Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Miguel Gonçalves

Imagem do Ionline

 

Eu tinha lido algures que logo após a saída do Relvas do governo, o Gaspar tinha decretado que não havia mais dinheiro para o Impulso Jovem, por um lado achei mal, todos os programas de incentivo ao emprego são necessários, por outro lado tinha esperança que a falta de dinheiro fizesse o cromo do Miguel Gonçalves sair de cena ... pelos vistos ainda não se acabou o dinheiro.

 

Bom, o Miguel voltou à carga e como seria de esperar, voltou em grande, está visto que com ele não há meias medidas, senão vejamos:

 

“Muitos dos desempregados não querem trabalhar ou são maus a fazê-lo”

 

E não, a frase não foi tirada do contexto, toda a entrevista é neste tom. Para o Miguel a falta de emprego é um mito, a falta de oportunidades de trabalho para uma grande parte dos jovens licenciados, um mito. Há neste momento empresas que se aproveitam da situação e exploram os jovens?, outro mito..

 

Para o Miguel o problema do país não é a falta de emprego, é a falta de vontade e iniciativa das pessoas, que não arranjam emprego porque não são o suficientemente persistentes, não aceitam mudar de ramo, não aceitam fazer ou aprender outras coisas, em suma.. a solução para o desemprego é dos desempregados. Essa é que é a grande diferença. E, se calhar, pode chocar dizer isto, mas muitos dos que estão desempregados, estão desempregados porque, ponto número um, não querem trabalhar e, ponto número dois, são maus a fazê-lo.


Outra pérola:


Nas universidades, o que vês é que as pessoas estão com muito medo, porque vêem demasiada televisão.

 

O que significa isso?


Que as pessoas estão com medo porque pensam que não há trabalho. É mentira, há muito trabalho disponível.


Um dos problemas do Miguel, é que ele ainda não percebeu a diferença entre um nicho, que é onde está o mercado da sua empresa e a vida dele, e o resto do mundo. Outro grande problema do Miguel é que ele ainda não percebeu que quando estamos a falar da população de um país e da economia de mercado, não se pode generalizar.

 

É evidente que há uma ponta de verdade em tudo o que ele diz, é claro que todos conhecemos desempregados que não abdicam de receber o subsidio de desemprego para irem trabalhar. Todos conhecemos pessoas que não trabalham porque não querem ou não lhes apetece, todos conhecemos pessoas que se acomodam e não são o suficientemente pró-activas na procura do emprego... mas em Portugal a taxa de desemprego vai a caminho dos 20%, e dizer que 20% da população activa não trabalha porque não quer, não é só uma generalização absurda, é uma falta de respeito para as milhares de pessoas que querem alimentar os seus filhos e por mais que se esforcem, não conseguem encontrar um emprego nem a vender pipocas.

 

O desemprego entre os jovens licenciados anda perto dos 40%, o Miguel diz que isso acontece porque todos esses milhares de jovens são preguiçosos e não batem às portas suficientes... era bom que alguém explicasse ao Miguel que não há neste momento portas suficientes neste pais para que tantos jovens possam bater, porque a austeridade não sabe abrir portas, só sabe encerrar empresas.

 

Com tudo isto, com tanta conversa e autoconfiança o Miguel só me faz lembrar aqueles pregadores das igrejas americanas, aqueles que se os deixassem seriam capaz de convencer a mãe de deus a mudar de religião e claro, a pagar o dizimo. Não sei se ele será ou não religioso, mas de algo não há dúvida, para vender banha da cobra ele tem jeito... não é à toa que o Relvas o contratou. 

 

O maior problema do Miguel é que ele acredita no que diz... e portanto não há forma de se convencer que este país não está para conversas destas.

 

Jorge Soares

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:10


2 comentários

Sem imagem de perfil

De Cris a 24.04.2013 às 15:35

Jorge, o problema do Miguel é que é fundamentalista. E, como todos os fundamentalistas, a capacidade de se colocar no lugar dos outros é nula. Apenas segue a linha dos nossos governantes de agora e de ontem...
Imagem de perfil

De golimix a 24.04.2013 às 20:01

E para pagar este gajo há dinheiro...

Lá uma coisa é certa, autoconfiança tem ele para dar e vender!

Comentar post



Ó pra mim!

foto do autor



Queres falar comigo?

Mail: jfreitas.soares@gmail.com






Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D