Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Educação sexual.. Santa Ignorância

por Jorge Soares, em 10.09.10

Pais Proíbem filhos de terem educação sexual

 

Imagem de Henricartoon

 

Através de uma carta enviada à direcção das escolas, já há pais a proibir os filhos de assistirem às aulas de educação sexual. No documento fica expresso que não é autorizada "qualquer aula, acção ou aconselhamento relativo a educação sexual", sem o "acordo por escrito, atempadamente solicitado pela escola".

 

Fiquei na dúvida, no 4º Ano as crianças na parte em que dão o corpo humano falam dos órgãos sexuais e da reprodução, isto também está abrangido por esta carta?

 

Estes senhores  agruparam-se numa plataforma que se chama Resistência nacional.... resistência a quê? e a quem?

 

Será que eles são capazes de falar do assunto com os filhos? ou serão dos que acham que é tabu até em casa e deixam que estes aprendam por si mesmos e muitas vezes da pior maneira... Santa ignorância.

 

Jorge Soares

publicado às 21:31

 

A Inês de Medeiros e a sua casa em Paris

 

Imagem de Henricartoon

 

Vendo pelo mesmo preço que comprei, ontem no Arrastão, o Daniel Oliveira dizia o seguinte:

 

"A semana passada um colaborador do grupo parlamentar do PSD foi apanhado em flagrante delito, às sete da manhã, em pleno acto com uma amiga que não trabalha na Assembleia. A coisa pode parecer apenas interessante contada assim. Mas é muito mais do que isso. O acto aconteceu na sala do plenário. Infelizmente, a interrupção não terá permitido ao arrojado casal levar a fantasia até ao fim. Há sempre um empata."

 

Há fetiches e fetiches, já aqui falamos até do sexo no confessionário, mas convenhamos que a sala do plenário da assembleia da república bate qualquer igreja aos pontos... até porque igrejas existem aos milhares ...e salas do plenário da assembleia da república portuguesa... só há uma. ...  e é preciso valor para uma cena destas... pena é que não tenham mostrado uma fotografia do casalinho...sempre ficávamos com uma ideia sobre se valia o risco ou não. 

 

Mas eu ia falar da assembleia da república por outro motivo, nas eleições passadas entre os candidatos do PS ao distrito de Lisboa constava o nome de Inês de Medeiros, é mais ou menos normal que os partidos apresentem entre os candidatos a deputados figuras públicas mais ou menos conhecidas, também é normal que por um distrito apareçam candidatos que nada tem a ver com o mesmo, o que não assim tão normal é que se candidate por Lisboa alguém que tem residência em Paris.

 

Estranho mesmo é que a Inês depois de ser elegida continue com a sua residência em Paris, agora, inacreditável é que a senhora apresente as facturas da viagens semanais para casa...e por incrível que pareça e como podemos ver nesta noticia, a verdade é que lhe vão pagar as viagens.

 

Vocês desculpem lá, mas se a senhora não estava disposta a vir viver para Lisboa não se candidatava, e se queria continuar a viver em Paris, afinal são só duas horas de avião e demora-se muito mais a chegar a algumas  capitais de Distrito Portuguesas, pagava as viagens do bolso dela, fazer com que o estado com o dinheiro dos impostos de todos nós pague as viagens é uma completa falta de vergonha, por parte dela e do PS que não só a elegeu sabendo do pequeno detalhe, como agora votou a favor do pagamento.

 

Hoje é dia 25 de Abril, e eu até sou dos que acredita piamente na nossa democracia..mas entre fetiches e deputados emigrantes...  a mim parece-me que o nosso parlamento cada vez mais parece uma casa de passo.

 

Jorge Soares

publicado às 21:40

Gripe a e sexo

 

Já aqui se falou sobre a gripe A, sobre a vacina para a gripe e sobre a forma como estamos todos a tratar o assunto, eu já tenho ali a credencial para ir tomar a vacina e só estou à espera que chegue a minha vez... mas hoje não vou ir por aí, hoje vou dar uma de serviço publico.

