Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




A cega e o cigano... o jornalismo de sarjeta.

por Jorge Soares, em 26.11.15

correiodamnahã.jpg

 

 

A imagem veio via Facebook, mas a noticia também está online, aqui

 

Cabe dizer que a "cega" chama-se Ana Sofia Antunes e vai ser nomeada Secretaria de Estado para a Inclusão de Pessoas com Deficiência, para além de jurista é presidente da Associação dos Cegos e Amblíopes (ACAPO), o "cigano" é Carlos Miguel, que vai ser Secretário de Estado para as Autarquias Locais

 

Não percebo porquê mas deixaram de fora do mais que deplorável titulo da notícia, a nova ministra da justiça Francisca Van Dunem, que como já todos sabemos, para além Procuradora do estado, é negra.

 

É dificil perceber que alguém escreva uma noticia com um título como este, mesmo para o Correio da manhã isto é ir baixo demais no indice de lixo jornalistico... Mas não é de estranhar, não é dificil ler nos comentários online dos jornais portugueses quem se refira ao novo primeiro ministro como o "monhé" .... depois há quem diga que os portugueses não são xenófobos e discriminatórios, se não o fossem este jornal não existia porque não havia quem o comprasse.

 

Todos devemos congratular-nos pela chamada a governar destas pessoas, que para além da sua competência para os lugares para os que foram nomeados, de certeza que vão levar ao governo a sua especial sensibilidade em áreas em que como está à vista até na forma como o assunto foi tratado na maioria da comunicação social, esta sensibilidade é mais que necessária, a sociedade portuguesa está longe de ser inclusiva.

 

Deixo aqui as palavras do deputado do Bloco de esquerda Jorge Falcato com as que não podia estar mais de acordo:

Para todos aqueles e aquelas que dizem que não é importante ter uma secretária de estado cega e que isso não devia ser notícia, porque numa sociedade inclusiva somos todos iguais, lembro uma coisa: ESTA SOCIEDADE NÃO É INCLUSIVA.
Só quem não sente na pele a discriminação pode dizer semelhante alarvidade.

 

Jorge Soares

publicado às 13:12


13 comentários

Imagem de perfil

De aespumadosdias a 26.11.2015 às 14:09

Excelente a decisão da criação da Secretaria de Estado para a Inclusão de Pessoas com Deficiência, com o lugar a ser ocupado por uma invisual.
Chamar "cigano" a Carlos Miguel, até agora presidente da Câmara de Torres Vedras é VERGONHOSO!
Pelo menos não chamou preta à ministra da Justiça. Provavelmente medo do poder económico angolano.
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 26.11.2015 às 21:20

Concordo plenamente, apesar das leis e normas que se tentaram implementar, está praticamente tudo por fazer nessa área.

Jorge Soares
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 26.11.2015 às 18:18

E mentira? nao e, mas estas mentes de nao se poder referir as pessoas por serem de uma etnia diferente ou terem uma deficiencia fisica, e que e engraçado e faz parte do politicamente, correcto. e quando chamavam a um certo tipo o africano de massama. o que era isso.
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 26.11.2015 às 18:39

Era jornalismo de sarjeta tal como é agora, se acha que este é um título de noticia aceitável,está ao nível do jornalismo que temos, de sarjeta... e vamos deixar esta conversa por aqui.

Jorge Soares
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 26.11.2015 às 18:46

Se e aceitavel ou nao aceitavel e a sua opiniao, vai me dizer se e mentira e porque nao se pode dizer a verdade.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 26.11.2015 às 18:49

Pois e melhor ficarmos por aqui porque a mentira interessa aos partidários do comunismo e marxismo cultural, reorganizaram-se em uma multidão de minorias. Dessa forma, relativiza-se tudo, desconstroem-se os argumentos com objetivo de manipulação favorável, criam-se agora as feministas radicais, os negros extremistas, os ativistas da "paz" anti-guerra, grupos de direitos dos animais, ambientalistas radicais, homossexuais heterofóbicos, abortistas. Todos aqueles que se auto-definem como "politicamente corretos", grupos que buscam seus objetivos no que forma uma complexa rede de organizações subversivas, criando um novo, e mais perigoso, tipo de totalitarismo: o totalitarismo ideológico.
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 26.11.2015 às 19:38

E todos esses são menos importantes que os que preferiam viver no mundo de antigamente em que tudo isso existia mas fingias-e que não porque era mal visto.

Olha lá à tua volta, estamos em 2015, não em 1960, o mundo mudou e não, não foi só lá fora, felizmente em Portugal também mudou, mas está à vista que ainda não mudou o suficiente... ainda resta quem escreve noticias com títulos destes.

