coelhos vem de aí.. mas a Páscoa Portuguesa é muito diferente..e mesmo hoje o compasso pascoal continua vivo em muitas aldeias.

Jorge
Imagem de perfil

De miilay a 01.04.2013 às 16:11

Amigo, como tudo o que descreves me é tão familiar! Pelo menos do tempo da tua infância.
Aqui ,ainda é assim.
Um abraço
miilay
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 02.04.2013 às 23:00

Nas aldeias a tradição ainda é o que é... bom, quase :-)
Imagem de perfil

De golimix a 01.04.2013 às 22:30

Até aos meus 10 anos reinavam os ovos de chocolate, não me lembro nem de padres, muito menos de envelopes.


Quando mudou tudo, tal como tu aos 10 anos, mas ao contrário de ti em Portugal, lembro de uma sexta feira em que não se podia fazer nada e se ia à capela várias vezes, e com pessoas diferentes, rezar a via sacra. Era pecado grave trabalhar à sexta, era o dia da morte de Cristo! Portanto um dia devotadobà reza e à meditação dos pecados (imagina porque lá porque é que fugi a tanto negativismo). No domingo dia de Páscoa havia o envelope, que eu achei estranhissímo, e a cruz era passada de casa em casa pelo "chefe" de família. Quando acabava a visita tocava o sino e iam a capela cantar e dizer Aleluia.
Agora mantém-se tudo menos a visita com o padre, agora é um seminarista. E acho que já não se vai à capela cantar Aleluia

Acho é que se começaram a misturara tradições, coelhos, com ovos, amêndoas,... já se começa a perder o início da coisa..


Boa semana
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 02.04.2013 às 23:03

É engraçado... eu antes tinha a mania de escrever aqui as origens dos dias... não sei se cheguei a escrever a origem da páscoa... mas aposto que como tudo o que vem da igreja é uma mistura de coisas que já existiam muito antes dela com as parvoíces que os padres inventaram... sabes uma coisa, eu não acho que se esteja a perder nada, está sim a voltar-se à origem, quando a Páscoa era a celebração do solstício e da fertilidade

Beijinhos para ti

Jorge

Comentar post



Ó pra mim!

foto do autor



Queres falar comigo?

Mail: jfreitas.soares@gmail.com






Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D