Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



 

 

Imagem do Público

 

Dois dias em que até agora, ainda falta jogar a favorita Argentina, não se ouviu falar dos árbitros, o que depois das polémicas dos dois primeiros dias, são boas noticias. Os árbitros fazem parte dos jogos e erram como os jogadores e os treinadores, deseja-se que errem o mínimo possível e se possível sem ser sempre a favor dos mais favoritos.

 

O Sábado começou com um Colombia-Grécia, mesmo sem Radamel Falcão a Colômbia é uma excelente selecção, muito melhor que a Grécia e quanto a mim o resultado que talvez seja um pouco exagerado, é mais que justo. Fernando Santos tem feito um excelente trabalho mas a verdade é que a Grécia não tem argumentos para ir mais longe que a primeira fase.

 

No segundo Jogo do dia tivemos uma das maiores surpresas até agora a Costa Rica com um futebol muito agradável e um jogador muito acima da média, Joe Campbel, derrotou um Uruguai sem ideias e sem soluções.

 

O uruguai que jogou sem a sua estrela Luiz Suarez e que foi quarto no último mundial, não mostrou futebol para bater uma Costa Rica muito mais humilde e muito mais lutadora. Tendo em conta o que se viu no jogo a seguir a este, acho que estas duas equipas podem ir marcando a viagem para casa.

 

O último Jogo do dia foi o Itália-Inglaterra e para mim foi o melhor até agora. Há muito que não via a Inglaterra jogar e fiquei gratamente surpreendido, uma equipa muito jovem mas que tem ali jogadores com um futuro enorme, não sei se já estarão prontos para este mundial mas é sem dúvida nenhuma uma equipa com um enorme futuro.

 

A Itália que se viu ontem  foi uma equipa virada para a frente, continua a ter solidez defensiva mas sem rastos do catenacio, ganhou porque soube explorar melhor os momentos do jogo e porque mostrou mais maturidade que a jovem equipa inglesa.

 

Já vamos no quarto dia de mundial e até agora não tivemos nenhum empate e o único jogo com menos de três golos foi o México-Camarões, louve-se o futebol ofensivo e a veia goleadora.

 

Jorge Soares

publicado às 22:16

 

Iker Casilhas

Imagem de Marca.es

 

Não é coincidência que dois dos jornais espanhóis que espreitei tenham esta mesma fotografia no topo dos seus sites, na reedição da final do último mundial, a Espanha foi humilhada por uma Holanda enorme, 5 - 1 é um resultado que não é nada habitual num mundial e muito menos quando o derrotado é o campeão Mundial e da Europa.

 

Casillas não será o único culpado, na segunda parte toda a equipa caiu como um baralho de cartas, mas os falhos do Guarda redes são sempre mais notados e hoje Casillas falhou redondamente em pelo menos dois dos golos e teve culpas em e dos 5.

 

Hoje a Holanda foi muito superior à Espanha, com menos posse de bola mas com um futebol directo que apostou nas transições, deixou a Espanha sem velocidade e sem argumentos para se defender ante o caudal ofensivo, ou muito me engano ou entrou directo na bolsa de apostas como uma das principais candidatas ao titulo.

 

Não é a primeira vez que a Espanha perde no jogo de abertura de um mundial, mas o que está em questão não é tanto a derrota como a forma como esta aconteceu, com a Espanha a mostrar falhas enormes ao nivel defensivo e com dois centrais que para além de parecerem lentos, parece que não se conseguem entender no centro da defesa e ainda por cima não podem confiar no guarda redes.

 

É muito cedo para se fazerem apostas, mas esta Espanha cheira a fim de ciclo, dos 23 escolhidos por Del Bosque, 17 estiveram no mundial anterior na África do Sul. São jogadores que já ganharam tudo mas alguns dos que hoje foram titulares já estão na curva descendente das suas carreiras,  veremos se Del Bosque será capaz de fazer a necessária revolução e se terá entre os que não foram titulares jogadores à altura.

