Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Para que servem mesmo os debates?

por Jorge Soares, em 10.09.15

debate.jpg

 

Imagem de aqui

Debate:

Discussão em que os discutidores procuram trazer os assistentes à sua opinião.

in Dicionário Priberam

 

Confesso, não vi o debate, não foi desinteresse, foram mesmo valores mais altos que se levantaram...Não vi, mas 24 horas depois parece-me que não perdi grande coisa, primeiro porque já ouvi mil e uma opiniões e é como se tivesse visto, segundo, porque me parece que na verdade, para além da fixação pelo Sócrates, pelos vistos pouco ou nada se esclareceu na hora e meia em que os senhores estiveram a falar.

 

Segundo as noticias entre os três canais, quase 4 milhões de portugueses seguiram o debate, era de esperar que com tal audiência os senhores candidatos a primeiro ministro aproveitassem para tentar esclarecer o país sobre as suas ideias e programas de governo... trazer os assistentes para a sua opinião...  A julgar por tudo o que li e ouvi e pelos comentários das pessoas com quem falei, segundo parece passou-se  completamente ao lado deste objectivo.

 

Ontem a seguir ao debate vinha a conduzir de volta a casa e para ser sincero fiquei na dúvida se os comentários na rádio eram sobre um debate político ou sobre um jogo de futebol, pelos vistos o que mais interessava não era mesmo o que se tinha debatido e sim, quem tinha vencido... Pelos vistos foi um empate, segundo alguns senhores Passos Coelho marcou golos na primeira parte e Costa na segunda.. .e ouvi dizer que na semana que vem vai jogar-se o prolongamento.

 

Os debates deviam servir para esclarecer os portugueses, para ajudar os muitos indecisos a escolher em quem votar, não se trata de um jogo de futebol e não deveria interessar nada quem ganhou ou quem perdeu e sim quem tem as melhores ideias para governar.

 

A mim não me interessa nada quantas vezes se falou do Sócrates ou se o Passos Coelho anda a aprender palavras novas. O que me interessa é saber quais são as ideias para a saúde, a educação, a justiça, como se vai combater o desemprego... O resto só serve para distrair e para ser sincero, farto de distracção ando eu há muito tempo.

 

Senhores políticos, mais trabalho e menos circo, pode ser?

 

Jorge Soares

publicado às 22:22


12 comentários

Imagem de perfil

De poetazarolho a 11.09.2015 às 04:32

“Fantasmas de Portugal”

Mais trabalho e menos circo
No circo que é Portugal
Transformado em antro
P'ró debate eleitoral

Espectadores aos milhões
P'ra deleite da sondagem
Mantiveram as indecisões
Vencedora foi a imagem

Do espectáculo mediático
E mais uma vez se provou
Que o passado é solução

Reside no mundo socrático
Do qual muito se falou
E que já deixou a prisão.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 11.09.2015 às 10:51

Este senhor escriba devia confundir "à" com "há"
Sem imagem de perfil

De Antonio Dias a 11.09.2015 às 11:27

Para encher chouriços!
Estes Políticos e outros são anti-patriotas! Não querem saber do povo Português. Só lhes interessam arquivar milhões nas contas. Antes de irem para o poleiro lambem o povo! Depois rodeiam-se de guardas costas para roubar e fazer leis em benefícios dos seus amiguinhos. Portugal não é um Pais com Futuro e vai cair nas mãos dos invasores ou vai acabar por ser vendido ao desbarato a Invasores. Este sistema que nos rege, não serve esta Nação! Esta Falsa Republica de mentirosos e corruptos, não serve a nação dos Portugueses. Somos roubados e seremos sempre roubados enquanto formos republicanos e falsos democratas. Estamos condenados às mãos destes e de outros que iram vir. Desde á direita até á esquerda é tudo corrupto. Falam bem e enganam bem! Mas são todos iguais! Quando estão no poleiro!
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 11.09.2015 às 12:22

Sr. Jorge Soares e outros


A culpa é de quem fez as perguntas. Eles... democraticamente, não tinham opção.
Era responder e mais nada.
Inédito. Três televisões a demonstrarem pobreza...tal como o País.
F. Santos
Imagem de perfil

De golimix a 16.09.2015 às 08:23

Nunca respondem é de forma directa ao que é perguntado. Embrulham a resposta em palha para o povo!
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 11.09.2015 às 12:39



Nos Canais dos Debates, apenas faço uma coisa mudo
Sem imagem de perfil

De Makiavel a 11.09.2015 às 12:42

Apenas um esclarecimento ao sr. Jorge Soares: não foi empate, foi mesmo 3-0, com direto a golos de trivela ("o sr. é muito bom a criar empregos para os enfermeiros no Reino Unido", túneis ("o sr. está com saudades de debater com o eng. José Sócrates, mas terá de debater comigo que sou o seu adversário" e partir rins ao defesa-esquerdo ("se quer debater com o eng. José Sócrates poderá ir a casa dele") Citações feitas de cor.

