Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Um governo com rabo de palha

por Jorge Soares, em 24.07.13

Omissão de ligação ao BPN na biografia de Rui Machete

Imagem do Público 

 

Primeiro foi Miguel Relvas com a sua licenciatura para inglês ver, depois foi Franquelim Alves, depois foram os secretários de estado remodelados à pressa pelas suas ligações aos swaps, depois foi a agora Ministra das finanças que para além de ter assinado contratos swaps, insistiu, e ainda insiste, em dizer no parlamento que este governo não sabia desses contratos obrigando que até Vítor Gaspar viesse a público admitir que sim, que o dossier lhe tinha sido passado.


Não contente com tudo isto, o primeiro ministro elegeu para Ministro dos Negócios estrangeiros alguém que esteve ligado aos escândalos do BPN e do BPP. É bom recordar que o caso BPN custou ao pais até agora quase 7 mil milhões de Euros, quase 10% do resgate financeiro da Troika, e são estes senhores que vão para o poder.  Das duas uma, ou Passos Coelho anda distraído, ou há muitos rabos de palha na nossa política.. e pelos vistos eles tem queda pelo poder.

 

Já agora, se a suas passagens pelo BPN e BPP foram assim tão pacificas como eles pretendem fazer crer, porque é que insistem em as retirar das biografias oficiais?

 

Ainda no fim de semana passada alguém em comentava escandalizado como era possível que na RTP dessem voz a Sócrates depois de tudo o que aconteceu, alguém que evidentemente se nega a sequer ouvir o que ele tem para dizer. Agora pergunto eu, como é que tanta gente com rabos de palha consegue chegar ao governo? Como é que pessoas que se demitem do mesmo governo de forma irrevogável,conseguem ser nomeados vice ministros e ver o seu poder aumentado? E como é que as mesmas pessoas que tanto criticaram o governo anterior aceitam tudo isto de forma tão pacifica?

 

Por este andar um destes dias temos Dias Loureiro no governo.

 

Jorge Soares

 

publicado às 22:13


4 comentários

Sem imagem de perfil

De Bento Norte a 25.07.2013 às 10:37

Se temos a liberdade da expressão do pensamento, então ocorre-me um raio de pergunta para sossego dos meus pirolitos. Se um dia nos vier um governo de esquerda, que legitimidade terão para o exercício da governação personagens que desde sempre apoiaram regimes totalitários de partido único? Perante as rejeições sistematicamente reivindicadas para os outros com base em ligações politicas e profissionais alegadamente indecorosas, nem percebem o ridículo em que se atolam ao pretender esconder o bacalhau com o rabo de fora!
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 25.07.2013 às 22:58

Isso agora depende, se considera tão grave apoiar outros tipos de regimes como ser cúmplice das negociatas que foram responsáveis pelo maior buraco que já existiu neste país, se considera que mentir descaradamente nas comissões parlamentares é equivalente a acreditar em ideologias, se considera que mentir ao país sobre as habilitações é a mesma coisa que acreditar que há outras formas de governo... então, para si de certeza que até o Vale e Azevedo serve para nos governar...

Já agora, e seguindo o seu raciocínio, não é só a esquerda que apoia regimes mais ou menos totalitários, ou não foi o Relvas que foi para Angola bater palmas ao status quo?

Para si é legitimo que pessoas que participaram no roubo ao país que foi o BPN?, é legitimo que se possa mentir no parlamento?.. para mim não, independentemente se a pessoa em questão é de esquerda ou de direita, para ser governante há que ser em primeiro lugar, HONESTO.

Jorge Soares
Sem imagem de perfil

De Bento Norte a 26.07.2013 às 09:02

Fez o favor de me brindar com uma série de interrogações a propósito do que escrevi antes. Fartou-se de extrapolar insinuando adesivos que me devem ser colados. Pelo respeito que me merece apenas posso responder-lhe que não distingo vigaristas e aldrabões nem regimes totalitários por serem de esquerda ou de direita. Não posso contudo deixar de lamentar o seu abuso quando afirma a certeza de que para mim até Vale e Azevedo servia para governar. Serviu para o Benfica e não fui que lhe dei o voto.
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 26.07.2013 às 09:20

Lamento que se tenha sentido melindrado, eu olho para isto como uma troca de ideias entre pessoas que se encontram num blog como se poderiam ter encontrado noutro sitio qualquer, simplesmente respondi às suas questões com outras questões, não era evidentemente minha intenção colar qualquer rótulo, como imagino não seria a sua intenção para mim quando deixa implícito no seu comentário que eu sou uma pessoa de esquerda...

Jorge Soares

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



Ó pra mim!

foto do autor



Queres falar comigo?

Mail: jfreitas.soares@gmail.com






Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D