Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Isaltino Morais está preso

Imagem de aqui 

 

Tenho uma serie de colegas que vivem em Oeiras, a semana passada a vitória de Isaltino Morais, ou do seu movimento que é a mesma coisa, em Oeiras veio à baila mais que uma vez... e invariavelmente a conversa terminava naquela frase que me irrita solenemente:

 

- A verdade é que ele roubou, mas fez!

 

Até que eu me fartei e perguntei:

 

-Ouve lá, tu confiavas o controlo da tua conta bancária ao Isaltino?

-..... eu não!

- Então, se ele não é de confiança para gerir as tuas contas, como é que lhe podes confiar os milhões da câmara que além de serem teus e de todos, devem servir para o bem da população e não para o seu proveito pessoal? 

 

Fez-se silêncio e o assunto eleições autárquicas não voltou  ser tema de conversa de almoço.

 

Porque é que é assim tão difícil entender que seriedade e honestidade dos governantes tem que estar sempre em primeiro lugar? Como é que as pessoas podem confiar o destino do lugar em que vivem e em última análise o seu destino e o dos seus, nas mãos de alguém a quem não confiariam os seus bens?

 

Jorge Soares

publicado às 22:26


6 comentários

Imagem de perfil

De golimix a 09.10.2013 às 18:46

Há coisas que não dão MESMO para entender... juro! Este pessoal é mesmo, com hei-de dizer isto... Burro?
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 09.10.2013 às 23:44

Boa pergunta.... é difícil de responder... mas estas conversas fazem-me lembrar uma época da minha vida em que vivia num país onde só havia corrupção e eu tinha estas discussões parvas... terminava sempre que era uma questão cultural e que não havia remédio... hoje esse país, apesar de ter todos os recursos do mundo está na mais completa miséria... o que me faz temer pelo nosso futuro.

Jorge
Sem imagem de perfil

De Cris a 09.10.2013 às 18:57

Eu confio a minha conta ao Isaltino! Tenho é que o avisar que está a zeros... :p
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 09.10.2013 às 23:45

LOL

Mas olha que mesmo assim não sei... de certeza que ela arranjava maneira de passar de zero a negativo...

Jorge
Sem imagem de perfil

De Susana Carvalho a 10.10.2013 às 04:16

Tinha uma colega que dizia o mesmo "ele rouba, mas faz". Ela morava, precisamente em Oeiras. Ficava de boca aberta com tamanha estupidez... Já agora, se os outros roubam, porque não hei-de roubar eu? Por esta ordem de ideias... O fazer não desculpa o roubar... Mas isto demonstra a mentalidade das pessoas: acham que por fazer algo de mal, fica tudo equilibrado se depois fazem algo de bem... Já agora, fazemos como antigamente e pagamos à Igreja para que os nosso pecados sejam perdoados...
Está tudo doido!!!!!!!!!!!!!!!!!
Imagem de perfil

De Ssssstress a 10.10.2013 às 11:43

Jorge, com essa pergunta feita assim a frio não é líquido que a resposta seja: não confiaria.
Tudo depende das condições propostas. Porque se ele conseguisse aumentar o saldo da minha conta...
É certo que me cobraria uma comissão choruda, o que seria um risco, porém...

Mais a sério direi que também oiço de várias pessoas o mesmo argumento: é assim mas fez obra!
O que contraponho é que: então vamos escolher de entre os desonestos e eleger o que mais desonesto for?
Achei confrangedora aquela manifestação pública em Oeiras onde foi gritado o nome de Isaltino, Isaltino, como que glorificando-o! Foi uma tristeza, eu acho.
Felizmente que Portugal não é Oeiras e quero acreditar que dos que foram eleitos alguns são honestos e terão como maior preocupação a melhoria dos seus munícipes.
Oxalá se confirme.
Cumprimentos.

Comentar post



Ó pra mim!

foto do autor



Queres falar comigo?

Mail: jfreitas.soares@gmail.com






Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2008
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2007
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D