 

Há muitíssima gente que decidiu não tomar a vacina, muitíssima gente que deverá ter portanto cuidados redobrados, porque mesmo que o H1N1 não seja tão mau como o tentam pintar, uma gripe é uma gripe, e quem a apanhar não se livra de 3 ou 4 dias deitado abaixo. É sabido que o vírus se transmite de pessoa a pessoa e quanto mais próximo seja o contacto mais possibilidades há de contágio..... assim de repente, que contacto haverá mais próximo que uma relação sexual? Para quem não quer passar por uma temporada de abstinência em nome da saúde, deixo aqui copia de uma noticia que retirei do IOL:

 

 

Kamassutra da gripe A"A gripe A pode ser «apanhada» em situações que nem imaginamos. Sob esse pretexto, a revista «Cosmo» norte-americana, nas bancas este mês, elaborou um trabalho sobre as formas de evitar o contágio do vírus H1N1 durante as relações sexuais.

Segundo a publicação, a posição «reverse cowgirl» - onde a mulher fica por cima e de costas viradas para o homem - apresenta vantagens em relação à tradicional posição «missionário» avançando a explicação: «Quanto mais distantes estiverem as bocas e narizes do par, menos são as hipóteses de inspirar o vírus»."

 

Há quem desaconselhe os beijos, abraços e festinhas..... e se bem é verdade que um pouco de imaginação naquela hora nunca está demais, assim de repente arranjava-se já um kamasutra para a gripe A, com mascaras e látex  ..  ....tudo em nome da saúde... eu cá, acho que prefiro tomar a vacina... é de certeza mais seguro e além disso, quem é que naquele momento se lembra da gripe?.

 

Jorge Soares

 

publicado às 21:25

Li no Ionline que vão recolher assinaturas a favor do referendo nos jogos de futebol, já  no JN diz-se que em muitas igrejas, os padres para além de utilizarem o púlpito para arremeterem contra os direitos das pessoas, estão a convidar os fieis a passarem pela sacristia para assinarem a petição a favor do referendo..

 

Continuo a não perceber o que tem a igreja a ver com tudo isto, que eu saiba é do casamento civil que se trata,... mas pronto. 

 

Acho que já todos sabem a minha opinião sobre o assunto, por isso, hoje deixo a do Ricardo Araújo Pereira para vossa reflexão.

 

 

Ricardo araujo Pereira e os referendos

 

Retirado da Visão

 

Isto precisa é de um referendo em cada esquina 

 

 

Confesso que não sei se as pessoas nascem com essa característica ou se optam por adoptar o comportamento desviante que a Bíblia, aliás, condena - mas, na minha opinião, os canhotos não deveriam poder casar. Nem adoptar crianças. Um casal de pessoas, digamos, normais, acaricia a cabeça dos filhos como deve ser, da esquerda para a direita. Os canhotos acariciam da direita para a esquerda, o que pode ter efeitos perversos na estrutura emocional das crianças. Na verdade, sou contra a adopção por casais heterossexuais em geral, sejam ou não canhotos. Atenção: não tenho nada contra os heterossexuais. Tenho muitos amigos heterossexuais e eu próprio sou um. Mas não concordo que possam adoptar crianças. Em primeiro lugar, porque é contranatura. Quando olhamos para a natureza, não vemos casais de pardais ou de coelhos a adoptarem crias de outros. Pelo contrário, esforçam-se por colocar as suas crias fora do ninho ou da toca o mais rapidamente possível. Ou usam as suas próprias crias para produzir novas crias. Mas não adoptam. Provavelmente, porque sabem que é contranatura. Por outro lado, a adopção por casais heterossexuais pode condicionar a sexualidade das crianças. Todos os homossexuais que conheço são filhos de casais heterossexuais. A influência de heterossexuais tem, por isso, aspectos nefastos que merecem estudo cuidadoso. Por fim, há a questão do estigma social. Suponhamos que uma criança adoptada por um casal heterossexual é convidada para ir a casa de um colega adoptado por um casal de homens. Como é que o miúdo que foi adoptado por heterossexuais se vai sentir quando perceber que a casa do colega está muito mais bem decorada do que a dele?

 

Quanto ao casamento entre pessoas do mesmo sexo, mais do que ser a favor de um referendo, sou a favor de vários. Creio que o casamento entre pessoas do mesmo sexo deve ser referendado caso a caso. O Fernando e o Mário querem casar? Pois promova-se uma grande discussão nacional sobre o assunto. A RTP que produza um Prós e Contras com cidadãos de vários quadrantes que se posicionem contra e a favor da união do Fernando e do Mário. Organizem-se debates entre o Mário e os antigos namorados do Fernando, para que o povo português possa ter a certeza de que o Fernando está a fazer a escolha certa. E depois, então sim, que Portugal vá às urnas decidir democraticamente se concede ao Mário a mão do Fernando em casamento. E assim para todos os matrimónios. Se o objectivo é metermo-nos na vida dos outros, façamo-lo com o brio que essa nobre tarefa merece.