 

Para não variar também este jogo teve um caso de arbitragem, o golo da Espanha foi resultado de um penaltie inexistente.

 

No primeiro jogo do dia, o México que claramente jogou contra 14, para além de dois golos mal anulados ficou um penaltie por marcar, ganhou um zero aos camarões. Uma vitória mais que merecida, os Aztecas perfilam-se como candidatos ao segundo lugar no grupo do Brasil.

 

O Chile-Austrália está neste momento com 20 minutos de jogo, os chilenos vencem por 2-0 e dominam claramente uma selecção australiana que é sem duvida a mais fraca das que actuaram até agora.

 

Em suma, foi um dia marcado pela humilhação da Espanha, pelos frangos do Iker Casilhas e pelos erros arbitrais.

 

Jorge Soares

publicado às 22:35

Neymar no jogo inaugural do mundial

 Imagem do Público

 

Por norma os jogos inaugurais dos mundiais nunca são um grande espectáculo, o de hoje até começou muito bem, a Croácia apresentou-se no Itaqueirão de São Paulo desinibida e disposta a enfrentar o Brasil olhos nos olhos e sem medo.

 

O jogo começou com a Croácia em cima do Brasil e a tomar  as rédeas do jogo e nos primeiros 10 minutos silenciou o estádio, principalmente depois do auto golo de Marcelo.

 

Depois o Brasil foi surgindo a espaços e conseguiu empatar num remate com muita sorte por parte de Neymar.

 

Na segunda parte a Croácia não conseguiu voltar a jogar como o tinha feito no inicio, o Brasil marcou o segundo golo num penaltie inexistente e marcou o terceiro quando a Croácia já atacava em desespero.

 

Não foi um grande jogo, para o Brasil o resultado é muito melhor que a exibição.... este Brasil parece-me uma equipa à imagem daquela de Scolari que em 98 ganhou o mundial em França, joga o quanto baste para ganhar os jogos sem nunca convencer por aí além.... mas foi só o primeiro jogo, vamos ver se melhora a seguir. 

 

Tirando o detalhe do penaltie inexistente, gostei da arbitragem à inglesa do Japonês Nishimura.

 

Fora dos estádios, o dia começou com os já habituais protestos e repressão policial em São Paulo, veremos se com o rolar da bola as coisas arrefecem ou se será esta a imagem de marca do dia a dia do mundial do país do futebol e das desigualdades.

 

O melhor o inicio do jogo da Croácia, se conseguirem jogar assim mais vezes e durante mais tempo podem ir longe.

 

Gostei do pouco que vi na cerimónia de abertura, bela imagem da cultura brasileira, foi bonita a festa pá.

 

Jorge Soares

publicado às 22:47

 

 

Letra

 

 

A rua é de quem?
Eu vou te contar
É de quem tem sede,
tem vontade de lutar.

Não se iluda, a Copa não é nossa!
Periferia não tem vez
E a minha gente chora.

A mídia, o Estado, repressão policial
Pra servir classe burguesa 
Quem manda é o capital.

Shiu, cuidado! Fale com cautela
Eles falam que é do povo
Mas nunca viu a favela

[refrão]:

"Será mesmo um absurdo
A gente se rebelar
Contra essa tal Copa do Mundo?
E a alegria florescer
E todo mundo ter uma chance de uma vida boa ter?"

Em busca de um padrão
Tudo é sacrificado
E quem mais sofre é o preto pobre 
Que é marginalizado.

"Tem que acabar com essa história do negro ser inferior" 

Padrão Fifa? Pra quem?
Pra gente que é pobre,
Não sobra um vintém.
Quem vai sofrer com tanto gasto
É o povo mais tarde
Impostos, comida e aumento da passagem.

Higienização social, morador removido
E você se pergunta: o que tenho haver com isso?

O circo tá armado
Que comece o show!
Enquanto vão te explorando,
Você vai gritando GOL!

Pra quê hospital?
Já disse o Ronaldo
Pra fazer Copa do Mundo
Só precisa de estádio.

Meu filho tá morrendo
Na porta do hospital
E tudo culpa de uma ação policial.

