Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Quem quer salvar o País?

por Jorge Soares, em 10.07.13

Cavaco Silva falou ao País

Imagem do Público

 

O Presidente da República exigiu esta quarta-feira dos líderes políticos um "acordo de médio prazo entre os partidos que subscreveram o Memorando de Entendimento com a União Europeia e com o Fundo Monetário Internacional, PSD, PS e CDS” assente em “três pilares”, a saber, eleições antecipadas para Junho de 2014, apoio dos três ao governo que se mantiver em funções até lá e apoio dos mesmos ao Governo futuro.


Pronto dou o braço a torcer, afinal o homem ainda consegue surpreender, depois deste tempo todo, quando a maioria pedia eleições mas poucos duvidavam que CDS e PSD não fossem reconduzidos, eis que o presidente da república larga uma espécie de bomba, não a bomba atómica que todos queríamos, mas uma bomba mais pequenina.

 

Pedir nesta altura do campeonato que os actuais lideres do PSD do CDS e do PS se entendam, deve ser o equivalente a pedir um milagre... nós já sabíamos que Cavaco é crente, que acredita nos poderes da virgem e que até vai à missa, mas quer-me parecer que neste caso nem a virgem nos acode.

 

Diz o presidente que o povo saberá tirar ilações no caso de os três partido não se entenderem... eu por mim já tirei as primeiras ilações, alguém lavou as mãos e passou a responsabilidade a outros, não sei quanto tempo teremos de esperar até que se desista da tentativa de entendimento, mas acharia muito estranho que depois de tudo o que disseram nos últimos tempos, António José Seguro e o PS entrassem num governo que avalize a continuação das medidas de austeridade... Quase que poderia dizer o mesmo do (agora revogável) Paulo Portas... mas acho que nesse caso já nada me surpreenderia.

 

Resumindo, Cavaco voltou a lavar as mãos, não me parece que com os actuais lideres dos três partidos que assinaram o acordo com a Troika possa ser possivel salvar o que quer que seja... e tenho sérias dúvidas que se consigam eleger outros lideres em tempo útil de modo a termos um governo nos próximos meses.

 

Gostaria de saber o que pensam a Troika e os mercados de mais este imbróglio em que nos acabam de meter, será que há alguém por aí com a força de vontade e suficiente e com eles no sitio que queira entender-se com a direita e a esquerda e salvar o país?

 

Update: Ainda não sei quem quer salvar o país, mas já está claro quem não quer, o PS

 

Jorge Soares

 

publicado às 21:23


12 comentários

Imagem de perfil

De aespumadosdias a 10.07.2013 às 22:41

Com esta decisão Portugal vai ficar um caos.
Imagem de perfil

De golimix a 11.07.2013 às 14:55

Já está...
Sem imagem de perfil

De Marta Vitorino a 10.07.2013 às 23:10

Portugal está um caos...
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 10.07.2013 às 23:57

Que se poderia esperar deste "bluff" que é o PR...?! O homem anda sempre ao contrário da razão e da lógica... Deve ter alguma disfunção mental... Seria bom saber se está com Alzheimer ou coisa parecida...
Sem imagem de perfil

De LMMP a 11.07.2013 às 10:18

O PR deveria ter tomado esta atitude antes das eleiçoes que derrotaram José Sócrates, que estava fragilizado e sem argumentos, podendo a corja cretina ser responsabilizada penalmente por gestão danosa do país. Este BOM SENSO presidencial vem tarde de mais, mas tem o condão de, na sua ingenuidade, vir desmascarar 3 verdades:
1- A partidocracia ( canalhocracia ) é o problema de Portugal e das democracia fracas, onde a corrupção e a desgraça encontram o húmus - ( a única produção, vulgo MRD , em que os pulhas políticos e afins são peritos )-ideal para proliferar; 2 - Perante tamanha tragédia, Portugal não pode ser salvo por quem o conduzia ao abismo, incluindo o Presidente; 3 - Esta será a última crise ( se for vencida ) provocada pela democracia terrorista imposta pelas gangues mafiosas que se tornaram os partidos, e com esta Constituição onde a choldra constitucional tudo manieta imoralmente, pondo em risco a sobrevivência da Nação!
Urge renegerar a democracia e libertar-se do jugo e do monopólio dos partidos e das instituições gangrenosas !!!
Imagem de perfil

De golimix a 11.07.2013 às 15:03

Bem.... isto cheira-me a jogo político. Acho que ando mesmo a ver muitos filmes e muitas teorias da conspiração.
1- O PS quer eleições e não quer entender-se com este PSD-CDS, talvez não caísse nas boas graças de o fizesse e até poderia não estar a ser coerente, já que é contra a austeridade.
2 - Mas se não fizer o acordo também irão dizer que não quis ajudar o país.

Em suma, está tramado! Aquele "e o povo tirará as suas eleções..." está a bater-me na cabeça...

Isto não há ponto sem nó

E porque não entenderem-se todos?