 

Defendo, portanto, uma abordagem especialmente cautelosa desta questão. Sou muito sensível ao argumento segundo o qual, se permitirmos o casamento entre pessoas do mesmo sexo, teremos de legalizar também as uniões dos polígamos. E sou sensível porque, como é evidente, não posso negar que me vou apercebendo da grande movimentação social de reivindicação do direito dos polígamos ao casamento. Parece que já temos entre nós vários muçulmanos, grandes apreciadores da poligamia. E eu não tenho homossexuais na família, nem entre os meus amigos, mas polígamos, muçulmanos ou não, conheço umas boas dezenas. Se toda esta massa poligâmica desata a querer casar, receio que os notários fiquem com as falangetas em carne viva, de tanto redigirem contratos de união civil. Mas, felizmente, confio que os polígamos sejam, também eles, sensíveis à mais elementar lógica: a poligamia é uma relação entre uma pessoa e várias outras de sexo diferente. A reivindicarem a legalização das suas uniões, fá-lo-iam a propósito do casamento entre pessoas de sexo diferente, com o qual têm mais afinidades. A menos que se trate de poligamia entre pessoas do mesmo sexo. Mas, segundo o Presidente do Irão, parece que entre os muçulmanos não há disso.

 

Ricardo Araújo Pereira

 

PS:Dizem nesta noticia que os gays não entram no reino dos céus... eu acho que o Ricardo também não.... e pensando bem, nem eu   

publicado às 21:01

Como fazer uma mulher feliz

por Jorge Soares, em 30.10.09

Como fazer uma mulher feliz

Imagem retirada da internet

 

 

Esta semana anda fraca em motivação para a escrita, não sei se foi da perca dos parafusos na terça ou da desilusão do encontro nacional de adopção na segunda (porque é que chama encontro de adopção a uma coisa onde praticamente só estão funcionários da Seg. Social? ) . A verdade é que não tenho inspiração para a escrita. 

 

Hoje é sexta, aqui no blog as sextas já foram dia de vídeo, hoje, vai ser dia de humor. Já tinha recebido por mail, hoje encontrei no blog da Iris, e deixo para vossa apreciação:

 

Como fazer uma mulher feliz


 

Técnica nº 1:   Mãos Molhadas


Faça a sua parceira sentar-se numa cadeira confortável na cozinha. Certifique-se de que ela consiga ver muito bem tudo o que faz. Encha o lava-louça com água e adicione algumas gotas de detergente aromatizado para louça.. Segurando uma esponja macia, submerja as mãos na água e sinta a sua pele ser envolvida pelo líquido até que a esponja esteja bem molhada...


Agora, movendo-se devagar e gentilmente, agarre num prato sujo do jantar, coloque-o dentro do lava-louça e esfregue a esponja em toda a superfície. Vá esfregando com movimentos circulares até que o prato esteja limpo.


Passe por água limpa e coloque-o a secar. Repita com toda a louça do jantar, até a sua parceira ficar a gemer de prazer.


Técnica nº 2:  Vibrar pela Sala


É um pouco mais difícil do que a primeira, mas, com algum treino, fará a sua parceira gritar de prazer.


Cuidadosamente, vá buscar o aspirador no sítio onde fica guardado. Seja gentil, demonstre-lhe que sabe o que está a fazer. Ligue-o na tomada, aperte os botões certos na ordem correcta. Vagarosamente, vá movendo para frente e para trás, para frente e para trás... por toda a carpete da sala. Saberá quando deve passar para uma nova área. Vá mudando gradualmente de lugar. Repita quantas vezes forem necessárias, até atingir os resultados pretendidos.


Técnica n° 3: Camisa Molhada


Este joguinho é bem fácil, embora precise de mente rápida e reflexos certeiros. Se for capaz de administrar correctamente a agitação e a vibração do processo, a sua parceira falará da sua performance a todas as amigas.


Precisará apenas de duas pilhas de roupa: uma com as roupas brancas, outra com as coloridas. Encha a máquina de lavar com água e vá derramando gentilmente o detergente dentro do compartimento para o efeito (para deixar a mulher ofegante, use exactamente a quantidade que o fabricante recomenda).