Jorge Soares
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 26.11.2015 às 19:42

Pois estamos mas que culpa eu tenho que viva rodeado de ideias sem pes nem cabeça, para ja nao me consegue dizer se e mentira e depois porque nao se pode dizer a verdade.Eu ate acho isso elogioso, temos um governo que se abriu aos diferentes grupos sociais sem nenhum estigma, o cigano no governo. e um exemplo de integraçao e sucesso de um membro da etnia cigana que ja era presidente de camara, nao vejo que os ciganos se sintam ofendidos pelo contrario acho que ate se sentiram orgulhosos em saber que um deles esta no governo, idem aspas para os deficientes , mas algumas mentes sentiram-se ofendidas porque? Entao se os jornais nao mencionassem isso nao se sabia, ou so se saberia quando se vissem, mas o problema de quem acha que o jornalismo nao se deve referir a etnia das pessoas e outro, partem do principio que nos brancos caucassianos somos maioria e portanto nao nos referimos a nos como brancos pois nao precisamos mas se forem de outra etnia e nos nos referimos a eles ja estamos a discriminar essa minoria etnica, nao interessa que seja verdade, mas nas mentes destas criaturas deve-se abafar a verdade porque isso e discriminatorio, portanto o pensamento das pessoas tem que ser o correcto, o politicamente correcto autocensurando-se, porque podem ofender. isto e totalitarismo ideologico. mesmo que seja um sinal de prestigio e integraçao para esses grupos na sociedade e investigue a ver se algum cigano se sente ofendido com a noticia.
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 26.11.2015 às 21:19

Eu não sou cego nem cigano e a mim ofende-me um titulo destes, já percebi que a ti não... felizmente já não vivemos nos anos 60 e ambos podemos expressar as nossas opiniões sem medo a que nos venham bater à porta...pelo menos eu não esse medo.

Jorge Soares

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 26.11.2015 às 21:29


A mim nao porque o senhor tem que explicar se isso e mentira e depois porque nao se pode referir a verdade,a verdade a mim nao me ofende mas a si parece que sim.O senhor tem que explicar porque nao se pode referir as pessoas pela etnia, ou pela deficiencias pois ha muitas etnias e muitas deficiencias, se nao as individualizarmos naos sabemos a quem nos referimos, nao e por o senhor querer situar ideias nos anos 60 80 90etc que alguem da etnia negra passa a ser branco porque o senhor quer, um homosexual a heterosexual etc etc. Temos um primeiro ministro mulato nao o podemos dizer? nao podemos dizer que pela primeira vez na nossa historia tambem quebramos um muro nesse campo, porque? olhe os jornais indianos publicaram noticias referindo o seu babousha salvo erro e assim que dizem, o ghandi portugues , eles nao se ofenderam ate sentem algum orgulho por um dos seus membros. entao numa logica esquerdista porque e ofensivo para ele ou os outros mulatos?, ora va bugiar se isso ainda acontece o problema esta neles que ainda nao sao suficientemente fortes emocionalmente para se aceitarem como sao e temos que ser nos a autocensurarmo-nos.Nao e por o senhor querer que uma certa realidade seja diferente que ela passa a ser diferente. nao esta tudo no dominio da vontade.
Sem imagem de perfil

De Pedro Sousa a 27.11.2015 às 20:39

Jorge Soares, desista, não vale a pena. O que me chateia é que enquanto existirem no mundo anormais como este anonimo que aqui escreveu estas alarvidades não podermos ter esperança de um dia termos "um mundo melhor"
É triste...
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 27.11.2015 às 21:27

Vai ler e cala-te rapaz, o mundo nao e o que tu tens na tua cabeça e mais que isso

le la le

http://www.publico.pt/sociedade/noticia/falar-de-etnias-ainda-e-tabu-1572743
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 27.11.2015 às 09:46

FALAR DE ETNIAS, AINDA E TABU EM PORTUGAL

pela boca dos proprios retratados no seu post pode -se ler aqui neste link abaixo.

http://www.publico.pt/sociedade/noticia/falar-de-etnias-ainda-e-tabu-1572743

"Francisca Van Dunem, procuradora-geral distrital de Lisboa, Carlos Miguel, presidente da Câmara Municipal de Torres Vedras, Nuno Santos, sociólogo, Narana Coissoró, ex-deputado, dão a cara e falam de uma questão tabu em Portugal: por que é que não recolhemos dados sobre minorias quando até a ONU nos aconselha a fazê-lo?

Há uns tempos, numa cerimónia oficial, o presidente da Câmara Municipal de Torres Vedras, Carlos Miguel, foi puxado à parte por um político. Era para lhe dizer ao ouvido que também tinha raízes ciganas e dar os parabéns por ele, Carlos Miguel, o assumir. Foi pelo menos o segundo dirigente político a falar em segredo da sua origem ao homem que em Torres Vedras era conhecido como o filho do Carlos cigano. Vergonha? "As pessoas têm as suas razões", responde na sala envidraçada da autarquia num dos poucos dias cinzentos de Fevereiro."

Comentar post



Ó pra mim!

foto do autor



Queres falar comigo?

Mail: jfreitas.soares@gmail.com






Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D