[refrão]:

"Será mesmo um absurdo
A gente se rebelar
Contra essa tal Copa do Mundo?
E a alegria florescer
E todo mundo ter uma chance de uma vida boa ter?"

A polícia é bandida
Quer punir, quer matar
O lance agora é desmilitarizar
Quero ver se ela aguenta a revolta popular.

Então:
Deixa passar, deixa passar, deixa passar a revolta popular.

PM truculenta e despreparada
Tem resposta pra tudo
Mete bala de borracha
Mas não se preocupe esse ano tem mais
Eu me protejo com vinagre
PM pode mandar gás.

E o que é então que mais medo te dá?
Os jovens mascarados?
Ou a polícia militar?

Então me diz
O que te dá mais aflição:
A galera do rolezinho?
Ou a política de remoção?

Sem contar no aumento
Que vai ser anormal
Da exploração sexual.

Essa é a realidade
Pátria Amanda Brasil
A que ponto nós chegamos
Nessa pátria que pariu.

Abre esse teu olho
Não se iluda, vem pra Luta.
Não se deixe enganar
Por essa burguesia imunda.

A juventude vai à rua
E no mundo faz mudança
Com a arte que liberta
Ela atua, canta e dança.
Faz rap, grafite, mobiliza geral
Se envolve na política
E não desiste nem a pau.

publicado às 21:33

Uma selecção presa por arames?

por Jorge Soares, em 20.05.14

Paulo Bento

 

Não tenho memória de uma  convocatória da selecção que não tenha gerado discussão, já seja para um mundial ou para um jogo a feijões há sempre quem ache que conseguia escolher melhor que o treinador.

 

Há em em cada português um treinador de bancada, todos percebemos imenso de futebol, todos sabemos as leis e vemos melhor que os árbitros e todos conseguíamos fazer uma melhor selecção... de preferência com os jogadores do nosso clube que são sempre melhores que os outros... ainda que agora seja mais difícil, é que portugueses nos clubes grandes passou a ser a excepção e não a regra

 

Esta vez não foi a excepção, como seria de esperar as escolhas para o Brasil deixaram muita gente indignada, principalmente porque falta o nome de Quaresma na convocatória.

 

Tenho Paulo Bento como um excelente treinador, um excelente profissional e sobretudo, como uma pessoa coerente. É verdade que na selecção devem jogar os melhores, mas também é verdade que não podemos olhar para a equipa como um grupo de bons rapazes que se juntam de vez em quando para dar um chutos ao fim de semana...

 

Qualquer equipa, já seja uma selecção ou uma equipa dos campeonatos amadores, deve ter uma espinha dorsal, um grupo forte no qual se apoie  ao que se vão juntando peças nas alturas certas.. O trabalho principal dos seleccionadores é construir esse grupo, escolher os melhores não é difícil, fazer com que eles funcionem como uma equipa dentro do campo, está reservado aos vencedores... e quanto a mim Paulo Bento tem conseguido isso muito bem.

 

Ele fez as suas escolhas dentro do que é o seu grupo e poucos terão dúvidas de que todos os escolhidos são excelentes jogadores, a mim o que me levanta algumas dúvidas é  se alguns desses jogadores, os que passaram por uma época longa e desgastante e os que tiveram lesões mais ou menos graves, estarão em condições físicas para suportar um mundial que se vai disputar num país com um clima que não é dos melhores para jogar futebol, pelo menos para jogadores europeus.

 

Eu sempre fui um admirador do Helder Postiga, mas ele vem de uma lesão grave, tal como Eder, tal como Nani, só para referir 3, é verdade que por um lado são jogadores que fizeram menos jogos, mas também passaram por períodos de recuperação longos, voltaram a jogar há muito pouco tempo e não tem evidentemente ritmo de jogo e muito menos para as exigências de um mundial.

