Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Inconstitucional, mas não muito, no passa nada!

por Jorge Soares, em 05.04.13

 

Imagem do Público

 

Demoraram 3 meses a dizer o mesmo que o ano passado, o corte dos subsídios aos funcionários públicos é inconstitucional, tal como já era o ano passado.

 

O foco foi colocado no valor, estamos a falar de 1200 milhões de Euros, sendo que o que tinha causado mais burburinho, o corte às pensões acima de 1300 Euros, foi considerado constitucional, mas quanto a mim o mais importante é porque é que demoram 3 meses a decidir o mesmo que o ano passado. Há pouco estava  ouvir o presidente do tribunal a justificar-se, é complicado juntar 13 pessoas para tomar uma decisão... desde já deixo aqui a minha proposta, reduzam os juízes para 3, de certeza que é mais fácil juntar 3 pessoas e ainda se poupam uns milhares de Euros em salários.

 

Quanto ao futuro, não me parece que isto vá mudar nada,  hoje Cavaco fartou-se de mandar recados, e ficou claro, neste momento o mais importante é  manter o PSD no governo, mesmo que o tribunal tivesse chumbado as normas todas, ele não ia demitir o governo.

 

Concluindo, aqui no passa nada, estes 1300 milhões estavam cobertos pelo excesso de austeridade... para quem tinha esperança numa mudança de rumo, tire o cavalinho da chuva.

 

Jorge Soares

publicado às 21:20


7 comentários

Imagem de perfil

De sentaqui a 05.04.2013 às 21:43

Que raiva, é só o que me apetece dizer.
Continuamos com mais do mesmo
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 08.04.2013 às 22:26

Pois... isto só muda de uma forma.. e ainda faltam dois anos... era bom é que depois mudasse para melhor.

Jorge
Imagem de perfil

De aespumadosdias a 06.04.2013 às 08:25

Viva o TC!
Volto a ter meu rico subsídio que me roubaram o ano passado. Os reformados que ganham mais de 1500 euros é que estão danados.
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 08.04.2013 às 22:29

Cá em casa também entrou mais um salário... veremos o que levam em troca

Abraço
Jorge
Imagem de perfil

De golimix a 06.04.2013 às 11:03

A mim cheira-me que vamos é "comer" por outro lado! Ou deixar de comer...

Já sabes que só se saí daqui se o povo assim o quiser, e o povo, meu amigo, não quer!!

O povo só faz algo se os militares fizerem.

Estás em Portugal ou já te esqueceste?

Ai. E pensar que estamos no mês da liberdade e da mudança.... mas também se é para mudar para o Seguro. Já nem sei.

Bjinhos e bom fim de semana
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 08.04.2013 às 22:33

Isto realmente não cheira nada bem.. mas tu andas com o olfato apurado.. não duvides que eles vão inventar uma forma qualquer de voltar a tirar o que agora foi dado.


Para mudar para o Seguro... é melhor estar quieto, esta vez tem que ser mudar mesmo.

Jorge
Sem imagem de perfil

De António Manuel Dias a 07.04.2013 às 01:03

Alguma coisa já mudou: todo esse dinheiro que o governo estava a roubar desde o início do ano e que se preparava para continuar a subtrair até Dezembro, vai ser devolvido. Outro resultado desta decisão não deixa de ser importante embora não seja uma mudança: a prova de que vale a pena lutar pelos nossos direitos. Se não se tivesse pedido a inconstitucionalidade destas normas, elas ainda estariam em vigor. E para isto foram determinantes as bancadas parlamentares mais à esquerda (aquelas que só sabem protestar, lembram-se?) e alguns deputados do PS que levaram de arrasto o resto da bancada socialista, outras associações, o provedor de justiça e até, a contra-gosto, o presidente da república. É claro que a bancada do PS só solicitou a revisão do OE, porque, para além de não querer ficar novamente atrás do BE, as pessoas estavam na rua a exigi-lo... ou pensam que qualquer outra coisa faria o Seguro produzir algo mais que a "abstenção violenta" do ano anterior?

Agora não se esqueçam de continuar a defender a redução do número de deputados na AR, para ver se deixamos de ter estas vozes discordantes no parlamento, e de repetir até à exaustão que manifestações e greves não servem para nada.

Comentar post



Ó pra mim!

foto do autor



Queres falar comigo?

Mail: jfreitas.soares@gmail.com






Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2008
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2007
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D