Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




StayAway Covid , sim, eu instalei a aplicação

por Jorge Soares, em 24.09.20

stayawaycovid.jpg

Imagem de aqui

A app StayAway Covid que pretende identificar potenciais exposições a pessoas infetadas com Covid-19 já está disponível para download em iOS e Android.  O uso da app lançada pelo Governo é voluntário, gratuito e anónimo, e pretende funcionar como uma ferramenta complementar para conter a expansão da pandemia de Covid-19.  (retirado do Site do SNS

Sim, eu instalei a aplicação e sim, se alguma vez ficar infectado eu vou lá colocar os dados da análise, porquê? Por uma questão de consciência e bom senso. Se eu ficar infectado quero que as pessoas com quem contactei fiquem a saber e tomem as devidas providências. Eu conheço pessoas que vivem com os pais e avós  ou cuidam deles,  pessoas de grupos de risco e essas pessoas tem que ser avisadas e ter cuidado. Tal como eu gostaria de ser avisado se alguma das pessoas com quem eu contacto ficasse infectada, para eu poder ter cuidado comigo e com os meus.

Curiosamente é no facebook que eu tenho lido mais gente a dizer que não instala, dizem eles que por  questões de segurança, porque não querem partilhar os dados, não percebem que o facto de o fazerem no facebook é um contra-senso, deve haver poucas coisas menos seguras que o Facebook... Não instalam a app, mas tem facebook e partilham fotografias das férias, dos amigos, muitas vezes dos filhos, onde vão, onde estão, o que comem .... E de certeza que usam o Waze ou o Google maps para fugir ao transito quando estão a conduzir....

O Waze é aquela aplicação que dependendo da hora a que eu pego no carro, ela automaticamente escolhe o destino sem eu lhe dizer nada, como é que acham que isso acontece? Será que os dados das minhas viagens estão guardadas algures? É claro que sim, nos servidores da google, e eu lá sei a quem mais é que eles dão acesso a esses dados? Mas dá um jeito desgraçado para quem tem que entrar e sair de lisboa todos os dias, poupamos horas de vida.... não é?

Será que estas pessoas tem noção de que cada vez que usam uma destas aplicações partilham tudo e mais alguma coisa com as empresas que as disponibilizam e os seus clientes? É engraçado como as pessoas se negam a utilizar uma app para rastreio de uma doença mas depois tem um smartphone com dezenas de aplicações sobre as quais não questionam absolutamente nada. 

Vivemos uma época complicada, se queremos que as coisas alguma vez voltem ao normal, temos que fazer todos a nossa parte, avisar as pessoas com quem contactamos que estamos infectados é ser solidário. Se tem um telemóvel instale a aplicação, seja solidário, seja honesto consigo e com quem conhece... e esqueça essa coisa da segurança ou então deite fora o telemóvel e volte aos sinais de fumo.

 

Jorge Soares

publicado às 21:27


27 comentários

Imagem de perfil

De Maria Araújo a 25.09.2020 às 08:59

Instalei há algum tempo.
Espero nunca ficar infectada, tenho muito cuidado, mas se ficar, com certeza que irei introduzir os dados, pelo respeito por mim e por todos.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 25.09.2020 às 12:12

Também instalei. Só é eficaz se a generalidade da população instalar, caso contrário, não adianta muito... Precisa ser aperfeiçoada, mas é um princípio.
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 25.09.2020 às 19:48

Se cada um de nós fizer a sua parte, vai de certeza ser eficaz.

Obrigado
Jorge Soares
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 25.09.2020 às 19:47

Esperamos todos, mas entretanto temos que ser solidários e fazer a nossa parte.

Obrigado pelo comentário e bom fim de semana

Jorge Soares
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 25.09.2020 às 09:43

Penso que a grande resistência à instalação da aplicação não deveria ser por questões de privacidade ou segurança, mas por falta de informação ou esclarecimentos sobre os procedimentos a ter, e implicações que a mesma implica, a vários níveis.
Se uma pessoa ficar infectada e inserir esses dados na aplicação, cumpriu o seu dever. Até aí, muito simples.
Mas, e se a pessoa estiver do outro lado? Se for a pessoa que recebe o alerta de que esteve próximo de alguém infectado? O que deve fazer?
Se ignorar, e se vier a verificar que até está infectado e, entretanto, andou a infectar outros, o que lhe acontece? Afinal, ele foi avisado!
Se, por outro lado, decide ficar logo em isolamento, que justificação tem para faltar ao trabalho? Quem lhe fornece essa justificação? Se decidir ir ao médico, para que lhe passe uma credencial para fazer o teste, o que faz nesse tempo entre o aviso recebido, e o resultado do teste?
E se, no espaço de uma semana, a pessoa receber dois ou três alertas? Tem que fazer o mesmo número de testes? Quem paga esses testes?
Acho que estas seriam as principais dúvidas a ser esclarecidas, antes de instalar a aplicação.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 25.09.2020 às 12:29