Agora, sensualmente, coloque as roupas brancas na máquina... uma de cada vez.... devagar. Feche a tampa e ligue o "Programa completo". A sua companheira ficará extasiada. No fim da lavagem, retire as roupas da máquina e estenda-as a secar. Repita a operação com as roupas coloridas....


Técnica nº 4: O que sobe, desce


Esta é uma técnica muito rapidinha, para aqueles momentos em que quer surpreendê-la com um toque de satisfação e felicidade. Pode ter certeza, ela não vai resistir. Ao ir à casa de banho, levante a tampa da sanita. Ao terminar, abaixe-a novamente. Faça isto todas as vezes. Ela vai precisar de atendimento médico de tanto prazer.


Técnica nº 5: Gratificação Total


Cuidado: colocar em prática esta técnica pode levar a sua companheira a um tal estado de sublimação, que depois será difícil acalmá-la, e pode haver riscos irreversíveis para a saúde da mulher. Esta técnica leva algum tempo para ser aperfeiçoada. Empenhe-se com afinco. Experimente sozinho algumas vezes durante a semana e tente surpreendê-la numa sexta-feira à noite. Funciona melhor quando ela trabalha fora e chega cansada a casa.


Aprenda a fazer uma refeição completa. Seja bom nisso. Quando ela chegar, convença-a a tomar um banho relaxante (de preferência aromático, numa banheira de água morna já previamente preparada por si).


Enquanto ela estiver lá, termine o jantar que já terá adiantado antes dela ter chegado a casa.


Depois que ela ficar relaxada com o banho e saciada com o jantar, execute a Técnica nº 1.


Preste atenção à sua parceira, pois o estado de satisfação será extremamente alto!!!

 

Jorge Soares

 

publicado às 21:27

Eu hoje ia falar da Quimonda, ando há uns meses para falar do assunto, por um motivo ou outro não se proporcionou, era hoje, era... porque logo de manhã,  encontrei esta pérola:

 



Isto não passa de um vídeo parvo feito por alguém que aparentemente tinha sido colocada num pedestal por muitos portugueses e que hoje parece que caiu do altar abaixo.

 

Ora, para além da blogosfera, este vídeo foi noticia no Ionline, no JN, no DN, No Destak,  no Público,  na TVI, na  RTP e de certeza em muitos mais meios de comunicação.

 

A meio da tarde, recebi o mail com o link para a já inevitável petição online onde num texto sem caracteres portugueses, se pede para que seja proibida a entrada em Portugal da dita senhora (há bocadinho ia em 125 assinaturas, ainda que a noticia do DN fale em 2000).

 

Eu concordo que o vídeo não passa de uma pobre amostra da falta de cultura e de educação da senhora, mas sinceramente, justifica este barulho todo? Já passaram as eleições, a gripe A já deu o que tinha a dar, no PSD ainda se está no processo de afiar-se as garras para o que aí vem e portanto não há noticias... mas será que não havia mais nada de que falar nos jornais e nos noticiarios da televisão?

 

Estamos mesmo mal quando nos importamos com coisas e pessoas pequeninas como esta.

 

Jorge Soares

publicado às 21:41

Morreu Raul Solnado.... a guerra acabou mesmo!

por Jorge Soares, em 08.08.09

Morreu Raul Solnado

Imagem do Público

 

Há noticias que não queremos ler ou ouvir, morreu um homem de um tempo em que se fazia humor, morreu Raul Solnado, depois de muitas guerras a brincar, esta guerra era a sério, e infelizmente ..esta ele não ganhou.

 

"O actor Raul Solnado morreu hoje às 10h50, aos 79 anos, na sequência da evolução de um quadro clínico Cardio-Vascular grave, informou a Direcção Clinica do Hospital de Santa Maria, em Lisboa.

Raul Augusto de Almeida Solnado nasceu em Lisboa a 19 de Outubro de 1929. Entrou no mundo do teatro em 1947, enquanto actor amador, no Grupo Dramático da Sociedade de Instrução Guilherme Cossul."

 

Noticia do Público

 

 

Jorge Soares

publicado às 14:30


Ó pra mim!

foto do autor


Queres falar comigo?

Mail: jfreitas.soares@gmail.com






Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D