Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Lagarde

 

Imagem do Público

 

A noticia do dia apareceu no New York Times, o FMI prepara-se para admitir que cometeu erros graves na forma como lidou com a crise da divida da Grécia.

 

Demoraram dois anos a reconhecer o que há muito que era mais que evidente, nomeadamente o facto de não terem previsto a forma como o excesso de austeridade iria afectar de uma forma tão negativa a economia, o excesso de medidas de austeridade levaram o país a uma espiral recessiva da que não se sabe quando poderá sair.


As medidas que se aplicam por cá são uma copia da receita aplicada na Grécia, o governo acaba de fazer dois anos no poder e até hoje está por ser anunciada a primeira vez que o ministro Gaspar acerta uma das suas previsões, não era preciso o FMI vir dizer que fez asneira, todos sabemos que a austeridade só está a afundar ainda mais as economias, dois anos depois o FMI reconhece que errou, quando o fará o nosso governo? E quando  vai arrepiar caminho?

 

Senhores do governo, não há pior cego que o que não quer ver.

 

Jorge Soares

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:42


10 comentários

Imagem de perfil

De DyDa/Flordeliz a 05.06.2013 às 22:58

Achas que o Gaspar estagiou no serviço de me(n)teorologia?
Às vezes nesse serviço oiço-os dizer: Chove a Norte Olho através da janela e está solinho e ameno. Outras dizem: Está sol e calor a Norte. Saímos à rua e até a barraca abana e troveja.

ELE (o tal do Gaspar) não se engana, não!
A SENHORA conjuntura é que está como o tempo - incerto e trapaceiro

Ou será ELE?
- Já não sei nada. Nem do que é, nem do que digo.


Imagem de perfil

De Jorge Soares a 06.06.2013 às 23:24

Hummm.. queres tu dizer que em lugar do Gaspar devíamos ter o ANTHÍMIO DE AZEVEDO ?

Jorge
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 07.06.2013 às 21:46

Dadas as declarações do Gaspar hoje no parlamento, eu acho que o gajo lê este Blog.... tu viste? a culpa é da Chuva!

Imagem de perfil

De golimix a 06.06.2013 às 08:44

E o que se vê aos pontapés são cegos que não querem, e não estão interessados, em ver!

"Têm o que merecem." Concordo em pleno

O problema é que comemos todos pelas mesmas medidas...
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 06.06.2013 às 23:25

Pois, o problema é mesmo esse, que eles fazem mal as contas e nós não temos como nos safar nem ver livre deles.

Jorge
Sem imagem de perfil

De Pedro Andrade a 06.06.2013 às 09:21

Cegueira é discutir a austeridade. Como se fosse opção de alguma alma malévola... NÃO HÁ DINHEIRO E DEVEMOS BUÉ DELE! A austeridade é uma simples consequência de ter pouco e dever muito. Para não haver austeridade, era preciso injectar dinheiro. Qual seria o louco que injectaria mais dinheiro num país irresponsável? Ganhem juízo. O único dinheiro que o país pode gastar é o que as exportações trouxerem cá para dentro e enquanto as pessoas não perceberem isto, não vamos a lado nenhum. Portugal é um paradoxo em que crescimento económico baseado no aumento do consumo interno significa literalmente EMPOBRECER no seu todo. Cegos são os que acham que a austeridade é uma opção.
Imagem de perfil

De Equipa SAPO a 06.06.2013 às 13:21

Boa tarde,

O seu post está em destaque na área de Opinião da homepage do SAPO.

Atenciosamente,

Catarina Osório,
Gestão de Conteúdos e Redes Sociais - portal SAPO
Sem imagem de perfil

De J. Faz a 06.06.2013 às 17:01

Vi um documentário sobre a crise na Irlanda. E a jornalista explicou tudo de uma forma muito simples.
O fardo da crise podia ter sido dividido entre os CONTRIBUINTES e os OBRIGACIONISTAS.
Mas o governo optou por SACRIFICAR unicamente os CONTRIBUINTES. Porque se tivesse pressionado os obrigacionistas, eles fugiam todos.. e deixava de haver investimento na zona euro.

Como sempre, a maioria a pagar pelos erros das minorias elitistas.
Imagem de perfil

De sentaqui a 06.06.2013 às 17:42

Nem é preciso perceber de economia e finanças para que se conclua que as estratégias de austeridade aplicadas na Grécia e aqui, não iriam resultar. Por cá estes ceguetas que nos desgovernam continuam a afundar-nos e pior ainda, estão convencidos que estão a fazer um bom trabalho
Imagem de perfil

De Kok a 07.06.2013 às 16:13

Jorge, atrevo-me a acrescentar que eles "ver até vêem", porém (e utilizando uma expressão bem portuguesa): estão-se a cagar...
Afinal o problema nem é deles e "o deles" está sempre garantido.
Nota: este meu comentário é universal!

1 abraço!

Comentar post



Ó pra mim!

foto do autor



Queres falar comigo?

Mail: jfreitas.soares@gmail.com






Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D