Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Para que serve um deus?

por Jorge Soares, em 14.12.08

Solidão

 

Quando escrevi o post de sexta feira, não tentava convencer ninguém, estava só a responder, de forma um pouco provocatória é verdade, à minha amiga Linda, algo do estilo: já que tenho a fama, agora fico com o proveito. É evidente que sei que o tema é polémico, e que teria sempre comentários,... mas confesso que não estava à espera de mais de 30 comentários.

 

Sei que não sou dono da verdade, tenho a humildade suficiente para saber que cada dia aprendo algo novo, e já não seria a primeira vez que uma verdade absoluta, vista desde outro ponto de vista, deixa de ser absoluta e até de ser verdade.

 

Li com atenção todos os comentários, e para ser sincero, não li nada que me faça pensar que estou errado, continuo a achar que as pessoas precisam de deus porque realmente falhamos como seres humanos. Mas toda esta troca de palavras e ideias, deixou-me a pensar, tirando o comentário da Rosa sobre o que lhe aconteceu, e do que falarei outro dia noutro post, a conclusão que consigo tirar é que as pessoas precisam da existência de algo. Há quem lhe chame deus, há quem lhe chame simplesmente algo, há quem lhe chame uma força. Parece que as pessoas sentem que algo não bate certo se isso não existir. E desculpem lá, mas depois disto tudo, estou ainda mais convencido que agora chamamos deus à nossa solidão.

 

Diz o Antonio que isto é resultado de as pessoas terem sido educadas na religião, até certo ponto estou e acordo com ele. A educação no seio da religião criou laços que as pessoas não desfazem, já porque não conseguem, ou porque tem medo que isso algures, antes ou depois da morte, tenha consequências. No entanto, confesso que me faz alguma confusão que isso seja assim, faz-me confusão que pessoas adultas, cultas, educadas e inteligentes, precisem de algo que as acompanhe na vida, principalmente, porque por mais que penso, não consigo perceber, para que serve esse algo.... a não ser para nos aferrarmos quando achamos que já não vamos dar a volta.

 

O Antonio, no sitio dele, aqui, lançou o desafio, "O que faz deus?", pergunta ele, estive lá há bocado, e até agora ninguém respondeu, deixo aqui a mesma pergunta feita de forma um pouco diferente:

 

Para que serve um deus?

 

Quanto a mim, deus não existe, ponto final!

 

Jorge

PS:Imagem retirada da internet

publicado às 21:39


23 comentários

Sem imagem de perfil

De xana a 14.12.2008 às 23:51

Caro Jorge, se for um "Deus grego", eu sei para que serve, mas também não digo... quanto aos outros "Deus" não te posso dizer grande coisa... por exemplo que um "pão de Deus" é uma delícia, serve para comer, e se é de Deus, eu não sei, lá que sabe bem, isso sabe. E agora vou juntar-me à tábua e ao ferro de engomar que não há Deus, nem mesmo um grego, que me salve dessa tarefa...
bjks
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 15.12.2008 às 23:22

Olá Xana

Hummm.... pois..esses a gente sabe par que servem :-).... os outros parece que ninguém sabe mesmo

beijinho
Jorge
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 17.10.2012 às 10:33

Olá Jorge,
Em resposta à pergunta: Para que serve um Deus? Respondo com outra: Para que serve o Amor? Nem tudo na vida tem uma explicação simples, fácil, sucinta… Deus é Amor!! Esta é a verdade e se consegue sentir amor por quem quer que seja então sente a Deus. Ainda que o não veja ou ouça, mas sabe que está lá! Quando olhar para os seus filhos e sentir que o peito aperta , que chega a doer de tanto que os ama, então Deus fez algo maravilhoso por si!
Sem imagem de perfil

De Maria Eugenia Pinto a 15.12.2008 às 00:09

Olá
Respondeste-me, e muito bem, que a fé é um sentimento e sentimentos não se explicam... sentem-se, vivem-se!
Não sei responder á tua pergunta , sei para que é que Deus serve para MIM. Ele é a minha bússola, o meu norte, como para MIM Ele existe tento que seja o meu exemplo, que o seu modelo seja o meu modelo de vida.
As pessoas são todas diferentes bem como as suas vivências. Tu sentes o amor de uma forma que mais ninguém sente. É a tua forma de amar, o que não significa que só tu sabes amar no mundo, verdade?
A minha fé em Deus eu sinto-a de uma maneira que se calhar mais ninguém sente, mas, como é evidente muito outros têm fé e, se calhar muitos sentem-na para colmatar algumas lacunas das suas vidas.
Respeito muito todas as pessoas e todas as opiniões, no dia que isso não acontecer deixo de ser católica pois esse é para mim o grande Mandamento que Ele nos deixou: Amar e respeitar os outros como a nós mesmos.
Como disse a tua P e muito bem é uma questão de fé.
Já agora "como é que consegues estar casado com uma pessoa que diz isso a toda a hora" (ah!ah!ah!ah!)
Beijinho e boa semana
Fica com Deus !!!!!!!!!!!
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 15.12.2008 às 23:28