Se for a pessoa que recebe o alerta de que esteve próximo de alguém infectado? O que deve fazer? - Deve ligar à saúde24, dão-lhe o contacto de 1 laboratório /posto móvel da área da sua residência (isto presumindo que agora se consegue ligar)
Se ignorar, e se vier a verificar que até está infectado e, entretanto, andou a infectar outros, o que lhe acontece? É da consciência e responsabilidade individual, teremos de confiar...
Se, por outro lado, decide ficar logo em isolamento, que justificação tem para faltar ao trabalho? Quem lhe fornece essa justificação? Se decidir ir ao médico, para que lhe passe uma credencial para fazer o teste, o que faz nesse tempo entre o aviso recebido, e o resultado do teste? O laboratório tem 1 impresso com a data de realiz. do teste (e alguns com a data estimada de entrega) - envia isso à entidade patronal, entretanto se estiver positivo o médico de família é avisado e emite o CIT.
E se, no espaço de uma semana, a pessoa receber dois ou três alertas? Tem que fazer o mesmo número de testes? Faz um teste, depois repete qdo recomendado.
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 25.09.2020 às 19:55

Muito bem esclarecido, obrigado

Jorge Soares
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 25.09.2020 às 19:54

Sempre que contactamos com alguém infectado é nosso dever contactar a saúde 24, e isso é independente da forma como soubermos, se a pessoa sabe que pode estar infectada e não comunica, está a incorrer num delito, mas para isso não é preciso haver aplicação, basta um telefonema de um amigo ou de um colega de trabalho. Não comunicar é uma irresponsabilidade.

De resto a aplicação não trás nada de novo, só a forma de sermos avisados e avisar. Quem decide se precisamos de fazer teste ou não é a DGS e é o estado que os paga se forem receitados pelo estado.

As normas para quem deve fazer os testes e quando são dadas pela DGS e estão claras, sempre que estamos mais de 15 minutos a menos de um metro de distância de alguém infecatdo devemos fazer o teste, mas quem decide isso são as autoridades de saúde e de novo, é o estado quem paga os testes, a menos que sejam feitos por decisão e conta própria.

Espero ter esclarecido um pouco mais.

Obrigado
Jorge Soares
Imagem de perfil

De A Miúda a 25.09.2020 às 09:44

Não instalei a aplicação. Mas sinceramente, não a consigo instalar, nem sequer a encontro na loja. Vou ao site (stayawaycovid.pt) e na google play store diz que a aplicação é incompatível com o meu dispositivo...
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 25.09.2020 às 19:57

Cá em casa há quem tenha android e quem tenha iphone, em ambos os casos instalamos sem problemas, o teu telemovel é actual?

Jorge Soares
Imagem de perfil

De A Miúda a 26.09.2020 às 10:31

Sim, não é assim tão antigo (4 anos)
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 25.09.2020 às 09:55

Muito bom! Eu instalei. Concordo a 100% com o que dizes!
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 25.09.2020 às 19:57

Obrigado

Bom fim de semana

Jorge Soares
Imagem de perfil

De Francisco Carita Mata a 25.09.2020 às 15:12

Acho pertinentes as suas explicações. Todavia não posso dizer que me reveja nelas. (Não sou muito de apps.) Mas valorizo bastante a sua honestidade.
Saudações e muita Saúde!

https://aquem-tejo.blogs.sapo.pt/afasta-te-covid-213299


Imagem de perfil

De Jorge Soares a 25.09.2020 às 20:00

Tem direito à sua opinião e claro, a não instalar, sabe que há países onde sem a aplicação a funcionar não pode sair à rua?.... é tão bom vivermos em democracia.

Estive a ler o seu post e acho que realmente não percebeu nem o funcionamento nem o objetivo da aplicação..

Daqui a nada passo lá para comentar.

