Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Passos Coelho e a prova do Mito

por Jorge Soares, em 09.06.15

 

 

Por exemplo, aos professores excedentários que temos, e temos muitos, aconselharia a abandonarem a sua zona de conforto e a procurarem emprego noutro sítio?

- Em Angola e não só. O Brasil também tem uma grande necessi-dade, ao nível do ensino bási-co e secundário, de mão--de-obra qualificada. Sabemos que há muitos professores em Portugal que não têm, nesta altura, ocupação. E o próprio sistema privado não consegue ter oferta para todos. Estamos com uma demografia decrescente, como todos sabem, e, portanto, nos próximos anos haverá muita gente em Portugal que, das duas uma, ou consegue nessa área fazer formação e estar disponível para outras áreas ou, querendo manter-se sobretudo como professores, podem olhar para todo o mercado de língua portuguesa e encontrar aí uma alternativa.

 

 

Pois.. o mito

 

Jorge Soares

publicado às 20:10


6 comentários

Imagem de perfil

De golimix a 09.06.2015 às 20:49

Olá Jorge.
De quando é esta entevista?
Imagem de perfil

De golimix a 11.06.2015 às 09:03

Será que o tipo tem amnésia?

Esquece das promessas eleitorais e do que disse antes de ser eleito, esquece o que disse depois de ser eleito... é um caso de internamento
Sem imagem de perfil

De Cris a 11.06.2015 às 10:06

Tem amnésia, déficit de inteligência e acha-nos burros.
Sem imagem de perfil

De Anonimo a 10.06.2015 às 13:39

Pois isso é uma questão de semântica, ele não disse mas sugeriu o que no fundo e isso é que interessa o resultado concreto era ponham-se a andar e vão trabalhar onde há trabalho
Imagem de perfil

De Kok a 15.06.2015 às 23:26

Ou seja, isto já não é um caso de mão de obra barata.
Os países que acolhem os emigrantes portugueses (forçados e não por desejo ou opção próprias) recebem trabalhadores qualificados e "à borla" porque não investiram um cêntimo nas suas formações nem qualificações.
Isto é mão de obra dada!
O Sr. Coelho bem pode chamar "mito" ou justificar-se com quaisquer outros termos para desdizer o que antes afirmou. O único nome que tem é: burrice!
E foram tantas em todos estes anos...
Akele abraço pah!

Comentar post



Ó pra mim!

foto do autor


Queres falar comigo?

Mail: jfreitas.soares@gmail.com






Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D