Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




A mentira dos novos combustíveis "low cost"

por Jorge Soares, em 23.04.15

gasolina.jpg

 

Imagem de aqui

 

Há muitos anos que só utilizo combustíveis de marca  branca, primeiro enchia o deposito nas bombas do Carrefour no Montijo depois nas do Jumbo em Setúbal, o meu carro actual, que já tem 200 mil quilómetros, só conhece o gasóleo barato, tal como o carro actual e o anterior da minha mulher.

 

A semana passada enchi o depósito em Setúbal e paguei o gasóleo a 1.14, hoje descuidei-me e tive que parar nas bombas da Galp da A2. A novidade era que ao lado do gasóleo normal havia gasóleo simples, evidentemente peguei na mangueira do simples, para meu grande espanto o preço era 1,30, sendo que o normal estava a 1.32.... evidentemente meti 5 Euros, o suficiente para chegar a Setúbal, amanhã de manhã lá estarei a encher o depósito onde realmente é barato..

 

Alguém me explica como é que chamam low cost a um combustível que custa 2 cêntimos menos que o normal? Quando apareceu esta história dos combustíveis low cost, eu imaginei que as bombas normais passariam a concorrer directamente com as dos hipermercados, afinal, a desculpa que sempre deram para a diferença de preço era que os dos hipermercados não tem aditivos e por isso eram mais baratos entre 10 e 15 cêntimos. Agora resulta que os mesmos combustíveis sem aditivos que supostamente são iguais aos dos hipermercados, continuam a custar mais 10 ou 12 cêntimos, agora qual é a desculpa?

 

Eu não acredito que os responsáveis dos hipermercados se dêem ao trabalho de abrir bombas de combustível, que em alguns casos nem sequer ficam perto do hipermercado, para perder dinheiro, se eles conseguem vender o gasóleo a 1.14, porque é que a Galp, que até é quem produz o combustível, só o consegue vender a 1.30?

 

O que concluímos de tudo isto é que todo este barulho com os supostos combustíveis "low cost" não passa de uma enorme mentira, low cost são os combustíveis de marca branca, o resto é combustível caro e uma lei para em ano de eleições tentar atirar areia para os olhos do povo.

 

Jorge Soares

publicado às 22:40


2 comentários

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 24.04.2015 às 10:09

O gasóleo simples não é a mesma coisa que "low cost". A Apetro já veio explicar essa situação.
No entanto, visto que o mercado está liberalizado, os vendedores pode vender ao preço que quiserem. O que não faz sentido é num mercado que primeiro liberalizaram agora quererem mandar. Já para não falar na desigualdade que a lei criou ao obrigar os postos a usar combustíveis simples mas os postos "low cost" continuaram o utilizar só um tipo de combustível.
Parece-me que este assunto ainda vai dar muito "pano para mangas".
Imagem de perfil

De Niki a 24.04.2015 às 14:11

Errado, o combustível do pingo doce tem combustível aditivado a venda... e combustível low-cost e o aditivado é mais barato que os das gasolineiras...
O governo criou um problema ao liberalizar a industria, e agora não sabe como por mão neles, mas tem de tentar porque o combustível mexe e muito com a economia portuguesa, sabe quantas empresas de transportes de mercadorias que já viviam a rasca, fecharam em muito por causa do constante aumento dos combustíveis, eu lembro de atestar o meu carro a gasolina com 30€ e agora abasteço com 60€...ou seja o dobro do preço, mas num camião que antes abastecia por 200€ agora leva quase 400€ o dobro do preço para fazer o mesmo trajecto, e contudo para eles fazerem concorrência ao mercado internacional, não puderam cobrar o dobro do preço aos clientes pelo mesmo transporte, as empresas acartaram em parte o custo e a outra parte foi retirado nos prémios dados aos camionistas, pois estes tem um ordenado fixo baixo e ganham por km percorrido por fora...
E isto tudo tem consequências negativas para Portugal porque deixa de ter produtos tão competitivos como outros países, porque os custos de logística são absurdos

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



Ó pra mim!

foto do autor



Queres falar comigo?

Mail: jfreitas.soares@gmail.com






Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D