Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Ana Drago

 

Imagem do Público 

 

A Mesa Nacional do Bloco de Esquerda chumbou este domingo, por dez votos, uma proposta de Ana Drago para o início de diálogos com o movimento 3D, o Livre e o PAN no sentido de uma convergência à esquerda.

 

Não me lembro quando comecei a votar Bloco de esquerda, mas acho que foi quando ainda andava na universidade e ainda se chamava PSR, nunca me senti parte da esquerda caviar, mas sempre me senti identificado com a forma como eram apresentadas as ideias e pela forma como trabalhavam os deputados do partido na assembleia da república.

 

Para mim o ponto de viragem foi quando se negaram a ir falar com a Troika, disse-o na altura e repito-o agora, o Bloco tinha ideias diferentes das que eram apresentadas pela troika e pelos outros partidos, devia lá ter ido e expor essas ideias, os senhores ouviam e faziam com elas o que entendessem.

 

Desde então muitas coisas mudaram no partido, Louçã deixou o Parlamento e a liderança, optou-se por uma liderança bicéfala que pretende ser inovadora mas que na realidade não é carne nem peixe. Ana Drago, uma das deputadas mais carismáticas do partido, deixou o parlamento e é evidente o seu cada vez maior afastamento da liderança... 

 

Entretanto  numa altura em que cada vez mais o país parece estar farto das políticas dos partidos do arco do poder, em lugar de estar a mostrar-se como uma alternativa e a aglutinar os votos de quem à esquerda está farto de PS e PSD, vai perdendo votos em cada eleição e vê como à sua volta vão surgindo partidos como o PAN ou o LIVRE, que crescem à custa do que já foram os seus eleitores.

 

Hoje foi notícia que a mesa nacional do partido rejeitou, uma vez mais, uma proposta de Ana Drago para o início de diálogos de convergência com movimentos e partidos à esquerda.

 

Não sei se os lideres do Bloco retiram alguma lição do que tem acontecido nas últimas eleições, mas de certeza que não é encerrando-se em si mesmo e com a repetição dos mesmos erros que vão conseguir voltar a ganhar a confiança dos eleitores.

 

O país precisa de uma alternativa, precisa de pessoas que tenham ideias e que se mostrem capaz de ser uma verdadeira alternativa a quem nos tem governado, o Bloco de esquerda já se mostrou capaz de ser essa alternativa, mas neste momento o que parece é que cada vez mais se encerra em si mesmo, que nem dentro do partido existe consenso e que dificilmente voltará a ser essa alternativa d que precisamos.

 

 

Jorge Soares

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:33

Maria Lúis Albuquerque

 

Imagem do Público 

 

Estive à procura e não encontrei o autor da frase do título do Post, mas aplica-se perfeitamente à telenovela dos Swaps e da agora ministra das finanças Maria Luís Albuquerque.

 

Há pouco enquanto preparava o jantar estive a ouvir uma parte da audição da senhora na comissão de inquérito aos contratos de swap, eu não sei o que pensarão os deputados, mas eu fiquei esclarecido. Por mais provas que apareçam, por mais ministros, ex ministros, ex secretários de estado, acho que pode até vir deus testemunhar, a senhora terá sempre uma explicação para a forma como foram entendidas as suas palavras . Todo e qualquer facto novo que apareça terá uma explicação e no fim tudo se irá resumir a ".... a mim ninguém me contou, se me contaram foi por outras palavras e noutra altura qualquer, além disso não me vieram contar, fui eu que fui perguntar..."

 

De resto, para que serve tudo isto? Para que serve esta comissão de inquérito? Para que servem todas as comissões de inquérito do parlamento?.

 

Acho que já todos percebemos que os Swaps existiram, que se calhar até eram uma boa ideia na altura mas que depois em muitos casos a coisa correu mal, que até há swaps bons, os que a senhora fez na REFER e swaps maus, os que os socialistas e os ex secretários de estado demitidos há uns tempos, fizeram.

 

Todos também sabemos que devido às circunstâncias este tipo de contratos vai custar muito dinheiro às empresas, sabemos também que este governo já se encarregou de resolver o assunto, os contratos foram cancelados... os bons e os maus.

 

A mim falta-me saber duas coisas:

 

1 - Sabemos que a 29 de Junho de 2011 Maria Luís Albuquerque recebeu um mail onde era explicada a situação, terá nesse dia tomado conhecimento do assunto, sabendo ela o que são contratos sawps, imagino que se ela os assinou na REFER sabia dos riscos, como é que se demorou dois anos até se tomar consciência de que havia um problema muito sério? Será que este governo estava à espera que a situação mudasse e os contratos maus se voltassem a tornar bons?

 

2 - Ouvi a ministra dizer hoje de novo que os contratos não tem influência no défice e na dívida pública, como é que isso é possível? E sendo assim, como é que são tão maus para o país?

 

Ouvi um deputado do PSD, não sei o nome do senhor,  satisfeitissimo com as declarações da ministra, ele está plenamente esclarecido. Lá está, não importa qual é a verdade, as pessoas vêem o que querem ver.

 

Quanto a mim, que concordo com Rui Rio,  a verdade é algo mais que um simples jogo de palavras, todos ouvimos a ministra dizer que este governo não tinha sido informado da existência destes contratos, acho que já não restam dúvidas a ninguém que não só o governo foi informado como o foi por mais que uma via... se isso não é mentir.... 

 

Jorge Soares

 

PS: Hoje Ana Drago abandonou o parlamento, não conheço a pessoa que a irá substituir que sem duvida terá o seu valor, mas independentemente disso, o parlamento ficou mais pobre porque perdeu umas das suas vozes mais assertivas.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:29

Ana Drago .. queremos mais deputados assim

por Jorge Soares, em 02.02.12
 

"A deputada Ana Drago critica a "inenarrável" intervenção do deputado do PSD Duarte Marques, na qual este deputado "enxovalhou gerações e gerações de trabalhadores que trabalharam para construir este país" e "batalharam para haver liberdade e para o Sr. deputado poder vir aqui dizer esses deslaces" 

 

E quem fala assim não é gago, este país precisa de mais gente assim, sem papas na lingua, queremos mais gente assim, mais deputados assim.

 

Jorge Soares

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:29


Ó pra mim!

foto do autor



Queres falar comigo?

Mail: jfreitas.soares@gmail.com






Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D