Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




As memórias do meu avô ferreiro

por Jorge Soares, em 27.10.08

Ferreiro

 

 

Parece que o post de ontem deixou muita gente a salivar por morangos, como dizia a Mieepe, falta muito para a primavera, e para os morangos, mas eu vou continuar com as minhas memórias...e com a casa dos meus avós.

 

Por debaixo do quarto onde nasci ficava a oficina do meu avô, uma forja, uma bigorna, muitos martelos, barras de aço e uma pia com água onde era arrefecido o ferro incandescente. O meu avô era ferreiro. Não sei se alguma vez terá feito ferraduras, imagino que sim, mas não foi no meu tempo. Lembro-me sim de que fazia foucinhas, podões, machados, e que reparava enxadas partidas, forquilhas sem dentes e  panelas de ferro. Aquelas panelas de três pés que vemos nos desenhos animados e nos filmes, o meu avô reparava-as.

 

A oficina era um lugar luminoso, tinha uma janela enorme, e lembro-me de ir lá muitas vezes, o meu avô deixava-me dar ar à forja, eu pegava nas duas pontas de madeira, apertava com força e ficava feliz por ver a chama subir e os carvões ficarem vermelhos incandescentes. O metal era colocado ao fogo até que ficava num vermelho vivo, colocado sobre a bigorna e martelado, de novo colocado no calor da forja e de novo martelado,até que ganhava a forma desejada.

 

Tenho a certeza que se procurar bem, em casa dos meus pais ainda há alguma foucinha com a marca do meu avô, e que o podão que me deixou a cicatriz na mão há trinta anos atrás e que continua a servir para cortar a lenha para a lareira, tem essa marca.

 

O tempo passa e com as pessoas morrem as profissões, ferreiros, carvoeiros, tanoeiros, barqueiros, amoladores, aguadeiros, cesteiros, moleiros, sapateiros, cantoneiros, caldeireiros, cadeireiros,.... são tudo profissões que já existiram, que foram úteis, e que morreram. O meu pai é mecânico...será que os meus netos vão saber o que era um mecânico?

 

Jorge

PS:imagem retirada da internet

PS2:Tudo isto vem a propósito deste post da Perfume e do seu avô carvoeiro.

 

 

publicado às 22:13


Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



Ó pra mim!

foto do autor



Queres falar comigo?

Mail: jfreitas.soares@gmail.com






Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D