 

Todos sabemos a enorme dependência que a selecção tem do jogo de Cristiano Ronaldo, mas também sabemos que neste momento a sua condição física é uma enorme incógnita. Os jornais espanhóis falam de problemas no joelho que se arrastam à meses e que nunca foram tratados como deve ser, porque tal como a selecção o Real Madrid depende dele para ganhar e o próprio Cristiano tem uma sede de vitórias que o levam a querer jogar sempre e sempre no limite.

 

Para mim a incógnita não é se estes são os melhores jogadores portugueses, são de  certeza, a incógnita é se uma selecção que parece em muitos casos presa por arames, terá estaleca física para aguentar sem quebrar, as exigências do que se avizinha.

 

De resto, atendendo ao que disse antes, espero que Quaresma continue a treinar-se e a manter o Físico, porque não me estranharia nada que entre tantos tocados, algum não desse de si antes da partida para o Brasil... de resto, como tem acontecido em quase todas as convocatórias para eventos deste tipo.

 

Jorge Soares

publicado às 23:12

Boneco Cristiano Ronaldo

Imagem do Público

 

 

Vamos passar por cima de Portugal, é o que se lê em sueco na mensagem ue acompanha a imagem, além desta há pelo menos mais duas imagens, uma com um boneco vodoo cravejado de alfinetes e outra com um boneco atropelado por latas de Pepsi. A campanha foi lançada pelas redes sociais antes do jogo entre Portugal e a Suécia de ontem à noite.

 

Há quem diga que é mais uma campanha falhada, eu acho que é uma campanha parva, não sei o que ia na cabeça dos que gerem a publicidade da Pepsi na Suécia, devem viver tão virados para o seu pequeno mundo que se esquecem que estamos na época  do global e que não havia forma nenhuma de que os ecos de tudo isto não chegassem a Portugal.

 

As coisas não correram lá muito bem aos suecos, depois da rábula do tecto do estádio, da banda de música que seguiu a selecção portuguesa para todo lado, dos cantores de karaoke em frente ao hotel, foram atropelados por Cristiano Ronaldo e pela selecção Portuguesa e hoje a filial Portuguesa da Pepsi Cola teve que vir a terreiro pedir desculpa em nome dos colegas suecos.

 

Isto depois de as redes sociais em peso se terem juntado para gozar com a campanha da pepsi, de terem sido criadas várias páginas a apelar ao boicote da marca e da página do Facebook da filial portuguesa ter sido inundada com centenas de comentários de pessoas a mostrarem a sua indignação com tudo isto.

 

De há muito que o marketing e a publicidade se esforçam por marcar presença nas redes sociais, há quem tenha sucesso e há quem com anúncios chatos e invasivos crie enormes anticorpos entre os cibernautas. Por vezes parece que entre os publicitários há muita gente que ainda não percebeu que este é um meio diferente e que nem sempre o que funciona em cartazes, nos jornais ou na televisão, funciona na internet.

 

Esta terá sido porventura uma das piores campanhas que por aqui apareceu, se calhar na Suécia a coisa tinha funcionado, mas o futebol é um desporto global, Cristiano Ronaldo é uma figura que é idolatrada muito para além das nossas fronteiras e a imagem negativa da marca está neste momento a chegar ao mundo inteiro, em Espanha por exemplo isto estava nos sites online de vários jornais e não é com um pedido de desculpas na sua página portuguesa que resolvem a coisa.

 

As redes sociais já tem anos, custa-me a entender como é que passado tanto tempo ainda há quem não tenha percebido como tudo isto funciona, que o público alvo não está no seu quintal e que basta um pequeno erro para que algo se torne viral e se crie um problema gigantesco.

 

A Pepsi nunca teve grande sucesso por cá, mas hoje de certeza que deram um enorme tombo e não vai ser fácil recuperar, até porque faltam uns meses para o mundial e até lá estas imagens vão andar por aí a ensombrar a vida de uns publicistas suecos e dos representantes da marca em Portugal.

