Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Casamento

 

Para mim o facto de viver em sociedade significa que os meus direitos terminam exactamente onde começam os das pessoas que me rodeiam e evidentemente  espero que o resto do mundo se comporte assim quando olha para mim. Dito isto, a mim faz-me alguma confusão que a discussão da lei do casamento entre pessoas do mesmo sexo levante tanta poeira. Do meu ponto de vista, a pessoa com quem nos queremos casar é algo do foro pessoal, quando eu me casei com a P. só lhe perguntei a ela se  queria casar comigo, porque só  ela e a mim nos interessava o assunto, não me passou pela cabeça perguntar a mais ninguém e muito menos que haveria uma lei que permitiria ou não o casamento.

 

A orientação sexual das pessoas é algo pessoal, algo que só diz respeito a ela e aos seus parceiros, até porque quando falamos de sexo é muito difícil falar do que é ou não normal, basta uma simples pesquisa no google para encontrarmos muitos exemplos de orientações sexuais que incluem pessoas de sexos diferentes e que para a maioria  são completas aberrações. A igreja católica acha que não é normal a utilização dos principais métodos anticonceptivos... então e se um destes dias se lembrarem de impedir o casamento de quem os utiliza?

 

Cada um deveria poder casar com quem bem entender, independentemente de sexo, raça ou religião, desde que ambos estejam de acordo e o façam de livre vontade, o que é que temos a ver com isso? O que estamos a discutir não é o casamento, é a discriminação, o facto de discriminarmos ou não alguém pelo simples facto de ter gostos diferentes dos nossos.

 

Somos um país com uma mentalidade mesquinha, um país de virtudes publicas vícios privados e sabem que mais, há muita gente por aí que deveria ter vergonha.

 

Como dizia o post de ontem... Nada tienen de especial....

 

Jorge

Imagem retirada da internet

publicado às 20:53


3 comentários

Sem imagem de perfil

De António Manuel Dias a 28.09.2008 às 23:00

"Cada um deveria poder casar com quem bem entender, independentemente de sexo, raça ou religião, desde que ambos estejam de acordo e o façam de livre vontade, o que é que temos a ver com isso?"

Acho que aqui está a chave da questão. Precisamente por ninguém ter nada a ver com isso é que acho que o casamento deveria sair da esfera do estado. Ou seja, para o estado todos os cidadãos deveriam ser tratados de igual forma, independentemente de com quem (e porquê) escolhem viver; para o estado, todos devíamos ser solteiros.
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 29.09.2008 às 15:47

Olá António

Na verdade eu até acho que deveríamos ser mesmo todos solteiros, as pessoas acham que é um papel assinado que muda algo..... o que é uma parvoíce.

Abraço
Jorge


Sem imagem de perfil

De António Manuel Dias a 29.09.2008 às 16:05

O casamento serve para formalizar uma união e se alguém pensa que o deve fazer não serei eu quem os irá impedir. Apenas penso que isso deve ser uma decisão pessoal dessas pessoas e do grupo perante o qual se querem anunciar, pelo que eu, o resto da sociedade e, principalmente, o estado não temos nada a ver com isso. Para o estado, a pessoa devia ser tratada de igual forma se vive sozinha ou com uma ou mais pessoas de sexo diferente ou igual. Não há qualquer motivo para ser de outro modo.

Quanto ao meu caso pessoal, também penso que o facto de querer viver com a minha companheira apenas a nós diz respeito. Foi por isso que não casámos, mesmo na altura em que teríamos vantagens económicas nada negligenciáveis com isso. Mas isso somos nós e aquilo que é bom para mim não é necessário que o seja para todos os outros.

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



Ó pra mim!

foto do autor


Queres falar comigo?

Mail: jfreitas.soares@gmail.com






Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D