Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




O cerco.... ou o ridículo?

por Jorge Soares, em 28.12.08

Escola do cerco e as armas

 

Há coisas que não consigo perceber, a noticia com mais tempo de antena durante este natal foi sem duvida a "brincadeira" de uns alunos da escola secundária do Cerco, no Porto. Mas o que mais me chamou a atenção não foi o facto em si, o que realmente me chamou a atenção foi a maneira como a professora, a directora do conselho directivo e a associação de pais tentaram branquear o assunto.

 

É verdade que já lá vão uns longos anos desde que  eu passei pelo ensino secundário, e nem fiz o secundário em Portugal, mas daquilo que eu me lembro, os professores eram umas pessoas que estavam nas salas para nos transmitirem conhecimentos, e eram merecedores de todo o respeito por parte dos alunos.  É claro que há professores e professores e há alunos e alunos, mas há alturas para tudo e de certeza que há alturas para as brincadeiras...fora da sala de aula.

 

Eu sei que é altura de natal, mas há coisas que não se podem deixar passar em branco, achei completamente ridícula a tentativa de branquear o caso feita pela directora da escola, pela associação de pais e por muito mais gente. Curiosamente não ouvi a  opinião da professora brincalhona, e também não percebi porque é que ela estava chateada ao ponto de ameaçar marcar falta a todos.... se afinal, era só uma brincadeira.

 

Já agora, e se amanhã em vez de uma arma de brincar, alguém decidir fazer a brincadeira com uma arma a sério e esta se disparar por acidente?.... vai ser uma brincadeira triste não é?

 

Já agora, será que esta professora brincalhona quer ser avaliada? e a presidenta do conselho directivo que acha isto uma brincadeira, quer ser avaliada?

 

Ridículo!

 

Jorge

PS:Imagem retirada de aqui:RTP

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:02


11 comentários

Sem imagem de perfil

De Sónia Pessoa a 29.12.2008 às 00:56

Amigo, passa no meu cantinho, tem lá um miminho para ti...
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 03.01.2009 às 00:22



Beijinho
Jorge
Sem imagem de perfil

De Sónia Pessoa a 29.12.2008 às 00:58

Em relação ao teu post, assino por baixo... é rídiculo e muito grave!
Sem imagem de perfil

De Sininho a 29.12.2008 às 01:15

Nem comento...infelizmente o ensino já teve melhores dias ..com muita pena minha..jinhos
Sem imagem de perfil

De susana Rodrigues a 29.12.2008 às 02:04

O sistema educativo como nós o conhecemos tem os dias contados. Muita coisa terá irremediavelmente de mudar. E quando digo mudar não falo de voltarmos ao antigamente. Falo em modificações profundas e permanentes que abalarão todas as estruturas sociais que conhecemos.
Um beijinho
su
Imagem de perfil

De Escondida a 29.12.2008 às 14:27

Eu sou um bocadinho do contra.

A brincadeira é um bocado ridicula, sim, mas a mediatização que lhe deram é ainda maior.

Cada vez mais no ensino, existe uma proximidade aluno-professor, professor-aluno, algo que eu acho muito bom.

Neste caso, existiu um abuso, sim, o facto de terem utilizado uma arma, ainda que falsa, foi errado, mas foi levado como brincadeira.

Toda a gente reagiu com repugnancia ao caso porque só se ve aquela parte do video, não ve a como reage a professora apos a brincadeira ser "desfeita".

E ainda existe outro factor que fez com que tenha existido esta mediatização, o facto de ter acontecido no Cerco.

Mas todos têm as suas ideias, e respeito-as.

Beijinhos
Sem imagem de perfil

De marta a 29.12.2008 às 14:46

Eu acho ridículo. Mas... não deixa de ser verdade que há realmente algum aproveitamento por parte dos media. Na verdade se é sangue vende, se tem pouco sangue, dá-se mais uma facada.

Quanto às perguntas que deixas no final. Eu julgo que sim, que querem ser avaliadas. Não podem é aceitar uma avaliação com consequências, só isso... sobre este assunto, ocorre-me dizer, deixa ver se consigo pôr isto de uma maneira simpática... ridículo!!!


Imagem de perfil

De Paola a 29.12.2008 às 15:15

Acho ridículo... que a sociedade eduque as suas crianças e jovens a matar e a roubar, dizendo-lhes que não faz mal... são videojogos , afinal!

Acho ridículo... que o "porreirismo" seja uma qualidade do professor; que se defendam "igualdades" impossíveis de ter, confundindo com respeito...

Acho ridículo... que se teime em branquear tudo o que sirva para denegrir os professores.

Acho ridículo... que não se entenda que o desempenho dos professores não depende apenas de si mesmos...

Acho ridículo... que a escola pública esteja a morrer e os únicos que gritam por ela são os professores. Veja-se o número de alunos que estão a "fugir" para o privado...

Acho ridículo... que a educação tenha chegado aqui, como chegou.

bjo
Bom Ano
Sem imagem de perfil

De Maria Eugenia Pinto a 29.12.2008 às 15:27

Para além de achar ridículo acho muito triste... Acho triste a educação que nós pais damos aos nossos filhos, educação essa que os leva a terem "brincadeiras daquelas", Acho muito triste o ponto em que o ensino chegou no nosso país... Está á beira do descrédito completo. Acho triste o aproveitamento dos media destas situações em alturas como estas (Natal!) e a mediatização que dão ao sucedido, quem sabe a dar "ideias" a quem nem as tinha... Afinal é uma altura em que as crianças e jovens veêm muita televisão, não é?
Como alguém dizia num comentário anterior, muita coisa tem que ser repensada e modificada no nosso sistema de ensino.
Beijinhos
Sem imagem de perfil

De Perfume a 29.12.2008 às 15:58

Concordo plenamente com tudo o que escreveste e sim, querem ser noticia para serem avaliados.
Cabe a nós pais, mudar algumas coisas e aos professores também!
Algo está mal na educação dos nossos filhos.
Imagem de perfil

De DyDa/Flordeliz a 29.12.2008 às 17:41

Estamos na época do “desculpabilizar”, é o que penso e o que sinto!
Damos o benefício da desculpa:
- São crianças era uma brincadeira (mesmo de mau gosto e abusiva).
Chamamos liberal ao professor(a):
- Quando as suas competências são as de ensinar, educar e formar futuros adultos mantendo a ordem na sala de aula para os que estão interessados em crescer e aprender.
Apelidamos de informação:
- Ao aproveitamento por parte da comunicação social de notícias com actos de rebeldia ou vandalismo juvenil repetindo-os até à exaustão e transformando-os em importância nacional.
E depois do erro feito não sabemos assumir e ainda tentamos justificar o que não tem justificação (no caso a escola, a família ou mesmo o sistema!)
Eu não acho normal:
- Andar de pé a brincar nas salas de aulas. Levar brinquedos (muito menos com aspecto de armas). Os alunos faltarem ao respeito aos professores não obedecendo às suas ordens ou o professor brincar ou comportar-se como se aluno fosse.
Ser amigo do aluno não é descer ao nível etário dele!

Comentar post



Ó pra mim!

foto do autor



Queres falar comigo?

Mail: jfreitas.soares@gmail.com






Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D