Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




O que é a Legionella?

por Jorge Soares, em 09.11.14

legionela.jpgA imagem acima chegou-me via Facebook, estava habituado a ouvir falar desta bactéria durante as férias de verão em Espanha, ano sim ano também lia noticias sobre mortes associadas à doença. Por norma os focos estavam ligados a aparelhos de ar acondicionado sem manutenção em empresas ou hotéis, este ano não fugiu à regra e lembro-me perfeitamente de estar a ler o jornal no bar do parque de campismo, e achar estranha a diferença que se dava ao ébola, tinha acabado de morrer em Madrid a primeira pessoa fora de África e era noticia nas primeiras páginas de todos os jornais, em comparação com o último caso de legionella algures perto de Barcelona, onde já tinham morrido três pessoas e que não tinha direito a mais que meia dúzia de linhas.

 

Sempre estranhei que uma doença tão presente em Espanha nunca fosse referida em Portugal, este fim de semana ficamos a saber da pior maneira que afinal por cá também costumam haver umas centenas de casos por ano, felizmente nunca tinha acontecido como esta vez.

 

Vamos no terceiro dia desde que apareceram os primeiros casos e não deixa de ser preocupante, além do continuo aumento das pessoas infectadas, que passado todo este tempo não existam sequer pistas sobre a origem da contaminação de tantas pessoas.

 

Não vou repetir aqui algumas das coisas que já ouvi e que não fazem sentido nenhum, vou sim deixar algumas perguntas e respostas que encontrei no site do Público.

 

O que é legionella?

 

É uma bactéria que vive em ambientes aquáticos naturais, como a superfície de lagos, rios, águas termais, tanques. Entre os locais de risco estão também os sistemas artificiais de abastecimento e rede de distribuição de água de cidades, torres de refrigeração, instalações como duches, sistemas de ar condicionado, humidificadores ou fontes. A bactéria coloniza equipamentos de refrigeração e outros que contenham água tépida (temperatura de água entre os 20ºC e os 45ºC, sendo o crescimento mais favorável entre os 35ºC e 45ºC) onde se multiplica.

 

Como se transmite?

 

Não se transmite de pessoa a pessoa, nem pela ingestão de água contaminada. A infecção transmite-se por via aérea (respiratória), através da inalação de gotículas de água (aerossóis) contaminadas com bactérias. Não se transmite de pessoa a pessoa, nem pela ingestão de água contaminada.

 

A bactéria coloniza equipamentos de refrigeração e outros que contenham água tépida (temperatura de água entre os 20ºC e os 45ºC, sendo o crescimento mais favorável entre os 35ºC e 45ºC) onde se multiplica. Pode ser inalada em gotículas e chegar aos pulmões dando início à infecção.

 

Posso beber água?

 

As autoridades de saúde sublinham que as pessoas não devem ter receio de beber ou cozinhar com a água da torneira. “Esta infecção só se transmite de uma forma especialmente bizarra, só respirando a água pelas gotículas, pelos aerossóis”, sublinha o director-geral de saúde, que explica ainda que vapor de água não é a mesma coisa que aerossóis (que implica a existência de pressão).

 

Quem corre mais risco?

 

A doença atinge especialmente os fumadores. Há outros factores de risco como a idade (afecta preferencialmente pessoas com mais de 50 anos de idade) ou a existência de doenças respiratórias. Afecta duas a três vezes mais homens do que mulheres. São igualmente factores de risco doenças crónicas debilitantes (alcoolismo, diabetes, cancro, insuficiência renal) ou ainda doenças com compromisso da imunidade ou que imponham medicação com corticóides ou quimioterapia.

 

Quais são os sintomas da doença dos legionários?

Os mesmos de uma pneumonia: tosse, febre e dificuldades respiratórias. A doença pode ser confirmada através de testes laboratoriais que identificam a presença do microorganismo. Em regra, cinco ou seis dias depois de um indivíduo inalar bactérias (presentes  nas gotículas de água) poderão surgir as primeiras manifestações clínicas. É o chamado “período de incubação” que, no entanto, pode variar entre dois e dez dias. Em caso de dúvida deve contactar a Linha Saúde 24 (808 242424)

 

Jorge Soares

publicado às 22:25


3 comentários

Imagem de perfil

De golimix a 13.11.2014 às 08:45

Mesmo sabendo as coisas, e até lendo, a malta cisma em alarmar... ontem encontrei um homem super ansioso a dizer que já ia em Vila Real! E que não tardava nada também estávamos contaminados.
Expliquei o que ele até já sabia e queres saber a resposta "Ah! Isso é o que "eles" dizem mas isto não deve ser bem assim... e as mutações? Hã?"

Mutantes...

Comentar post



Ó pra mim!

foto do autor



Queres falar comigo?

Mail: jfreitas.soares@gmail.com






Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D