Obrigado e bom fim de semana.

Jorge Soares
Imagem de perfil

De Sassão a 25.09.2020 às 23:02

Eu gostava também que lá no topo que fossem solidários comigo e, se uns quantos alunos testam positivo, não se limitassem a mandar só a turma deles para casa.
E também gostava que não me tirassem 45% do vencimento para ficar em casa por ser um grupo de risco.
Mas enfim... apostam no que acham melhor.
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 27.09.2020 às 21:06

Olá

Pois, não é fácil, vivemos um mundo novo, um mundo complicado e muitas vezes parece que todos mandam e ninguém tem razão. Espero que a bendita vacina venha mesmo até lá vamos todos sofrer muito ... e gritar muito e vamos continuar a não ter razão. .... mas a si dou-lhe razão no que diz.

Obrigado
Jorge Soares
Imagem de perfil

De simplesmente... a 16.10.2020 às 11:04

Liberdade...
Segurança...
Direito à vida...
Direito à privacidade...

São direitos fundamentais.

A discussão está para durar...

Não descarreguei a aplicação, porque o meu telemóvel não se ajusta.

E, por enquanto, não vou comprar outro telemóvel mais recente.

Abraço.
Sem imagem de perfil

De Inês a 16.10.2020 às 11:26

Não é uma forma eficaz de controlar a pandemia, tão simples quanto isso. Primeiro, das pessoas infetadas que conheço nenhuma recebeu qualquer código, os alertas gerados são uma ínfima parte do número de casos. Segundo, se houver uma pessoa infetada no local de trabalho, por exemplo, a saúde 24 já faz o trabalho de contactar as restantes pessoas para avaliar isolamentos, sintomas... Estão a ver se a aplicação pode substituir isso? Não percebo.
Eu instalei mas, para ser sincera, nunca me lembro de ligar o bluetooth e por isso é igual a nada.
Imagem de perfil

De Kruzes Kanhoto a 16.10.2020 às 11:30

Também instalei a app. A questão não é, pelo menos para mim, a privacidade. É a obrigatoriedade. Trata-se daquelas medidas que não é possivel tornar obrigatórias. Só o facto de alguém julgar o contrário já diz muito acerca do estado mental em que se encontra...
Imagem de perfil

De Cecília a 16.10.2020 às 12:36

haja alguém que percebe qual é o problema aqui... e o grande problema que é o muitas pessoas nem perceberem qual é o problema; e, já muito vulgar nestes tempos, desatarem a julgar - considerando como inferiores, egoístas, etc.,.- quem não aceita - e até explica - o porquê de não aceitar determinadas medidas.

continuem a acatar e a não exigir medidas que melhorem o SNS... isso sim, tem sido de um egoísmo coletivo tremendo...
Imagem de perfil

De O ultimo fecha a porta a 16.10.2020 às 18:24

eu acrescentaria uma outra questão que se tornou num problema evitável: a falta de informação e de formação sobre a app. Passaram-se etapas à frente na explicação à população sobre como funciona e qual a importância. Da forma atabalhoada e autoritária como foi, espantaram as pessoas.
Eu preferia que me explicassem primeiro qual funciona a app, a sua real eficácia e como ajuda a conter o vírus. Até agora, isso não aconteceu.
Perfil Facebook

De José Augusto Gomes a 16.10.2020 às 13:52

Peço desculpa por contrariar o que escreveu na sua publicação, mas tenho que fazer em nome da verdade. Quanto à obrigatoriedade de usar esta app a intenção do governo é o uso obrigatório ver aqui https://www.tsf.pt/portugal/politica/multas-ate-500-euros-na-proposta-do-governo-para-app-obrigatoria-12922657.html?fbclid=IwAR2cDZ2FXQZvrK23sTYWqVGTwEgKYE7bOFElggx-5NKIGZ8vKI_kwra4YPo
Quanto à segurança que esta app dá ou pode dar: informar as pessoas só faz quem tem consciência e não é a app que custou 400 mil euros ao erário público que o faz. Quantas pessoas colocaram os dados nesta app? Esta app é mais uma negociata idêntica à "gola anti fumo". A ingenuidade permite que aumente a crise em Portugal.

Comentar post


Pág. 1/2



Ó pra mim!

foto do autor



Queres falar comigo?

Mail: jfreitas.soares@gmail.com






Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2008
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2007
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D