E achas que foi assim tão diferente o que o PR fez e aquilo que se esperava que fizesse?
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 11.07.2013 às 15:32

O PS tem que ser coerente com o que apregoou até aqui e com o que já disse ontem, não entra em, governos que sirvam para manter as actuais politicas.

Eu esperava que Cavaco desse o seu aval ao acordo que Passos apresentou no Sábado, com esta medida ele não só não aceitou esse acordo como disse textualmente que o governo actual não tinha capacidade para gerir o país.

Eu no lugar do Passos Coelho e na impossibilidade de formar o governo que ele entende ser o melhor para o país, batia com a porta, ou é competente ou não é.. e Cavaco disse que ele não é.

Evidentemente o povo tirará as suas ilações... no fundo ele lavou as mãos qual pilatos, não aceitou Portas a Vice-ministro e imagino que com isso não terá aceite o que vinha com Portas, que a julgar pela carta irrevogável, seriam alterações Às medidas de austeridade... agora quer que os partidos se entendam para que as politicas se mantenham....

Para ser sincero acho que não vai haver entendimento, nem o CDS nem o PS vão admitir esse entendimento... não tarda convocam-se eleições Cavaco vai dizer que a culpa é do PS e do CDS, eles é que não quiseram governar.

Porque não entenderem-se todos?, porque não dá mesmo... eu não me entenderia nunca com o Passos Coelho... mas eu não conto.

Jorge
Sem imagem de perfil

De Bento Norte a 11.07.2013 às 19:14

O Presidente reúne armas e bagagens em apeadeiro onde já não passam comboios e mesmo assim anda sempre atrasado.
Sem imagem de perfil

De António Manuel Dias a 11.07.2013 às 19:52

"apoio dos três ao governo que se mantiver em funções até lá e apoio dos mesmos ao Governo futuro"

Isto é que um Presidente da República (PR) não pode dizer. Porque:

1. Está a inferir o resultado das próximas eleições. Qualquer comentador político pode afirmar que o próximo governo sairá de um subconjunto de PS, PSD e CDS. Um PR não, ou estará a menorizar um dos elementos mais importantes de uma democracia representativa como a nossa: as eleições.

2. Para além disso está a tornar irrelevante o sufrágio, porque os cidadãos percebem que, seja qual for o resultado, a política será a mesma: aquela que foi acordada entre os três partidos antes das eleições.

Num país democrático, todos os outros partidos (com e sem assento parlamentar) estariam neste momento na imprensa e na rua a bater incessantemente nestes dois pontos. Até que o PR se demitisse. Pelos vistos, a democracia ainda aqui não chegou ou já se foi de vez...
Imagem de perfil

De Francisco a 12.07.2013 às 00:18

Na realidade tenho dúvidas de quem quer salvar o país. Já tenho menos dúvidas quando se fala de quem se quer salvar a si mesmo. No entanto, e antevendo que este pedido de acordo de Salvação Nacional vá terminar num redondo fracasso, fica ainda a dúvida de saber se, nas próximas eleições, já se tenha adquirido a maturidade necessária para tirar as ilações correctas.
Vou esperar para ver mas fica desde já a minha descrença, tanto mais que não acredito em milagres...
Imagem de perfil

De DyDa/Flordeliz a 12.07.2013 às 00:44

Jorge e resumindo:
O governo, NÃO GOVERNA
O PS não apoia, um NÃO GOVERNO.
O PR fica com " o menino" nas mãos, SEM QUEM GOVERNE.
E NÓS ficamos com a família toda para SUSTENTAR.

O POVO E O PAÍS CADA VEZ FICA MAIS MANCO.

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 15.07.2013 às 15:27

Para se analisar em concreto o alcance da proposta do "General" Boliqueime, é preciso voltar aos tempos em que este anti-democrático senhor proporcionou aos portugueses actos de selvageria na ponte sobre o Tejo, em conluio com o seu "amigo" Dias Loureiro. O senhor "general" sempre teve a mania de mandar, e desta vez manda o PS. entender-se com as medidas de austeridade impostas pelo governo da sua simpatia. E não se ficou por aí. Deu a entender que só concorda com o entendimento se o PS ficar agarrado às medidas para além das próximas eleições, que hipocritamente alvitra serem dentro de um ano. Com isto o anti-democrata está a meter a democracia na gaveta, e avisa que mesmo que os resultados das próximas eleições dessem uma clara maioria de esquerda, "ele nunca daria posse a um governo que saísse das eleições. É esta a principal posição escondida que o "general" quer que o PS apadrinhe. Apesar de um líder socialista a determinada altura ter dito que era preciso meter o socialismo na gaveta. Eu espero que o actual líder do socialismo português não vá na conversa de meter a democracia na gaveta. Não vale a pena, meias palavras. O senhor Cavaco Silva é um antidemocrata por natureza, e pelas vezes que já foi eleito, mete mêdo pensar que levará por diante a política do caos. Se conseguir não tenhamos dúvidas que o ditador que virá a seguir ao caos, obedecerá ao "GENERAL" BOLIQUEIME.

Comentar post



Ó pra mim!

foto do autor



Queres falar comigo?

Mail: jfreitas.soares@gmail.com






Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D