 

Cristiano Ronaldo e a Pepsi

 

Jorge Soares

publicado às 22:43

Cristiano Ronaldo

 

Imagem do Público

 

Li algures que Ibrahimovic quando questionado sobre quem se iria classificar terá dito: "Só Deus sabe". O jornalista confrontou-o sobre a dificuldade de poder questionar Deus sobre o encontro e, em tom irónico, Zlatan soltou uma das suas habituais e originais respostas: "Estás a falar com ele!"

 

A julgar pelas incidências do jogo que terminou há pouco, parece que afinal hoje o deus era outro.

 

O jogo não foi Cristiano Ronaldo contra Zlatan Ibrahimovic e foi preciso muito suor e muito sofrimento para aguentar uns suecos muito organizados, que souberam esperar os momentos decisivos e que chegaram a acreditar que era possivel, até que veio ao de cima a qualidade muito acima daquele que é neste momento sem dúvida nenhuma o melhor jogador do mundo e que está a jogar bastantes furos acima da concorrência.

 

A Suécia é sem dúvida uma boa selecção, mas como já disse no outro dia, está uns furos abaixo da portuguesa, sobretudo se for uma das noites de inspiração de Ronaldo.

 

Hoje a selecção portuguesa teve tudo o que lhe faltou nos momentos decisivos da classificação, desde a organização e segurança defensiva até à classe acima da média de alguns jogadores como Ronaldo, Meireles, Moutinho, Pepe ou Bruno Alves.

 

Não restam dúvidas que esta é uma selecção que nos momentos mais importantes responde presente, é por isso que por norma não falha nos paly-offs e tem comportamentos acima da média nas fases finais... pena que por vezes não tenha essa concentração nos jogos mais fáceis.

 

Alguém dizia hoje que a ida ao Mundial representa mais de 400 milhões na economia... não sei se será exagero ou não, mas a mim basta-me com a alegria das vitórias.

 

Só mais uma coisinha, se esta vez o Cristiano não ganhar a Bola de Ouro, não ganha nunca, porque este ano ninguém foi melhor.

 

Jorge Soares

publicado às 21:50

Ronaldo e uma selecção cheia de coração

por Jorge Soares, em 15.11.13

Portugal ganhou à Suécia

Imagem do Público 

 

Não foi um grande jogo, nós somos melhores que os Suecos, acho que não há duvidas disso, mas os suecos foram um osso duro de roer, não atacaram muito, mas traziam a lição bem estudada e conseguiram tapar todos os espaços de forma a que a técnica superior dos portugueses não viesse ao de cima.

 

Falou-se muito do duelo Cristiano Ronaldo versus Zlatan Ibrahimovic, felizmente o jogo foi muito mais que isso, principalmente porque na equipa portuguesa há muito mais talento que na Sueca e a verdade é que Ibramovic ainda se viu na primeira parte, mas na segunda parte só se viu Portugal e ao contrário do Sueco, Cristiano Ronaldo esteve lá o jogo todo e conseguiu mesmo marcar.


Depois do jogo de hoje acho que não restam muitas dúvidas que a nossa selecção é muito melhor que a Sueca, pena que a superioridade no jogo não se tenha traduzido em golos.


Na terça Feira há mais, os suecos partem em desvantagem e vão ter que arriscar mais que hoje, e sinceramente eu acho que temos equipa para ganhar lá e por mais que um golo... antes do jogo estava meio descrente, neste momento acho que vamos estar no Brasil



Jorge Soares

publicado às 21:41

Mundial de 2018.. é na Russia

 

Há coisa que eu não consigo entender, e não consigo mesmo, hoje a FIFA decidiu que o Mundial de 2018 a que nos candidatávamos em conjunto com a Espanha, será organizado pela Rússia. A Julgar pelo muito que li antes e por algumas coisas que li depois desta decisão, haverá por aí muita gente a festejar... eu confesso que fiquei assim  meio para o tristonho.

 

Mas eu juro que gostava de perceber algumas coisas, uma delas é porque é que a organização de um Mundial de futebol, assim de repente o maior evento desportivo do mundo, o que é visto por mais pessoas do mundo inteiro, teria de tão negativo para Portugal.

