Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Pedro Arroja e a fábrica de pénis

por Jorge Soares, em 27.11.15

 

 - As mulheres não sabem fazer pénis, e muito menos os homens. Estes são desajeitados! Obviamente que haverá uma espécie de fábrica que os fará e essa fábrica é ... Deus.

 

- Se existisse uma sociedade só de homens esta acabava em violência e em seitas. Numa sociedade só de mulheres não aconteceria nada, porque elas não fazem nada e passam o tempo a falar.

 

- É o homem que indica o caminho às mulheres. Em geral uma mulher não define caminho nenhum. Não consegue. Quanto muito organiza o homem e acalma-o!!

 

Está à  vista que no caso dele o controlo de qualidade da fábrica de deus falhou, esqueceram-se de uma parte importante do cérebro e depois deu nisto.... De certeza que a mãe do senhor, mesmo tendo nascido noutra época, teria um enorme orgulho num filho que vem para a televisão dizer que as mulheres só conseguem  ser alguém se forem guiadas por um homem...

 

O mais estranho é que toda esta conversa sem sentido nenhum era para  introduzir o tema da adopção por casais homossexuais.

 

Segundo o senhor há muitos casais heterossexuais dispostos a adoptar e por isso nada disto era necessário, alguém devia explicar a Pedro Arroja que também há perto de 500 crianças que estão há anos para ser adoptadas e se calhar porque há muita gente que pensa como ele, não há quem as adopte.

 

Definitivamente este senhor vive noutra era, alguém lhe devia  explicar que vivemos no século XXI, há muito que as mulheres votam, vão à universidade, conduzem, vivem as suas vidas por elas e conseguem traçar os seus caminhos e os seus destinos sem precisar de iluminados como ele, aliás, em alguns casos como o dele, só o conseguem fazer se não se cruzarem com eles, porque são definitivamente um atraso de vida.

 

Não sei como se chama  a senhora conduz o programa no Porto Canal, mas há duas coisas que me admiram imenso: Primeiro, como é que com aquele pensamento da era das cavernas ele aceita ser questionado por uma mulher. Segundo, como é que ela consegue ouvir aquilo tudo sem desatar às gargalhadas e sem o por no devido lugar?

 

Vejam o vídeo, são 9 minutos de humor... ou será de terror?

 

 

Jorge Soares

publicado às 22:05


7 comentários

Imagem de perfil

De naterradosplatanos a 27.11.2015 às 13:56

Jorge, esclarece-me por favor. Quem é este senhor(?) que debita semelhantes aleivosias!
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 27.11.2015 às 14:00

Este senhor é um economista e professor universitário do Porto que faz de comentador televisivo no Porto Canal... que apesar de viver no século XXI, parece que tem ideias do século XiX

Jorge
Imagem de perfil

De naterradosplatanos a 27.11.2015 às 18:32

Também é importante saber em que Universidade o tal senhor ensina!
Provavelmente numa qd "Independente"...
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 27.11.2015 às 19:25

E nao sabes como? tenta aqui.

https://pt.wikipedia.org/wiki/Pedro_Arroja

"É Licenciado em Economia pela Faculdade de Economia da Universidade do Porto (1977), Mestre em Economia pela Universidade de Ottawa (1979) e Doutorado em Economia pela Universidade de Carleton (1986),[1] que mais tarde o convidou para docente.
De 1979 a 1986 foi professor do MBA da Faculty of Administration, University of Ottawa. Foi Professor Visitante do Institut des Hautes Études, Université d’État, Port-au-Prince, Haiti (1984) e ainda Consultor do Governo do Canadá entre 1980 e 1985. Durante a sua permanência no Canadá publicou diversos trabalhos individuais e foi co-autor de outros. Participou em programas de rádio com o Prof. Gilles Paquet, iniciando assim aquela que viria a ser, em Portugal, uma das suas actividades de comentador e consultor para as áreas económicas junto da comunicação social, nomeadamente, no Jornal Vida Económica, Jornal de Notícias, Diário de Notícias, TSF e outros.
De regresso a Portugal, assume as suas funções de docência na Faculdade de Economia da Universidade do Porto, sendo regente da disciplina de Econometria. A Universidade Portucalense, no Porto, a Escola Superior de Jornalismo do Porto, a Universidade Nova de Lisboa,a Universidade Autónoma de Lisboa a Universidade Lusíada e a Universidade Moderna tiveram igualmente a sua colaboração como docente. Também no ISLA, a sua actividade se fez sentir, onde para além de Director do pólo do Porto, assumiu a direcção da primeira Licenciatura em Ciências Empresariais daquele Instituto.
A consultoria de diversas instituições, nomeadamente da Associação Industrial Portuense, do Centro de Documentação e Estudos Europeus, e do Ministério das Finanças, faz igualmente parte do seu percurso profissional. Destacam-se ainda funções de direcção e Consultoria de Investigação do Instituto do Emprego e Formação Profissional e da Associação Industrial Portuense, para além de ter presidido ao Atlas Foundation Network, em Portugal designado por Centro de Estudos de Economia Pública.
Actualmente é professor no Instituto Superior de Estudos Financeiros e Fiscais (IESF) em Gaia, onde lecciona a disciplina de Gestão de Carteiras (2009) e Presidente do Conselho de Administração da Pedro Arroja – SGPS, SA."
Recentemente foi ao canal Porto Canal, comentar a sua opinião sobre a lei da adopção de casais do mesmo sexo (datada em 24 de Novembro 2015), na qual confirmou que efectivamente não sabe como se faz cerebros e pénis, embora este tenha um, não sabe como explicar como se faz.
Além disso mostrou-se como uma pesssoa retrogáda, que não deveria ser chamado Professor ou Doctor, pois não percebe como funciona a anatomia humana.
Imagem de perfil

De naterradosplatanos a 28.11.2015 às 12:32

Com semelhante curriculum, só pode estar a perder qualidades de forma galopante e como tal alguém o devia impedir de fazer uma apologia tão RIDÍCULA!
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 28.11.2015 às 13:44

e, parece que nao e de qualquer universidade independente. mas impedir, e entao a liberdade de expressao, a esquerda esta a perder qualidades tambem rapidamente
Imagem de perfil

De naterradosplatanos a 28.11.2015 às 20:09

Quando digo "alguém impedi-lo de cair no ridículo" estou a falar não de cortar a liberdade de expressão, mas de evitar envergonhar os que lhe são próximos que muito provavelmente assim se sentiram!

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



Ó pra mim!

foto do autor



Queres falar comigo?

Mail: jfreitas.soares@gmail.com






Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D