Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Casamento

 

Para mim o facto de viver em sociedade significa que os meus direitos terminam exactamente onde começam os das pessoas que me rodeiam e evidentemente  espero que o resto do mundo se comporte assim quando olha para mim. Dito isto, a mim faz-me alguma confusão que a discussão da lei do casamento entre pessoas do mesmo sexo levante tanta poeira. Do meu ponto de vista, a pessoa com quem nos queremos casar é algo do foro pessoal, quando eu me casei com a P. só lhe perguntei a ela se  queria casar comigo, porque só  ela e a mim nos interessava o assunto, não me passou pela cabeça perguntar a mais ninguém e muito menos que haveria uma lei que permitiria ou não o casamento.

 

A orientação sexual das pessoas é algo pessoal, algo que só diz respeito a ela e aos seus parceiros, até porque quando falamos de sexo é muito difícil falar do que é ou não normal, basta uma simples pesquisa no google para encontrarmos muitos exemplos de orientações sexuais que incluem pessoas de sexos diferentes e que para a maioria  são completas aberrações. A igreja católica acha que não é normal a utilização dos principais métodos anticonceptivos... então e se um destes dias se lembrarem de impedir o casamento de quem os utiliza?

 

Cada um deveria poder casar com quem bem entender, independentemente de sexo, raça ou religião, desde que ambos estejam de acordo e o façam de livre vontade, o que é que temos a ver com isso? O que estamos a discutir não é o casamento, é a discriminação, o facto de discriminarmos ou não alguém pelo simples facto de ter gostos diferentes dos nossos.

 

Somos um país com uma mentalidade mesquinha, um país de virtudes publicas vícios privados e sabem que mais, há muita gente por aí que deveria ter vergonha.

 

Como dizia o post de ontem... Nada tienen de especial....

 

Jorge

Imagem retirada da internet

publicado às 20:53


31 comentários

Sem imagem de perfil

De António Manuel Dias a 29.09.2008 às 23:07

Pois, como tu, eu também serei realista e cru. Esse é um dos comentários mais homofóbicos que se pode fazer, equivalente ao xenófobo "Não sou racista, mas não gostaria que o meu filho casasse com uma preta."

Se gostas assim tanto do teu filho, ficarias feliz por ele ser feliz, independentemente de quem escolhesse para partilhar a sua vida. Se prezas a sua liberdade, não terias qualquer desejo em relação a essa pessoa (ou pessoas) para além de que ela(s) o fizesse(m) feliz. Porque podes ter a certeza, os teus desejos serão sempre obstáculos no caminho da sua liberdade.
Imagem de perfil

De DyDa/Flordeliz a 30.09.2008 às 00:33

Quando comentei o post do "JORGE" foi porque concordo em absoluto com o primeiro parágrafo.
Quanto ao teu comentário sobre o meu...podia ficar caladinha e deixar-te a tecer a tua opinião sobre ele.
Mas...Não me apetece!
Quero dizer-te que respeito opiniões. E se tu não concordas com a minha, tens esse direito.
No entanto, não serás tu (o meu filho sim eu deixo, e aceito) a matar o meu sonho de um dia ser avó e ter um neto do meu filho.
Quanto aos meus pensamentos, António não te preocupes, sei fechá-los a sete chaves dentro do meu coração. Serei sempre a maior e a melhor amiga que o meu filho teve na sua vida. Além de saber ouvir as suas dúvidas, ilusões e desilusões amorosas. Por acaso (repito por acaso) até hoje são femininas.
Tendências...
Será que ele também é "homofóbico" por isso?
Onde está escrito que és tu o dono da razão? Onde diz que não posso sonhar?
Fica bem!


Sem imagem de perfil

De António Manuel Dias a 30.09.2008 às 22:53

Será que ele também é "homofóbico" por isso?

Não. Apenas não é homossexual. Mas dizer que desejas que o teu filho não o seja é dizer que para ti ser homossexual não é tão bom como ser heterossexual. Isso sim, é preconceito. E é isso que discrimina e magoa quem é discriminado. Sentiste-te atacada e ofendida pela minha resposta ao teu comentário... imagina como se sentirá um homossexual quando perceber que para ti ele é um ser inferior.
Imagem de perfil

De DyDa/Flordeliz a 30.09.2008 às 23:20

"imagina como se sentirá um homossexual quando perceber que para ti ele é um ser inferior"
1- Não tenho o preconceito de inferioridade ou superioridade. Nunca disse que era superior ou inferior. (é colocar-me palavras na "boca".) Ser humano é ser humano - ponto final!
Heterossexual existe
Homossexual existe
Cada um tem o direito a optar pelo seu gosto pessoal.
Foi o que eu fiz!
Foi o que tu fizeste!

E para mim chega de troca de galhardetes!


Comentar post



Ó pra mim!

foto do autor


Queres falar comigo?

Mail: jfreitas.soares@gmail.com






Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D