 

Nós não somos cada vez mais um país turístico? e os países turísticos não precisam de promoção?, de serem vistos lá fora?, de mostrarem capacidade de organização? Ora, que há de melhor para a promoção de um país que um evento que é visto em todo o mundo?

 

Desde 2004 que anda tudo a queixar-se que gastamos dinheiro em estádios que não servem para nada... ora, agora que íamos dar alguma utilização a esses estádios que já construímos e resulta que é tudo contra?.. alguém me explique por favor.

 

E não me falem da crise, nós estamos em 2010, se em 2018 ainda não tivermos saído dela.. é porque não vamos sair nunca. O problema era mesmo a coisa ser junto com a Espanha?.. mas alguém acha que alguma vez vamos ter dinheiro e capacidade para organizar a coisa a solo?.. são necessários entre 15 e 18 estádios com mais de 50000 lugares... nós temos 3... novos e prontos a utilizar.. então e de onde vão sair os restantes? Tendo os estados e a maioria das infraestruturas construídas, o retorno financeiro ia ser umas 10 vezes superior aos custos.... o que é que isso tem de errado?

 

A mim espantam-me algumas coisas que li e ouvi por aí... mas é daquelas coisas, o mundo não pode estar errado e eu certo..,. vamos, expliquem-me lá... façam um desenho.. como se eu fosse .....

 

Jorge Soares

publicado às 21:59

O amor em directo

por Jorge Soares, em 12.07.10

Sara Carbonero

 

Imagem no Ionline

 

É um daqueles momentos que irá perdurar como parte da historia deste mundial, não me lembro de ter visto imagens do golo da Espanha, ou do momento em que foi levantada a taça, mas o vídeo do que passará a ser um dos beijos mais conhecidos de sempre estava em todos os sites dos jornais portugueses e espanhois pelos que passei os olhos.

 

Pelo facebook iam passando as mais diversas reacções, os mais românticos não terão evitado uma que outra lágrima, há quem tenha aplaudido a ousadia do Iker, há quem tenha questionado o profissionalismo da jornalista. Para a maioria dos portugueses terá sido um momento estranho, a verdade é que este é um beijo com história.

Sara Carbonero é jornalista desportiva de um dos canais privados espanhóis e é namorada de Iker Casillas, guarda redes titular da selecção espanhola. Costuma fazer a cobertura dos jogos da selecção e na condição de repórter de campo segue os jogos atrás da baliza da Espanha, baliza que costuma ser defendida pelo seu seu namorado.. jogos do mundial incluídos.

 

Desde o inicio do mundial tudo isto tem sido fonte de uma enorme polémica nos meios de comunicação espanhóis, com os outros jornalistas a questionarem o profissionalismo de ambos  e dizendo que a presença da namorada atrás da baliza fazia descer a concentração do guarda redes. Ambos tiveram que engolir muitos sapos, mas a verdade é que pelo menos no que toca ao guarda redes, o seu percurso foi imaculado, para além de capitão, foi uma das traves mestras da defesa e com uma enorme quota parte no sucesso que levou a selecção espanhola ao triunfo no mundial.

 

Ontem já na condição de vencedor, Ike decidiu servir a vingança a frio... e na hora dos agradecimentos a quem sempre o tinha apoiado...escolheu a maneira de certa.

 

Já agora um aparte, reparem bem na bandeira espanhola pintada na cara da jornalista, algo que por cá seria impensável, na Espanha as coisas são muito diferentes, os jornalistas vivem de uma forma muita intensa tudo o que tem a ver com a sua selecção, e até dos seus clubes, sendo normal o facto de haver jornalistas que admitem abertamente as suas simpatias por um determinado clube.

 

 

 

 

Digam lá que não é bonito o amor.

 

Noticias relacionadas:

Ionline: Casillas beija namorada em directo

Público: Iker Casilhas comemora mundial com beijo em directo

Expresso: Casillas beija jornalista em direto

 

Jorge Soares

publicado às 21:12


Ó pra mim!

foto do autor


Queres falar comigo?

Mail: jfreitas.soares@gmail.com






Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D