Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Um Corpo Estranho

 

Corpo estranho é qualquer substância que venha, acidental ou intencionalmente, a penetrar e permanecer no interior de um organismo, provocando reações diversas.

 

Neste contexto surge Um Corpo Estranho como uma "substância imaterial, metamorfose de uma melancolia anunciada como um shot tequilliano de luxúria contra uma sede insaciável de amor puro".

 

Pedro Franco e João Mota, naturais de Setúbal,  surgem neste conteúdo como contadores de anti-estórias. São eles as duas metades deste agente sonoro que, em pleno processo simbiótico, se propõe alojar nos nossos ouvidos com a intenção assumida de nos legar alguns fantasmas que acreditam ser comuns a todos.

 

O EP  “Um Corpo Estranho” está disponível para audição e download gratuíto na página bandcamp da banda, aqui

 

Vídeo de Amor em Contramão:

 

Letra

 

Amor em contramão 
(Letra e Música: João Mota e Pedro Franco) 

Dizes que a vida te foge, que tens medo 
Que um dia de arrependas de voltar atrás. 
Eu finjo dar importância ao teu lamento 
E uso falsos argumentos p’ra que não te vás. 

Toda a gente te avisou de que eu não presto, 
Que me viram por aí com outras mulheres, 
Que eu tenho má bebida, que não sou honesto, 
Mas quanto mais eu saio da linha mais tu me queres. 

Andamos já há tanto tempo em contramão, 
No engano de contrariar a solidão, 
Mas ninguém pode ser feliz, como se diz, numa prisão. 

Ambos entrámos neste jogo p’ra perder, 
Nunca existiram trunfos nem batota. 
Mas não viemos dar à praia p’ra morrer 
E quem sempre correu por gosto não se esgota. 

E se um dia todas as portas se fecharem, 
Havemos de encontrar uma janela, 
P’ra nos rirmos do mundo através dela.

Mais sobre eles no  A música portuguesa

publicado às 22:18



Ó pra mim!

foto do autor



Queres falar comigo?

Mail: jfreitas.soares@gmail.com






Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2008
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2007
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D