Olá

Amiga, o amor é um sentimento, tem a ver com afinidades, carências, retribuição, ..os sentimentos são algo humano que nascem da nossa capacidade de pensar e de sentir afinidades... O caracteriza as religiões é a uniformização dos deuses, ou dos sentimentos por eles.... sim, caracterizam a religião, mas não são deus, em todo caso seriam o caminho.

Pensa lá, por muito forte que seja a tua fé... achas que não conseguirias viver sem ela?

Beijinho
Jorge
Sem imagem de perfil

De Branca a 15.12.2008 às 00:30

Como já disseram é uma questão de Fé , e fé não se explica porque é sobretudo uma vivência recheada de sentimentos e parece que tenhas de provar nada, apenas parece-me expor a tua opinião de forma compreensivel a quem te lê para que possam respeitar a tua opinião.
E o que faz Deus ? Faz muita coisa certamente cada um te dirá uma coisa diferente porque de certa maneira cada um tem o seu deus .

Já me alonguei demais .
Beijinho e boa semana
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 15.12.2008 às 23:32

Olá

Tens razão, em primeiro lugar devemos respeitar as opiniões dos outros, mas eu acho que a fé se deve explicar, principalmente porque é em nome dela que se cometem as maiores barbaridades.

Quanto às perguntas, a verdade é que até agora... ninguém respondeu...

Beijinho
Jorge
Imagem de perfil

De Estupefacta a 15.12.2008 às 08:41

Serve para estarmos a falar Nele.
Porque é que sou do Benfica? Porque sou... e não é pelos bons resultados.
Posso dizer-te para que me serve Deus, mas só para mim. Para os demais não sei.
[Error: Irreparable invalid markup ('<br [...] <a>') in entry. Owner must fix manually. Raw contents below.]

Serve para estarmos a falar Nele.<img src="//blogs.sapo.pt/images/mood/EMOTICON_BLINK.png"> <BR>Porque é que sou do Benfica? Porque sou... e não é pelos bons resultados.<img src="//blogs.sapo.pt/images/mood/EMOTICON_BENFICA.png"> <BR>Posso dizer-te para que me serve Deus, mas só para mim. Para os demais não sei. <BR class=incorrect name="incorrect" <a>Ja</A> te adicionei, um dia falamos nisto por msn .<img src="//blogs.sapo.pt/images/mood/EMOTICON_BOUQUETE.png">
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 15.12.2008 às 23:35

Olá

Bom, comparar a fé em deus com a fé clubista... é mau, o que vale é que eu sei que tu és mesmo uma pessoa de fé. Bom, mas se calhar tens razão, principalmente porque há pessoas que mudam de religião... mas ninguém muda nunca de clube.

Eu também já te adicionei e vai ser um verdadeiro prazer falar contigo.

Beijinho
Jorge
Imagem de perfil

De aespumadosdias a 15.12.2008 às 10:45

Às vezes faz-nos bem acreditar em algo suprior a nós. Para quem não acredita há períodos da vida de uma pessoa que são mais díficeis de ser ultrapassados. Um exemplo é a morte de alguém que nos é muito próximo.
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 15.12.2008 às 23:37

Olá

Estás-me a dar razão, deus serve para termos algo a que nos aferrarmos quando não resta ninguém à nossa volta... ou seja, se tivermos pessoas de jeito à nossa volta, amigos a sério, ele não é preciso para nada.

Abraço
Jorge
Sem imagem de perfil

De MH-Words a 15.12.2008 às 11:15

Também não sou crente em Deus.
Mas penso que as pessoas invocam o seu nome quando estão sós, carentes...
Quando tudo escapa das mãos, há a necessidade de querer acreditar em algo... Alguém com quem falar e alguém a quem ainda se possa depositar uma réstia de esperança.

Abraço
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 15.12.2008 às 23:38

Olá

Foi exactamente por aí que esta conversa começou, essa foi a minha afirmação inicial, deus é algo que inventamos para fazer de amigo, quando não há mais amigos.

Abraço
Jorge
Sem imagem de perfil

De António Manuel Dias a 16.12.2008 às 00:05

Cena de Dr. House:

GREG HOUSE: Religion is a symptom of irrational belief and groundless hope.

