Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Palhaço

Imagem de aqui 

 

Miguel Sousa tavares naquele seu jeito de dizer o que pensa sem pensar muito nas consequências disse ao Jornal Económico que: "o pior que nos pode acontecer é um Beppe Grillo, um Sidónio Pais. Mas não por via militar. Nós já temos um palhaço. Chama-se Cavaco Silva. Muito pior do que isso, é difícil”. 

 

Cavaco não gostou e mandou abrir processo na PGR, parece que Pela lei chamar-lhe Palhaço é um crime de ofensa à honra do Presidente da República, punível com pena até três anos.


Entretanto Miguel Sousa Tavares já pensou melhor no assunto e reconheceu que efectivamente se excedeu..... quanto a mim ele devia ser processado é por todos os palhaços de circo, é que quer-me parecer que eles é que foram verdadeiramente insultados.

 

Jorge Soares

publicado às 15:38


10 comentários

Sem imagem de perfil

De Respeitar / respeitado a 24.05.2013 às 16:17

O seu comentário é uma ofensa a quem acha que a politicas participativa tem ordem, honra e respeito para com os outros. Ao alinhar nesse seu discurso ofende alguém que foi eleito por larga maioria dos Portugueses. Isso não conta para vc pois não? Ou só a sua maneira de encarar a participação cívica com este blogue é dispensável de criticas?
Pena é que você fique impune ao chamar indirectamente, palhaço ao Presidente eleito por maioria.

Decência e bom senso cabem em todos os locais e em todas as culturas. Mas pelos vistos aqui não... Expresse a sua opinião sem ofender seja quem for. Mesmo tendo opinião contraria. Pena que isto não chegue tb ao PGR. Mas infelizmente é este o País que temos. Pode-se ofender sem ninguém ser penalizado.
Sem imagem de perfil

De Respeitar / respeitado a 24.05.2013 às 16:53

Para sua informação, uma vez que parece desconhecer:

O número um do artigo 328º do Código Penal estabelece que «quem injuriar ou difamar o Presidente da República, ou quem constitucionalmente o substituir é punido com pena de prisão até 3 anos ou com pena de multa».

«Se a injúria ou a difamação forem feitas por meio de palavras proferidas publicamente, de publicação de escrito ou de desenho, ou por qualquer meio técnico de comunicação com o público, o agente é punido com pena de prisão de 6 meses a 3 anos ou com pena de multa não inferior a 60 dias», refere o número dois do mesmo artigo.
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 24.05.2013 às 16:58

Em primeiro lugar eu não chamei palhaço a ninguém, ... em segundo lugar, não sei se sabe, amanhã vai haver uma manifestação em frente ao palácio de Belém, espero que esteja lá e mostre estes decretos a todas as pessoas que empunhem cartazes a chamar palhaço e outras coisas.

Jorge Soares
Sem imagem de perfil

De Respeitar / respeitado a 24.05.2013 às 17:07

Só para lhe dizer que a imagem que tem no seu poste é ilustrativa disso mesmo. E o decreto não é meu. Se está descontente com ele terá de se queixar à Procuradoria. Mas acho que não fará isso pelo receio do que fez aqui
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 24.05.2013 às 17:13

A imagem não é minha e está bem claro de onde a tirei.

De todos modos, aconselho-o a ver esta noticia da RTP:
http://www.rtp.pt/noticias/index.php?article=654026&tm=9&layout=121&visual=49

Jorge Soares
Sem imagem de perfil

De Respeitar / respeitado a 24.05.2013 às 17:37

Nada que me faça admirar que essa expressão não seja ofensiva. Depois do vocabulario usado pelos nossos deputados na assembleia da republica, em que as ofensas pessoais e expressões muitas vezes injuriosas são usadas. È caso para dizer que estamos numa republica das bananas. É com a força da noticia desse link que tenta reafirmar as palavras no seu poste?

http://www.rtp.pt/noticias/index.php?article=654026&tm=9&layout=121&visual=49

É este tipo de intervenções e expressões que os nossos deputados vão fazendo o "trabalho" na assembleia da republica. Junte-se a esta deputada Heloisas Apolónias dos verdes e Anas Dragos do BE. É este tipo de politica e liberdade que cada vez mais grassam na nossa sociedade. Nada de profícuo.
A minha liberdade de expressão para onde o bom senso comum e a liberdade dos outros começa.
Sem imagem de perfil

De Cris a 25.05.2013 às 16:09

De facto eu considero que o Miguel Sousa Tavares se excedeu. Mas eu até entendo esse excesso. É que a paciência tem limites. E já não há paciência para estes políticos, sejam eles quais forem e de qualquer cor política. O senhor sabe perfeitamente que decência e bom senso é coisa que não impera nas esferas dos jogos políticos. Nós, cidadãos, pagamos todos a falta de bom senso dos meninos que andam a passear os fatos dos alfaiates de renome. Até ao dia que nos saltar a tampa de vez!
Imagem de perfil

De energia-a-mais a 24.05.2013 às 21:56

Saber respeitar é algo que o Sr. Presidente já mostrou que não sabe. Para ser respeitado o Sr. Presidente teria que respeitar os portugueses, mesmo os que se enganaram e votaram nele, achando que seria um digno servidor do seu país. Mas como parece ser mais importante montar palhaçadas para distrair as hostes, prefere o Sr. Presidente vir de imediato a público mostrar como ficou ofendido por lhe chamarem palhaço - já dos problemas dos portugueses ofendidos e humilhados diariamente, atirados para a condição de pedintes por este governo da mesma cor política do Sr. Presidente, não comenta, não acha importante...
O respeito não vem nos decretos! Conquista-se. E só é digno dele quem por ele se guia. Seja presidente de um país, ou um sem abrigo qualquer.

Teresa
Imagem de perfil

De golimix a 26.05.2013 às 20:45

É mesmo isso. O respeito é algo que tem que ser conquistado!
Aliás, o facto de ocupar a posição que ocupa por si só não o deveria tornar diferente de nós, o seu povo, mas sim mais igual.

Títulos académicos, posições socais, posições Governamentais não são por si só indicação de que devemos respeitar essa pessoa. TODAS as pessoas deveriam ser respeitas!
Esse tal decreto deve ser válido então para toda a população que merece tanto respeito como o senhor PR.
Desculpem mas acredito na igualdade dos cidadãos!

Sem imagem de perfil

De José a 25.05.2013 às 18:35

Quanto ao desabafo do escritor, Miguel Sousa Tavares. Eu apoio o que disse, se a intenção foi achar que o "ofendido" com as suas palavras e actos, o faz rir. Decerto fará rir muitos Portugueses, quando com unhas e dentes defende a continuação de "um" coelho" a governar Portugal. Quando disse que, com o aumento de impostos a sua vida económica ficava comprometida. Ora o Sr. Miguel Sousa Tavares tem toda a razão. E se precisar do meu testemunho faça favor de enviar e.mail para gabineteideias.jm@gmail.com. A propósito, o "ofendido" também a mim me faz rir.!

Comentar post



Ó pra mim!

foto do autor



Queres falar comigo?

Mail: jfreitas.soares@gmail.com






Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D