Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Cavaco Silva falou ao País

Imagem do Público

 

"O Banco de Portugal tem sido peremptório e categórico a afirmar que os portugueses podem confiar no Banco Espírito Santo dado que as folgas de capital são mais que suficientes para cumprir a exposição que o banco tem à parte não financeira, mesmo na situação mais adversa"

 

Cavaco Silva à TSF no dia 21 de Julho de 2014

 

A noticia da TSF inclui a gravação das palavras de Cavaco Silva, o Banco de Portugal pelos vistos não era capaz de cumprir o seu papel de vigilância e ignorava tudo o que se passava, mas hoje sabemos que Cavaco Silva, Passos Coelho e o governo sabiam que havia no GES um buraco de mais de sete mil milhões de Euros.

 

Nem Cavaco, nem Passos Coelho, nem ninguém do governo, negou as informações contidas na carta de Ricardo Salgado à comissão de inquérito, ou seja, ainda que tacitamente, todos admitem que tinham conhecimento da verdadeira situação do grupo Espírito Santo.

 

Agora podem vir brincar com as palavras e dizer que se basearam nas informações do Banco de Portugal, mas a verdade é que não há como negar nem o que está nas carta de Salgado nem o que se pode ouvir nas gravações de então e o que se ouve é o Presidente da República a dizer que os portugueses podem confiar no BES.... hoje o BES é o banco mau e está à vista no que os portugueses podem confiar... uma coisa é certa, a julgar por este caso, não será de certeza em Cavaco e no governo que podemos confiar....

 

Todos nós ouvimos estes senhores e alguns outros com responsabilidades já seja no governo ou no Banco de Portugal dizer que o BES tinha fundos mais que suficientes para cobrir o buraco, também os ouvimos dizer que havia interessados com dinheiro para investir no banco, depois foi o que se viu e quem sabe quanto irá tudo isto custar ao país.

 

Não percebo porque é que quem naquela altura falava tanto e com tanta certeza bem do BES, agora se nega a esclarecer as duvidas de quem está mandatado pela assembleia da república e pelos portugueses para investigar o que se passou. O presidente da república e o primeiro ministro não estão acima da lei e tem o dever de esclarecer os portugueses

 

Como português eu exijo que estes senhores vão à comissão e expliquem porque é que não avisaram o país e o Banco de Portugal o que se estava a passar, ou as reuniões de que fala o Salgado eram só reuniões de amigos? Salgado era um amigo de Passos Coelho que pedia uma ajuda de sete mil milhões à Caixa Geral de depósitos? O Facto do GES necessitar de tanto dinheiro não seria um sinal de alarme para o que aí vinha?

 

Jorge Soares

Update, entretanto alguém colocou online o vídeo onde se pode ver o presidente da república dizer que está tudo bem com o BES... cada um que tire as suas conclusões

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:44


Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



Ó pra mim!

foto do autor



Queres falar comigo?

Mail: jfreitas.soares@gmail.com






Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D