CHRIS TAUB: They [religious people] have something we don't have.

GREG HOUSE: Imaginary friends.

in http://tvtdb.com/house/transcripts/4x12.php
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 16.12.2008 às 12:25

Tem mesmo a mania!

Olha lá se alguém vai responder a tua casa!...

Nem tinhas feedback se esperasses discutir no teu cantinho...
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 16.12.2008 às 22:14

O Blog é publico, os comentários não são moderados, tem direito a expressar o que pensa, mas por favor, para a próxima, coloque o seu nome...

Jorge
Sem imagem de perfil

De smootha a 15.12.2008 às 15:24

Jorge, eu alteraria a tua frase para: "Deus não existe ! (ponto de exclamação)".
Concordo que a maioria encontre nesse tal deus a tal companhia para a solidão; melhor seria se fosse um deus grego como referiu a Xana...
Também não posso deixar de concordar com a Sopa, quando diz que cada um tem o seu deus, à sua maneira.
Como não-cristã que sou, acredito em mim e nas minhas capacidades, e nunca me passaria pela cabeça funcionar na base da chantagem, tipo: "querido deus, se me concederes isto, vou de joelhos ao cu de judas!"
No entanto, e porque considero estar devidamente inserida na cultura em que me encontro, lá acontece de vez em quando sair uma expressão ou outra, do tipo: "ai meus deus" ou algo do género. Mas com este tipo de expressões acontece o mesmo que com o amor. Quantas vezes se diz "amo-te" sem qualquer noção do que se está a dizer?
Houve um episódio em que eu disse: "deus existe!" e achei que era um gajo com um sentido de humor fora de série e passo a explicar porquê.
Conheço alguém que já nasceu com a língua mais venenosa jamais vista ao cimo da terra, que conseguiu destruir várias pessoas, por coisas que para o caso não interessam agora.
Pois há cerca de um ano, foi-lhe diagnosticado um cancro... na língua!
Sei que pode parecer cruel da minha parte, ainda mais sendo a referida pessoa minha prima, (e não estou de forma alguma a referir que todas as pessoas que tenham a infelicidade de ter cancro, que o mereçam), mas a ser castigada (por esse tal deus ou pela vida) não poderia ter sido mais adequado.
Sei que Às vezes posso parecer uma cabra insensível, mas é o meu puro modo de ver a vida
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 15.12.2008 às 23:40

Olá

Sabes uma coisa.... eu teria dito o mesmo :-) acho que tu e eu olhamos a vida mais ou menos pelo mesmo prisma :-)

Beijinho
Jorge
Sem imagem de perfil

De Miepeee a 15.12.2008 às 18:20

Eu estive a ler tudo e no final so me surge uma pergunta: Mas onde e que esta o mal de ser ateu e de dizer que nao acredita em Deus e que ele nao existe?
Que eu saiba as pessoas nao sao obrigadas a acreditar todas no mesmo, bem sei que e um tema polemico , ainda mais se tivermos em atencao que Portugal e um pais maioritariamente catolico entao o caso torna porporcoes maiores.
Infelizmente ha muitas pessoas que dizem que acreditam so porque fica bem , nao querem ser discriminadas mas sera que acreditam mesmo, nao tera sido algo que lhes incutiram, ja pararam para pensar sobre o assunto? Para mim nao ha nada pior que um falso crente, seja qual for a religiao.
Beijinho.

P.S.: Depois do Ano Novo vou escrever sobre o outro assunto, fica prometido !
Sem imagem de perfil

De sininho a 15.12.2008 às 18:24

:) A nossa liberdade termina onde começa a do outro...por isso só temos de respeitar a tua opinião..jinhos
Sem imagem de perfil

De Miepeee a 15.12.2008 às 19:40

Concordo plenamente contigo, como tal nao percebo o porque de tanta polemica a volta de um ponto de vista que o Jorge decidiu partilhar.
Respeita-se e chega :)
Beijinho.
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 15.12.2008 às 23:45

Nem mais

Beijinho
Jorge
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 15.12.2008 às 23:44

Olá

Não, as pessoas não param a pensar, para a maioria as coisas são assim e ponto final, é a fé.

As pessoas dizem que acreditam porque fica bem, ou porque tem medo de dizer que não acreditam, ou porque preferem não pensar nisso, .... a mim custa-me a entender,.. mas respeito todas as opiniões, é claro que isso não me impede de as discutir.

Beijinho
Jorge

Comentar post



Ó pra mim!

foto do autor



Queres falar comigo?

Mail: jfreitas.soares@gmail.com






Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D