Quanto à pergunta do título deste post - Para que servem os debates? - nunca serviram para debater em profundidade os temas sectoriais da governação (para isso existe a comunicação social e os seus comentadores mais ou menos especializados), nem em Portugal nem em lado nenhum, pelo que desvalorizá-los é desvalorizar uma faceta da democracia. Estes debates - confronto directo entre principais candidatos a 1º ministro - servem para uma avaliação da sua preparação global, da sua competência/disponibilidade para futuros diálogos, da credibilidade das suas afirmações, da capacidade de liderança de projectos que criem algum clima de confiança, para além de outros soft skills extremamente importantes.
Do debate ficou uma manifesta dependência por parte de Passos Coelho em atacar Sócrates. Faz lembrar uma toxicodependência: ele esforça-se mas depois não consegue resistir. Deve estar a ressacar.
Imagem de perfil

De golimix a 16.09.2015 às 08:25

Tão bem dito!
Sem imagem de perfil

De Mário a 11.09.2015 às 13:09

Os debates servem para manipular posteriormente a opinião pública dizendo que ganhou este ou aquele.
Sem imagem de perfil

De Anonimo a 12.09.2015 às 16:40

Costumava-se dizer que a democracia reside no povo e tem a sua grande arma no voto, sera verdade actualmente quando os candidatos nao tem soberania plena sobre o seu proprio pais e nao podem tomar decisoes soberanas sem supervisao exterior, de que vale saber quem ganhou ou quem mente mais? perante uma crise internacional ou para tornar a economia mais competitiva os nossos eleitos nao podem tomar decisoes como desvalorizar moeda, mexer nas taxas de juro, taxas alfandegarias etc, qualquer crise internacional, os nossos eleitos nao podem fazer nada, tem de aguardar decisoes superiores a eles, portanto que interessa se nos debates propoe medidas que escapam a sua "decisao" a nossa democracia ou ou as actuais democracias sao limitadas, por isso aquilo que os candidatos prometem poder ou nao poder ser cumpridos quando estejam em funçoes executivas, ou seja estas condicionantes enterram a democracia como a encaravamos e votemos em quem votemos não quer dizer que aquilo em que votamos vai ter consequências politicas. Nos temos o poder nominal o poder de eleger de votar, mas o poder de facto repousa noutras maos. Os politicos vendem e compram a opiniao publica e dominam ou procuram dominar os eleitores, os politicos por sua vez sao dominados por forças superiores a eles. Ai a pergunta as promessas dos politicos, ou o voto do povo ainda pode mudar alguma coisa? mesmo que a resposta seja negativa continuo a apostar na democracia pelo menos de quatro em quatro anos ou cinco em cinco arejamos o armario e temos muitas outras garantias que so um regime democratico nos permite.
Sem imagem de perfil

De queima beatas a 12.09.2015 às 18:39

A esse democrata de aviário o Costa Ricardo não pode estender o andor em todas as profissões. Olhem-me isto á solta sem qualquer freio!? Pois claro que os que andam com ele ao colo se mostram desconfortáveis com o falar do passado mesmo que isso venha a propósito como aconteceu no dito debate com Passos. De recordar que o 1º ministro apenas falou em Sócrates porque sempre induzido por Costa, e apenas o fez para desmontar as alarvidades deste e lhe refrescar a memória. Até a D. Judite não gostou e pasme-se como anda por aí uma tralha de gente que pretende recusar as pontas de um passado bem recente a que ainda sentimos o bafo, como na petiscada com amigos do preso politico de estimação. São bem capazes de não se inibirem de castigar o fóssil Salazar com umas décadas de atraso pelo estado em que deixou o país. Falta de caco ou descaramento até entornar?
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 12.09.2015 às 19:46

Olá, sou a Isabel e acompanho o seu blog há bastante tempo, sou aliás leitora assídua de muitos outros blogs diáriamente, e, como tal decidi criar um blog onde divulgo os blogs que acompanho, (mas apenas escritos em português) sejam de receitas, artesanato, fotografias, moda, decoração, etc.

Faço um pequeno tópico onde convido á visita dos blogs com hiperlink bem visível, de alguns posts do dia.
Não faço reprodução de fotos nem textos dos autores, leio e divulgo.
(Todas as fotos publicadas no meu blog são minhas.)

Estou em "Conchas e Búzios" (http://conchasebuzios.blogspot.pt/).

Resta-me apenas parabenizar o seu trabalho e agradecer uma visita ao meu cantinho quando for oportuno.


Isabel Guerreiro
iguerreiro2002@gmail.com

Comentar post



Ó pra mim!

foto do autor



Queres falar comigo?

Mail: jfreitas.soares@gmail.com






Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D